Translate

04/01/2018

Golpistas saqueiam a Petrobrás



Sejumoro planejou o golpe da Farsa Jato em 2004: de lá pra cá veio se preparando pra isso com treinamento nos EUA e, nesse interim, pos em pratica o lawfere atuando como assessor de Rosa Weber, tendo sido o juizeco a serviço dos EUA o autor do famoso voto para condenar Dirceu: nāo tenho provas mas a literatura me mandar condenar entao eu condeno: repetiu a farsa para condenar Lula.

Quem seria a tal "literatura" a comandar o lawfere
????


Em 2004 o juizeco ja sabia como usar a Globo no lawfere, bem como entregar o patrimonio nacional aos gringos e mais: como usar a Farsa a Jato para dar golpe de Estado: teve ajuda dos EUA no caso dos grampos contra Dilma..nāo por outro motivo o Departamento de Justiça americano elogiou a absurda condenacao de Lula pelo juizeco…afinal de contas os EUA gastaram muitos misseis e trilhoes de reais para dominar o Iraque: gastaram quanto por aqui
?????

Pelo que se vê, apenas algumas malas de dinheiro para cooptar treinar gestores publicos, juizecos, grupos de midia e coxinhas mercenarios para levar patos para as ruas.


https://www.cartacapital.com.br/politica/como-a-lava-jato-foi-pensada-como-uma-operacao-de-guerra-5219.html

A propósito

Essa previsão da insuspeita Globo, em 2015, se confirmou: a Farsa a Jato derrubando vários pontos do PIB, e algumas centenas de bilhões de prejuizos ao pais

http://www.giroemipiau1.com.br/2015/08/prejuizo-da-operacao-lava-jato-e-de.html?m=1

Nassif: A tacada da diretoria da Petrobrás com os fundos abutres norte americanos

https://jornalggn.com.br/noticia/a-tacada-da-diretoria-da-petrobras-com-os-fundos-abutres-norte-americanos-por-luis-nassif

Antes de dizer qualquer coisa aos cidadãos brasileiros a partir de agora, o servidor público por nós remunerado para defender interesses constitucionais do Brasil, deveria responder:

Se ouviu falar no cidadão Tacla Durán, se tem conhecimento do mesmo acusar terceiros muitos próximos de expressiva personagem da lava jato, de oferecerem-lhe, mediante 'comissão', facilitar o encaminhamento de possível delação premiada e se sabe explicar por que o ministério público e outros no caso, não se interessam em ouvi-lo por video-conferência, para tomarem conhecimento das acusações e documentos, investiga-los e esclarecer a justiça e a sociedade brasileira?


Se tem conhecimento que a Petrobras, "de 2003 a 2013, durante os governos Lula e Dilma, teve em média, lucro líquido anual superior a R$25 bilhões e que após iniciada a operação Lava Jato, em março de 2014, primeiro ano lavajateiro expondo a Petrobras, prejuízo de R$21,6 bilhões, em 2015, segundo ano, prejuízo de R$34,8 bilhões, em 2016, terceiro ano, prejuízo de R$ 14,8 bilhões e em 2017, quarto ano lavajateiro, em declínio [e desmonte da empresa], lucro de R$5 bilhões", e se ao tomar conhecimento das informações, mantém a opinião que a Lava Jato nada tem a ver com os percalços que a Petrobras enfrenta desde então, culminando com a ação acordada no montante de R$10 bilhões para recompensar juridicamente 'investidores prejudicados' (olhando-se os resultados acima), por quem mesmo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário