31/05/2009

Tristeza: acabou a exposição (Ou: saudade da Mãe Preta)

É preciso sofrer depois de ter sofrido, e amar, e mais amar, depois de ter amado.
Guimarães Rosa
video

Autor: José Carlos Lima
O que: Diálogo Com Mulher Batendo Algodão
Onde: Parque de Exposições Agropecuárias de Goiânia
Quando: 2009
Como: Com Celular Nokia 6120 Classic


Não resisti e conversei com esta spin fiandeira.
Maravilha este contato com coisas da minha infância.
A Mãe Preta, mãe de pegação, que por aqui chamam de parteira, era tecelã.
Uma negrona que andava no sertão, sob o sol quente, fazendo partos.
Ela andava léguas e léguas a pé e nada cobrava por seus serviços.
Sempre nutri um grande carinho por Mãe Preta, a quem olhava com admiração.
Incrível como estas coisas importantes ficam para trás.
Quando saí do mato para residir numa pequena cidade eu tinha 9 anos de idade, não me lembro de ter-me despedido de Mãe Preta, nunca mais a vi.
Quando a gente é pequeno é levado pelos pais.
Meus pais e as pessoas do sertão se arrancam dos lugares apressados, uma emergência que não permitia nem mesmo a despedida.
Conversar com estas fiandeiras no Parque de Exposições de uma certa forma compensou isto.
Talvez não, uma vez que a saudade me doeu lá fundo no coração.
Ali por volta dos 7 ou 8 anos de idade tive o maior interesse em participar da produção do meu próprio cobertor, sendo que eu não participaria apenas da tecelagem, uma vez que o tear ficava na casa da Mãe Preta, bem longe, não cheguei a ir na casa dela.
Participei de todas as fases, plantei o algodão, colhi, tirei os caroços, bati, fiz os fios, tingi, preparei os novelos e entrei para a Mãe Preta fazer o cobertor no tear.
Quando ela trouxe o cobertor pronto, colorido, não acreditei que aquilo teria sido possível
Oh, que saudade da Mãe Preta.
Que mundo cruel, separa as pessoas das coisas mais importantes, estas rendeiras, tecelãs e parteiras que tem a todos como seus filhos.
Agora mesmo conversei com um amigo ao telefone sobre isso.
Eu: acabei de chegar da Pecuária, tive contato com coisas da minha infância.
Ele: o que?
Eu: as fiandeiras.
Ele: ah sim, quando eu morava em Xambioá, de madrugada eu ouvia a Dona Geralda batendo algodão. Pa pa pa pa pa pa pa. A batida provocava um som relaxante.
Eu: ela usava o que?
Ele: duas varinhas. Ela colocava o algodão sobre um suporte, um saco com recheio de algodão ou colchão, depositava o algodão em cima e batia com as varetinhas. Ela fiava, passava por várias etapas até chegar à tecelagem. Ela fazia roupas, redes, cobertores, tudo muito bonito.
Eu: que bacana, heim.
Ele: ela tratava a gente como filhos dela. De manhã cedo ela nos servia beiju de tapioca acompanhado de café com leite de coco.
Eu: o povo da roça tem este tipo de consideração mesmo.

30/05/2009

Clique aqui para ver a forma 4

Quando volto a estas formas anteriores a sensação é estranha
O contato com minha fotografia antiga

Spin Tranquilo

video
Autor: José Carlos Lima
O que: Artefato Rural - I
Onde: Parque de Exposições Agropecuárias de Goiânia
Quando: 2009
Como: Com Celular Nokia 6120 Classic

29/05/2009

Spin Camaleão

No momento este spin encontra-se no interior do Parque de Exposições Agropecuárias de Goiânia
Um ambiente agradável, uma brisa refrescando o ambiente
Entrei neste stand onde internet à disposição
Ao olhar visitar este blog como se não fosse meu achei-o estranho
Não gostei das cores contrastantes
Por isso optei por este tom monocromático

Enterrar as lembranças do passado presentes

A arte começa onde a imitação acaba.
Oscar Wilde

Visite o spin no hospital, galeria de arte, biblioteca e jornal - links ao lado.
Esta obra é um não à rotina, às coisas padronizadas, ao racionalismo.
Um não ao perfeccionismo neurótico, isto que que levou à morte milhões na Segunda Guerra Mundial, quando se acreditou no sonho de um spin cartesiano, na verdadae um spin desvairado que queria porque queria implantar a pureza racial, espiritual e material neste planeta.
O nome do spin desvairado não pode ser dito, não é conveniente que este spin o escreva, olhe, seja.
O nome dele não será dito de forma extensa e sim apenas as iniciais do nome seguido do spin que ele foi mais a personalidade, ou seja, se animal, humano ou pessoa jurídica.
Ele não posso dizê-lo = olhá-lo = sê-lo.
Ele, H, spin governante, pertencente à espécie humana, será exumado daqui a mil anos reais, materiais, não para compreensão da divindade mas para um maior entendimento sobre os bichos.
Ele foi isto.

ps
Eu havia escrito "carteziano", a grafia correta é "cartesiano"

Spin informe

*Lygia Clark: arquiteturas biológicas, 1972










Não é digno de saborear o mel aquele que se afasta da colméia com medo das picadelas das abelhas.
William Shakespeare


Este spin adora a obra "Os Bichos" de Lygia Clark, spin performer, instaladora, educadora, terapeuta, etc, humana.
Gosto de obras não definidas, incertas.
Isto que uma hora é uma coisa, outra hora é outra coisa.
Esta impermanência que, assim como a Fita de Moebius, nunca se define.
Coisa inacabada.
Não sei exatamente como este spin será amanhã.
Gostaria muito de estar pronto, no entanto isto não sei que não estou, isto não depende mim.
Não sei ao certo como transitar por aqui.
Como?
Quando?
Onde guardar certas coisas ainda não sei.
Qual a utilidade dos dias úteis.
Agora sei.
Sei apenas que eles são 70.
******
.
Visão. Forma. Conhecimento

Lembro-me que sonhei com isso, agora sei.
No sonho um livro dividido em três partes: spin, forma e conhecimento.
No momento "spin" a visão do autor, aquilo que ele escreveu sob estado visionário ou ponto cego.
No momento "forma" desenhos, fotos, vídeos, uma segunda forma de expressão.
No momento "conhecimento" aquilo que as pessoas deixaram face à sua atividade enquanto spin.
Espero que tenhas entendido o que acabou de ser explicitado, pois é desta forma que esta obra existirá daqui prá frente.
Aqui a visão, ali a forma e mais adiante o conhecimento.
Clique aqui para ir à forma.
Já não me interessa mais saber onde como quando comportar-me por aqui.
Não quero mais saber onde posso guardar minhas = nossas coisas.
Não há mais regras por aqui.
Apenas a minha = nossa liberdade de ir e vir.

Não era aqui

Meu deus, esta obra do post anterior não era prá ficar aqui e sim no blog do dia útil de hoje
Fui mala digo mal
Já que tá aqui, aqui fica

Porco Transgênico - I

video

Autor: José Carlos Lima
Título: Porco Transgênico I
Ano: 2009
Onde: Parque de Exposições Agropecuárias de Goiânia
Como: Com Celular Nokia 6120 Classic

No começo deste século eu já havia realizado esta obra, aliás, algo parecido.
Era somente áudio e não vídeo.
A obra foi anunciada na sessão de classificados de um jornal e veiculada mediante secretária eletrônica de um telefone fixo.
Não tenho mais aquela obra.
É que durante um ataque de limpeza joguei fora tudo o que eu havia criado, não havia onde guardar, quis ficar livre de tudo.
Naquela época eu não possui um espaço como este para guardar este spin, que existe há décadas, sendo que por todo este tempo vinha ocorrendo sob um ciclo de criação e destruição.
Agora este spin pode perdurar prá sempre, se bem que um vírus pode acabar com tudo.
Se o Google falir, também já era.
Sei o quanto isto é efêmero.
Agora sei.

28/05/2009

Fuja do Mau Dia Brasil

Nesta semana desanimei-me ao assistir ao Bom Dia Brasil, o que fiz por acaso.
Fiquei triste ao assistir à dona Miriam Leitão, Alexandre Gracinha com suas velhas mentiras contra o Brasil.
Como diz o jornalista Paulo Henrique Amorim, o Bom Dia Brasil deveria se chamar Mau Dia Brasil.
Quem não quiser morrer de desgosto ao ver-se diante de tanto veneno favor não assista ao Mau Dia Brasil.
Somente hoje, ao ler vários blogs independentes, vi que somos sim, a grande trincheira da democracia neste País.
Somos formiguinha sim, mas muitas formiguinhas atacando o elefante a cada dia, o que faz a grande diferença.
Uma hora ele sucumbe.
Para quem prefere outro cenário, os peixinhos são muitos.
Persistentes em seu prazeroso balé, os peixinhos derrotarão a voraz baleia sedenta para comer o cardume.

Aviso aos navegantes

Parece que minha senha foi roubada.
O blog foi invadido, o invasor zerou o contador de visitantes.
Caso este blog não venha a ser atualizado hoje é porque estou impossibilitado de acessar.
Não consegui alterar a senha.
Esta obra poderá ser destruida a qualquer momento.
Entendo que isto seja tão efemêro quanto um picolé ao sol.
Caso esta obra tenha sido roubada farei tudo de novo, partirei do zero.
Não tenho a menor idéia de como nem quando nem aonde.
Ficar parado por causa destes invejosos é que não vou ficar.
A não ser em dia feriado.

Atualização - 12:07
Diante do ocorrido instalei o Google Analytics
Alterei a senha
Ufffa!!!
Complicadíssimo instalar este contador do Google
Por isso quero compartilhar com você que, quem sabe pode estar querendo instalá-lo no seu sitio
Depois que o contador que eu usava usando foi zerado perdi a confiança, se bem que pode ser que algum invasor tenha apagado, o que não posso confirmar.
Na dúvida mudei o contador.
Para instalar o Google Analytcis tive que pesquisar.
Clique aqui para ler
A gratidão em fazer isso de graça, por prazer.
O lado bom da net é isso, compartilhar o conhecimento.
É isto que me leva a repassar mais esta dica.

Não entendi

O que há de errado em passear de pônei?
Meus amigos e amigas da spin seguradora, pessoa jurídica, onde trabalho, riram, riram e riram.
Não entendi o motivo.
Aí lembrei-me que enquanto eu passeava no bichicho ouvi risadas.
Não entendi.
Fiz alguma coisa errada?

****
.

Todo o apoio ao blogueiros independentes, estes incríveis lutadores da democracia - clique aqui para ler




27/05/2009

Clique Aqui para Ver o Making Of

Como eu havia dito em postagem anterior, por aqui será evitado o excesso.
O contrário, a falta de contenção, ocorrerá nos 70 espaços reservados "making of."
Lá será guardado o que restou, o rascunho, os traços que ficaram para trás.

Se bem que devido a uma aumento na minha carga horária de trabalho na spin seguradora terei que administrar minha falta de tempo para levar adiante este spin, talvez eu tenha que ser mínimo por imposição da circunstância.
O gesto mínimo aqui e lá.

Abertura de Saturno


Abro o mês de saturno com este coisa ímpar, estes cavalos pôneis, chamou-me a atenção o som que o caminhar deles sobre o asfalto provoca

Toc toc toc toc bem rapidinho, uma singela ímpar

Uma estranha firmeza

Nobreza

Bom mesmo é dar um passeio nos bichinhos

Foi o que fiz

Chegamos a Saturno

MAIO_________________________SATURNO

27 Quarta-feira___________________Dia 1 Primeiro Dia Útil de Saturno
28 Quinta-feira___________________Dia 2 Segundo Dia Útil de Saturno
29 Sexta-feira ___________________Dia 3 Terceiro Dia Útil de Saturno
30 Sábado______________________Dia 4 Quarto Dia Útil de Saturno
31 Domingo_____________________Dia 5 Quinto Dia Útil de Saturno

JUNHO________________________SATURNO
1 Segunda-feira__________________Dia 6 Sexto Dia Útil de Saturno
2 Terça-feira____________________Dia 7 Sétimo Dia Útil de Saturno
3
4
5
6
7
8
9
10 Quarta-feira_________________Dia 15 Décimo Quinto Dia Útil de Saturno
11 Quinta-feira__________________Dia 16 Feriado Nacional
12 Sexta-feira ___________________Dia 17 Décimo Sexto Dia Útil de Saturno

26/05/2009

Ações ao vivo, performáticas ou não

Uma dica aos artistas.
O motivo pelo qual uso um celular nokia 6120.
É que este aparelho é compatível com um site que permite transmissão ao vivo.
Há outros aparelhos compatíveis, a relação consta no site
Tenho a intenção de transmitir ações ao vivo.

ps
Será mesmo este o espaço adequado para postar estes assuntos?
Não seria em "Serviços do SPIN" - Biblioteca?
Ou no blog Making Of 69, correspondente ao dia de hoje.
Daqui prá frente serei mínimo por aqui.

Vamos em frente

Hoje não fiz o que queria fazer, ir à exposição agropecuária para fazer alguns registros
Porque não fiz
Fiquei ocupado o celular nokia 6120 que uso pra filmar
Explico...
É que a maioria dos celulares adota o formato 3GP por ser compacto
Pensei que o 3GP fosse incompatível com o youtube e google vídeo o que, noto agora, não é verdade
Que mancada
Se você tem videos no formato 3GP saiba que você pode baixá-los sim no youtube e no google vídeo, bastanto para isso baixar o progara player quick time 7 no seu computador
Apenas isto
Pronto
Mãos à obra
Vamos em frente

ps1
Esqueci de dizer que no post anterior há o link para o time quick 7
Amanhã pretendo estar em ordem, minhas ferramentas em dia, aí sim, irei à exposição agropecuária com o objetivo de construir minhas obras
Em dia ou em dias?///
Isto é o de menos, avante vanguarda

ps2
Fiquei curioso pra saber, é "em dia"

Clique aqui para fazer o download do Quick Time 7

O que é impossível é elogiar ou idolatrar o que não presta, esta gente tipo Daniel Dantas, Gilmar Mendes, Marcelo Itagiba, Raul Jugman, FHC, Zé Serra, Reinaldo Azevedo, Miriam Leitão, Arnaldo Jabor, Jô Soares, Diogo Mainardi
Ecccooooo
.
Curtam o Quick Time 7
Sigamos em frente

ps
O Quick Time 7 resolveu o problema deste spin que não estava conseguindo trabalhar com os vídeos
Amei o Quick Time 7

Quick Time 7

Amo compartilhar as coisas boas, trata-se de um gesto que trago desde pequeno
Quando eu saia para o mato para colher frutos silvestres jamais comia o fruto mais sadio e mais bonito
Levava-o sempre para minha mãe
Isto chama-se de gratidão
Era uma forma de ser-lhe grato
Se há uma coisa que me incomoda é quando, por algum motivo, cometo alguma ingratidão contra uma pessoa que tenha-me feito um bem
Dizem que idolatro as pessoas
Idolatro mesmo
Idolatro Carlos Sena, Edson Barrus, Rosane Chonchol, Miguel do Rosário, Eduardo Guimarães, Antônio Pinheiro, ah, são tantos, muitos ficarão de fora
Tem o Carlos Brandão, este é tucano mas amo, é inteligente, tá no ninho errado, ele é tucano mas adora votar na esquerda, já votou na Marina Santana,
Gosto de pessoas erradas

Arte Instantânea

Temos que andar com nossos apetrechos de registros das coisas em seus momentos específicos
Explico...
Ontem se repetiu a síndrome do Duchamp do Maranhão
Explico de novo...
Como foi dito dias atrás, quando vi a obra de Duchamp do Maranhão pela primeira vez fiquei encantado
Quando voltei no dia seguinte a obra havia perdido seu encanto
Ontem ao retornar à exposição agropecuária vi que aquilo que eu havia filmado também havia sido destruido
As galinhas estavam dormindo
Foi quando percebi que se o registro não tivesse sido feito por acasião do primeiro avistamento a sensação teria sido a mesma que senti no caso "Duchamp do Maranhão"
Com certeza o sentimento de perda de um momento ímpar teria ocorrido novamente
Ainda bem que agi a tempo
Portanto não perca as coisas boas que se apresentam à sua frente, tudo tem significado intenso
Fiquemos atentos a esta luz tão efêmera
Muito sintomática a rebelião dos bebês pelo uso da internet, eles querem isso, eles querem luz
Eles são pura luz
Amei o gesto dos bebês ateando fogo em seus brinquedos em protesto pelo uso da internet
Isto é muito simbólico

25/05/2009

Making off ou making of?

Wikipedia define "Em cinema e televisão (e nos meios de produção audiovisual em geral), making of é um jargão para um documentário de bastidores que registra em imagem e som o processo de produção, realização e repercussão de um filme, novela, seriado ou produto audiovisual.
O termo é um anglicismo, "the making of", e traduz-se literalmente como "a feitura de", ou seja, o processo de fazer-se algo. O termo é incorretamente grafado como "making off", o que é um erro e não faz sentido em inglês. Na língua inglesa, a propósito, o termo mais usado para este tipo de registro é behind the scenes (algo como "por trás das cenas") e não making of


Fonte: http://www.videobr.pro.br/forum/viewtopic.php?f=19&t=5130

Como se vê, no post anterior eu havia escrito errado, para o spin errar é o de menos, quando os percebemos fazemos a retificação e, bola prá frente

Making Of

Como eu havia prometido nos post anterior, resolvi aproveitar os restos de comida para alimentar os 70 blogs dos dias úteis
Amei o resultado
Clique aqui para ver o making off
Sobras
Restos do que restou do vídeo
Coisas que eu hava desprezado e que no entanto no espaço adequado amei
Agora sei
Isto aqui é um giro
Giro giro giro
E quando volto vejo cada coisa
Uma coisa vira outra

Vamos em Frente

Este formato que adotei para ir guardando minhas coisas e dos outros, coisas nossas, ainda está em construção.
Às vezes é por demais cansativo dar conta de atualizar os quase 80 blogs que fazem parte desta obra.
No entanto pessoas por perto, como por exemplo Carlos Sena Passos, me anima e faz-me ir em frente.
Por isso reativei os serviços deste spin, a saber
Hospital
Galeria de Arte
Biblioteca
Jornal.
Os links encontram-se aí ao lado.
Parece que achei um jeito adequado de atualizar estes serviços sem me cansar: postar apenas os links.
Melhor assim, vamos ver se dou conta.
Quanto aos 70 blogs, um dia para cada dia útil, vou usar para meus making off.
É que quando a gente faz uma obra vê que no final ficam sobras, aquilo que a gente despreza, os rascunhos.
É isto que vou guardar nos dias úteis.
Trata-se de uma experiência, vamos ver se vai dar certo.

Para ser feito em cima das casas ou nos terraços dos edifícios

Ontem, como foi feriado, não liguei o computador, foi ótimo, gostaria que todos atentassem para esta realidade, para a importância deste ato, o respeito aos feriados quando devemos desligar tudo, ontem nem os pássaros cantaram, o silêncio foi total. À noite este spin dirigiu-se ao Parque de Exposição Agropecuária onde fez um vídeo que segue abaixo, um projeto para ser implantado na parte superior das casas. É que na cidade-estado de Duchamp do Maranhão criam-se peixes em cima das casas ou terraços de edifícios, e não apenas peixes como aves, animais, plantas, verduras. video

Após realizar este vídeo este spin caiu em sono profundo e sonho com um show do spin cantor Ney Matogrosso.Na capa do DVD o rosto do artista e, no interior do encarte uma colagem onde constava o cantor acompanhado de sua banda. O que chamou a atenção deste spin foram os recortes da imagens do século 20, mísseis em fumaça saindo dos corpos dos artistas, projéteis em direção ao solo. Interessante se notar que tais imagens, do século passado, viraram arte rara, uma vez que neste século 21 a Terra havia se recuparado daquela destruição, do caos restou apenas aquela imagem futurista.

ps
Esqueci de explicatar alguns dados do vídeo acima
O que: exposição agropecuária goiânia 2009
Quando: ontem à noite
Por quem: este spin
Como: com celular nokia 6120

23/05/2009

Duchamp do Maranhão



A imagem desta roda de bicicleta sobre este pedestal faz-me lembrar de um sonho intitulado "Duchamp do Maranhão"

No sonho eu estava passeando por uma pequena cidade do Maranhão quando vi numa oficina de bicicleta uma obra como esta aí de Duchamp.

Neste momento me veio a idéia de que aquele mecânico de bicicletas teria construído uma obra.

Em seguida veio-me a seguinte indagação: ele sabe que é Duchamp? Ele sabe da existência desta bela obra? Ele sabe o que fez?

Ao acordar sair perambulando pela cidade à procura do tal Duchamp do Maranhão, sendo que o encontrei numa cidade vizinha, onde vi-me diante de uma obra magnífica, uma roda de bicileta sobre um pedestal, girando num movimento que me chamou a atenção. Para completar havia uma luz. Naquele momento eu não havia levado nenhuma máquina fotógrafica ou vídeo, nada que pudesse registrar aquilo.

No dia seguinte voltei com a máquina fotográfica. Não dei vontade de fotografar. A roda estava parada. A luz era outra.

Clique Aqui para Ver Arte Moderna




Em respeito ao SPIN amanhã não posso acessar este blog
Amanhã tudo pára
Feriado municipal, dia de Nossa Senhora Auxiliadora, spin padroeira
Não é por ser domingo, isto não
Durante os 73 dias do calendário apenas 3 não são dias úteis
3 feriados, um na cidade-estado, um em toda a extensão do rio e suas cidade-estados e outro na confederação de rios, isto que chamamos de País
Ao que tudo indica estou com um pequeno desvio em relação ao mundo real
Se bem que a realidade de fato não é o mundo real mas o SPIN
E por acaso ainda estão cientes de que o velho mundo acabou?
Só Bento XVI ainda não percebeu
Cabe a ele revogar o velho calendário, espalhar nas igrejas as instrução novas da realidade de idéia
Não percam a exposição "A Virada Russa" no Centro Cultural Banco do Brasil

Convocatória

Clique na imagem para ampliar

Onde guardar estas coisas

Onde extravasar plenamente
Onde revelar os sonhos desta noite
Onde publicar a arte dos amigos
( ) Aqui mesmo?
( ) Num dos 70 dias úteis - blogs já em funcionamento?
( ) Em "serviços do spin"?
.
Francamente não sei
.
*****
.
Há coisas que chegaram no orkut, os sonhos desta noite
Num dos sonhos havia uma grande TV em LCD na praça
A TV estava ligada num canal fechado exclusivo para transmissão de performances artísticas
24 horas de performances no ar, este era o canal
No sonho vi uma mulher executando uma performance que consistia num certo movimento físico
Um movimento físico qualquer, uma repetição que remetia ao belo e ao pensar
.
Tenho que decidir hoje, pois amanhã não é dia útil
Não por ser domingo mas por ser dia feriado, quando este spin estará em branco
.


Últimos Dias (Ou: Spin Desorientado)

Que dia é hoje?
Vou ver o calendário, não o gregoriano, mas o do SPIN
.
MAIO___________________________JUPITER
.
23 - sábado______________________Dia 70______68º Dia Útil do Mês de Júpiter
24 - domingo_____________________Dia 71 _____Feriado Municipal
25 - segunda-feira_________________Dia 72______69º Dia Útil do Mês de Júpiter
26 - terca-feira___________________Dia 73______70º Dia Útil do Mês de Júpiter
Como se vê, cheguei no limite
Onde eu estava para ter-me esquecido da nova realidade
Eu não ele
Um personagem ainda sem nome
Não a nova realidade que virá mas a realidade que aqui está
O calendário gregoriano foi revogado
E por acaso não seria melhor dirigir-me a outro lugar
Hoje, 23 de maio no calendário revogado
Hoje, 69 de Júpiter no tempo do spin
Hoje, 68º dia útil de júpiter
Veja no calendário acima onde estamos
Nossa, amanhã é feriado
Não posso escrever amanhã
Amanhã não é dia útil e sim feriado
Amanhã este spin estará em branco
Amanhã tudo pára nesta cidade-estado, inclusive os átomos = pássaros = aviões
******
.

Não Sei (*Ou: Spin Tolo)

Não sei.
Não sei exatamente.
Texto em construção.
Hoje vou passar o dia todo, talvez horas, minutos, graus escrevendo este post.
Não sei.
No momento são 7:42.
Vou ali, preciso alimentar-me um pouco.
Dei minha geladeira velha.
Pausa: 7:44
Vi uma palavra a mais
A palavra era: no momento
Retirei
Pausa: 07:49
Por acaso achei um filme esquecido na caixa de comentários do blog Cidadania.Com = Eduardo Guimarães
O filme foi deixado por francisco.latorre

Isto
Agora
Vocês viram uma mudança básica neste blog, no meu jeito
Já não sou mais o que eu era ontem
Eu não
Ele
O spin imutável
Pausa: 7:55

22/05/2009

Construir Nosso Espelho

Ultimamente, ao invés de ouvir "eu vi na televisão..." tenho ouvido "eu vi na internet..." Ótimo texto este que segue abaixo, do Azenha, maravilha a idéia da construção do próprio espelho. Dias atrás ao acessar meu blog para postar, conversei com um amigo presente naquele momento.Ele: você tem blog? Eu: tenho sim, onde gosto de escrever, no momento sobre sobre política. Ele: tem muita gente escrevendo sobre política nos blogs. ...............Não sei esta afirmação do meu amigo é real. Tomara que seja verdade, pois assim sendo, estamos diante de um indicativo de que estamos construindo nosso próprio espelho.O único entrave na construção deste espelho é o TSE. É que nas últimas eleições o TSE, ao invés de incentivar a juventude, censurou a participação da moçada através do orkut. É de uma cretinice sem tamanho nos censurar através da classificaçãao de nossos blogs como concessionários de serviço público. Nos EUA, por exemplo, a participação política via web, em período eleitoral, é incentivada. No entanto os nosso decrépitos ministros do TSE, a maioria deles também ministros do STF, fazem o contrário.
José Carlos Lima
****
.
Sessão de Auto-ajuda
Por Luis Carlos Azenha, em seu blog

Frequentemente eu encontro leitores deste e de outros blogs na rua. Em geral muitos deles lamentam a dureza de se contrapor à mídia corporativa, que tem uma aparência muito mais sólida que o exército de Brancaleone dos blogs "independentes" ou "progressistas" da internet.

Depois de quase quarenta anos de Jornalismo, respondo: calma, gente. Vamos devagar, mas sempre em frente. A graça está em guerrear, nem toda vitória é definitiva, muitas derrotas são necessárias antes de uma conquista.

A primeira sugestão que faço é que não se fique dependente do reconhecimento da mídia corporativa em relação ao nosso trabalho. "Eles" jamais vão reconhecer que estão perdendo público -- o que é possível auferir matematicamente -- ou que nós estamos ganhando. Falo pelo Viomundo, que tem um medidor de audiência bastante confiável, da Hostnet: a audiência é crescente, desde que este site debutou, quando eu ainda morava em Nova York.

Hoje pipocam propostas para algum tipo de organização envolvendo a blogosfera progressista, talvez nos moldes do movimento que, quando amadureceu, teve papel essencial na eleição de Barack Obama, nos Estados Unidos. Sim, o evento anual da blogosfera progressista dos Estados Unidos é o maior do gênero, atrai patrocinadores e políticos de todos os tipos, é um sucesso comercial e jornalístico.

Àqueles que duvidam eu também costumo dizer: todos os grandes movimentos sociais começaram em torno de meia dúzia de pessoas. Não duvidem de seu próprio poder. Não duvidem do impacto que UM SÓ e-mail de protesto tem naquele que o recebe, especialmente se contém uma crítica de qualidade, verdadeira, justa. Não duvide da sua presença em uma manifestação de 100 pessoas, da faixa que você mandou pendurar, da camiseta que decidiu usar.

A sociedade é um ser vivo e a sua disposição de mudá-la não terá impacto imediato: tudo obedece a um lento processo de amadurecimento. Lembram-se quando se pregava a abolição pura e simples do Bolsa Família? Faz tão pouco tempo, não faz? Pois é, hoje os tucanos tentam se passar por pais do Bolsa Família. Isso reflete uma mudança na sociedade brasileira, que já se deu conta de que os projetos sociais são importantes para ampliar o mercado interno, que reduziu enormemente o impacto da crise financeira mundial no Brasil.

Ou seja, aquela mensagem que você deixou em um site defendendo o Bolsa Família fez seu trabalho. Se sua argumentação foi boa e alguém leu, você ajudou a mudar a sociedade brasileira.

A terceira coisa que digo aos meus interlocutores desanimados é que precisamos construir nosso próprio espelho. É óbvio que numa sociedade complexa e midiatizada a gente precisa ver o resultado de nosso engajamento social. Mas a mídia corporativa se nega a refletir esse resultado, uma vez que remamos contra a maré. Você só será reconhecido se remar em favor das Idéias "certas": apoio à ideologia econômica neoliberal, ao Gilmar Mendes, ao estado mínimo, à candidatura Serra e à elite política e econômica do Brasil. Aos brancos de olhos azuis.

Construir nosso próprio espelho significa ampliar o alcance de uma rede de informações que atinja a massa crítica de brasileiros. Uma rede formada por blogs, sites, rádios e TVs comunitárias, revistas,editoras, rádios e TVs educativas. É um trabalho de formiguinha, que só vai amadurecer mesmo dentro de uns dez anos.

Eu costumo criticar com frequencia a idéia da auto-estima, que importamos dos Estados Unidos. Você não está bem? A culpa é da auto-estima. Bateu o carro? É a auto-estima. Engordou? É a auto-estima. Tenho comigo que muito de nossa felicidade diária depende da organização social a que estamos submetidos. E essa em que vivemos, calcada na sobrevalorização do indivíduo, precisa nos deixar eternamente insatisfeitos para que a gente tente se satisfazer consumindo. Comprando. Acumulando. É uma sociedade escravocrata, em que poucos mandam e muitos obedecem. Em que a elite se acostumou a usar o Estado para manter seus privilégios políticos e econômicos.

Num país assim, o recurso à auto-estima desloca a crítica -- da sociedade para o indivíduo. Em vez de mudar o mundo, você é convocado a mudar apenas a si mesmo, lendo um livro, malhando ou dizendo diante do espelho: "Sou bom o suficiente, estou bem o suficiente e me importo" (Bordão do programa americano Saturday Night Life,que brincava com a auto-estima).

Não seja enganado. Mudar o mundo é essencial. É tarefa de todos. E você vai se sentir muito melhor se se der conta de que é capaz de fazê-lo. De que você também faz a diferença.

Acabou a sessão de auto-ajuda. Remeta 100 reais para a conta bancária doViomundo.

Viomundo

Vox Populi: Dilma sobe e Serra cai - Clique Aqui

Convocatória

A Rebelião dos Bebês

Crianças ateando fogo em brinquedos...
Pelo jeito elas não queriam os brinquedos comprados por Serra e sim a internet.
Não se trata aqui de apoio à rebelião na creche mas que isto é estranho é.

ps
Estranho para o lado bom, pois adorei esta rebelião na creche pelo uso da internet

Bebês depredam creche em SP


Isto mesmo. Revoltadas por não terem acesso à internet, crianças depredam creche em Botucatu-SP. Isto seria cômico se não fosse trágico. "Na descrição de Tomazela, as crianças arrombaram as janelas e destruíram carteiras, armários, televisores, computadores e máquinas fotográficas. Material didático foi jogado no chão. O grupo também invadiu a cozinha e espalhou os alimentos. Em seguida, foram à creche, depredaram o berçário e atearam fogo em brinquedos."

José Carlos Lima

*****

.

Crianças depredam creche. Meu Deus!…

Por Ricardo Kotscho

Ao terminar de ler a inacreditável notícia escrita pelo José Maria Tomazela no cada dia melhor caderno Metrópole do velho Estadão, que voltou a investir em boas reportagens, custei a acreditar como era possível acontecer uma coisa dessas.

Vejam se dá para acreditar:

“Cinco crianças e adolescentes, com idade entre 8 e 13 anos, invadiram e depredaram a Creche Escola Caminho Feliz, no domingo, em Botucatu, a 226 quilômetros de São Paulo”.

Botucatu, uma progressista porém pacata cidade universitária e agroindustrial, na região da Grande Porangaba, que eu conheço bem, em nada faz lembrar os violentos subúrbios das nossas metrópoles.

O que está acontecendo com a nossa sociedade? Como chegamos a este ponto? Quem são e o que pensam da vida os pais destas crianças?

A mãe de um dos meninos disse que a invasão foi liderada por um garoto de 12 anos e que o bando mirim queria usar a internet da escola que funciona junto com a creche.

Só espero que não culpem a internet por esta barbaridade. O que tem uma coisa a ver com a outra? As crianças eram proibidas de usar a internet?

Na descrição de Tomazela, as crianças arrombaram as janelas e destruíram carteiras, armários, televisores, computadores e máquinas fotográficas. Material didático foi jogado no chão. O grupo também invadiu a cozinha e espalhou os alimentos. Em seguida, foram à creche, depredaram o berçário e atearam fogo em brinquedos.

Fossem mais velhos, eu logo pensaria que agiram sob efeito de drogas, só podia ser. Ou será que o tal do crack, que está invadindo as cidades do interior, já chegou nesta faixa de idade?

Até algum tempo atrás, mesmo com todos os nossos crônicos problemas sociais, misérias em geral, desmandos políticos e crises econômicas, era inimaginável ler algo assim no jornal, envolvendo crianças do interior em atos de vandalismo.

Gostaria muito que os leitores me ajudassem a entender este episódio, tão trágico para o nosso futuro, que eu não tenho mais o que dizer.

Só me ocorre repetir o colega Ancelmo Góis, colunista de O Globo. Quando escreve sobre algum fato absurdo desses, o amigo conclui suas notas assim:

“Meu Deus!…”

Balaio do Kotscho

A "morte de Dilma" deu prejuizo

Dizem que há um pesquisa por aí constatando o aumento de Dilma nas intenções de votos.
O imprensalão não conseguiram matar Dilma? As 4 famílias que monopolizam a fala no Brasil estão num mato sem cachorro, pois não conseguiram matar Dilma.
Nem fisicamente e muito menos politicamente.
Espalharam na web que Dilma estaria com diverticulite, a mesma doença que matou Tancredo Neves.
A Dilma que se cuide, pois daqui prá frente farão de tudo para matá-la politicamente, motivo pelo qual foi instalada a CPI da Petrobrás que, sob a direção de Dilma, deixou de ser a falida estatal da Era FHC para ser a 4a. maior e mais respeitada do mundo e, como se sabe, Dilma preside o Conselho de Administração da Petrobrás.
O latifúndio midiático tem porque tem que eleger Serra, este pool formado pelas famílias Marinho, Civita, Frias e Mesquita decretou a morte física de Dilma.
Como Dilma não morreu, pelo contrário, está ótima, e até subiu nas pesquisas, o PIG (Partido da Imprensa Golpista) não quer mais noticiar a "morte de Dilma"

José Carlos Lima

******
.






Quem é mais saudável ?


PiG (*) e jn não vão cobrir mais a morte da Dilma

Por Paulo Henrique Amorim - em seu blog

. A Ministra Dilma Rousseff ontem no jornal nacional (com caixa baixa) a dizer que usa uma “peruquinha básica” e, quando puder, vai tirar a peruca, porque “é muito chato” …
. Hoje, na primeira página da Folha (**), Dilma com um sorriso muito mais saudável do que o do Zé Pedágio;
. A notícia (inútil e imprecisa, mas que o PiG leva a sério) de que a Ministra começou a subir nas pesquisas dos tucanos …
. E se nós conhecemos a alma trevosa de Zé Pedágio, o presidente eleito, o Conversa Afiada fará uma previsão: o PiG(*) e o jornal nacional não vão cobrir mais a morte da Dilma.
. Porque a Dilma venceu o câncer e o PiG (*).
. E ainda vai processar a Folha (**): clique aqui para ler o que se deduz da entrevista que deu à Carta Capital
. A vitória sobre o câncer, o recato (que o PiG(*) não respeitou) e a altivez diante da doença – que ela já superou - a aproximaram do eleitor.
. Aproximaram Dilma da eleitora, que já ia pensar duas vezes antes de votar naquelas gengivas intermináveis de Zé Pedágio.
. A vitória sobre o câncer e o PiG (*) teve um efeito mais fulminante do que o lançamento da candidatura pelo Senador Agripino Maia, num debate no Senado sobre se se deve mentir sob tortura.
. Ela disse que sim, porque não respeitava aqueles a que o Senador serviu com devoção.
. Isso estava restrito ao ambiente político.
. A vitória sobre o câncer e o PiG (*) trouxe a Dilma para dentro de casa, para cada família que teve ou teme enfrentar um câncer.
. Se bem conhecemos o Zé Pedágio, não é isso, caro navegante ? Ele passou a noite a telefonar para o Ali Kamel e os filhos do Roberto Marinho (eles não tem nome próprio) para implorar: chega de noticiar a morte da Dilma !

. Bye-bye Serra 2010 !
Paulo Henrique Amorim
(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista
(**) Já estava na hora de a Folha tirar os cães de guarda do armário e confessar que foi “Cão de Guarda” do regime militar. Instigado pelo Azenha – clique aqui para ir ao Viomundo – acabei de ler o excelente livro “Cães de Guarda – jornalistas e censores do AI-5 à Constituição de 1989”, de Beatriz Kushnir, Boitempo Editorial, que trata das relações especiais da Folha (e a Folha da Tarde) com a repressão dos anos militares. Octavio Frias Filho, publisher da Folha (da Tarde), não quis dar entrevista a Kushnir.


Quem é Quem no TCU

Por Zé Augusto

Se Gilmar Mendes já era problema no STF, se preparem, porque, agora, a oposição aparelha outro órgão: o TCU (Tribunal de Contas da União).

O órgão, apesar de se chamar tribunal, é vinculado ao poder legislativo, e fiscaliza as contas do governo.

A corpo técnico do tribunal é considerado eficiente, mas quem julga e faz acórdãos são os ministros.

E é nesses ministros que residem os problemas.

Nada contra fiscalizar as contas dos gestores públicos, pelo contrário, é imprescindível.

Mas esse tribunal malcomunado com a oposição, cria problemas artificiais para atrasar obras do PAC, e cronogramas de investimento. No final dá em nada, mas o estrago para o cidadão brasileiro fica feito, com obstrução e atraso na geração de empregos, no desenvolvimento e na implantação de programas sociais.

O presidente do tribunal é Ubiratan Aguiar. Ninguém menos do que um ex-deputado do PSDB do Ceará, da bancada do Senador Tasso Jereissati.

Outro ministro que julga as contas do governo é José Jorge, ex-candidato a vice-presidente na chapa de Alckmin em 2006. Ex-senador do DEMos de Pernambuco.

Segue a lista, Aroldo Cedraz, quadro do antigo PFL baiano, da bancada de ACM.

Outros ministros estão com problemas na Polícia Federal, o que tem causado suspeitas de retaliação contra o governo.

O caso do ministro Valmir Campelo está bem descrito em nota de Luis Nassif de 29/03/2009.

Outro ministro do TCU, Augusto Nardes, já apareceu na Operação Navalha, e naCastelo de Areia seu filho aparece intermediando doações de empreiteiros (fiscalizadas pelo TCU) para políticos do DEMos, PSDB e outros.

Causa estranheza o súbito interesse do Tribunal em divulgar com estardalhaço fraudes no Bolsa-família e no Pro-Uni, com ocorrências em porcentagem pequena diante do universo de beneficiários.

Criou-se a figura da fiscalização politiqueira e eleitoreira.

Em seguida há uma espécie de linha de produção de dificuldades contra a Petrobras para a CPI da PetrobraX de José Serra.

Há também casos de irregularidades que não existem em obras do PAC, causando atrasos, paralisação de obras, e dispensa de funcionários.

Nosso leitor Marcos, também constatou o fato nas Universidades Federais, onde também estão investigando tudo e dificultando a realização de projetos importantes do Governo Federal.

Tudo isso, parece, para que esses projetos sejam entregues às Universidades privadas ou, então, não sejam desenvolvidos, para alegar que o Governo não conseguiu implementar os projetos para a educação.

O Monopólio da Fala Esconde a Notícia

A Não Notícia
Deveriamos fazer chegar aos organizadores da passeata que a Globo é obrigada sim a noticiar o fato, por sinal, muito importante para o Brasil, pois diz respeito à defesa da reserva do pré-sal, que a elite econômica quer abocanhar.
A Globo, como concessionária de serviço público, é obrigada pela CF a noticiar a passeata pelo simples fato de que assim determina a Constituição Federal.
Com certeza a passeata teria sido manchete se fosse contra a Petrobrás e a reserva pré-sal, que esta burra e corrupta elite brasileira quer surrupiar.
Como se vê, o monopólio da fala, um pool formado pelas famílias Marinho(Globo), Mesquita(Estadão), Frias(Folha) e Civita(Veja) dita as regras neste País. Não se pode falar por aqui em democratização da informação, pois logo logo as quatro famílias alardeiam que está se querendo implantar a ditadura no Brasil.
.
Quer dizer que ocultar informação ao cidadão, o que inclusive é contra a CF, não é ditadura.
.
A nossa CF determina que as TV são concessionárias de serviço público e, como tais, são obrigadas a fornecer aos cidadãos um noticiário isento. Ao invés de cumprirem o que determina a nossa CF os meios de comunicação, ao invés de noticiarem os fatos, fazem politicagem, publicam o que lhes convêm e da forma que querem. E quando querem. Quando não querem publicar não publicam e fica por isso mesmo.
.
José Carlos Lima
*****
.
Globo repete episódio "Diretas Já", e esconde passeata
Por Zé Augusto
Ontem a CPI da Petrobra X de José Serra era notícia, com a careta de Arthur Virgílio e Álvaro Dias indo ao ar.
Hoje teve uma passeata de grandes proporções no Rio de Janeiro, contra a mesma CPI, e nada foi ao ar.
Posso assegurar que a passeata foi notícia nacional, e foi um evento fora do normal, de grandes proporções, como poucos que acontecem no Rio.
Teve comparecimento maciço de trabalhadores (incluindo aposentados, é claro), estudantes, comitivas vindo de outras cidades e estados.
Se Arthur Virgílio é notícia no Congresso, por que uma dúzia de Congressistas numa passeata de milhares de pessoas não seria?
Só uma propaganda da SABESP em rede nacional paga por José Serra, e ideologia elitista, explica tamanho disparate.
A Globo cumpre sua sina.
No passado, escondeu o comício das Diretas Já, mostrando como se fosse a festa de aniversário de São Paulo. Dessa vez nem mostrou.
Se trabalhadores, estudantes, cidadãos, lideranças políticas que estufam o peito e soltam a voz, cantam o Hino Nacional em frente a empresa, que é símbolo do nacionalismo econômico, não tem vez na tela da Globo, porque assistir esse canal?
TV que discrimina e se lixa para trabalhador, sabota empregos, não merece audiência desse trabalhador, nem de sua família.
Que a Globo fique só com a audiência da elite econômica para quem a TV atende.

21/05/2009

Serra e a Gripe Suina - Clique Aqui

Governo Serra distribui livro que "ensina" palavrão e faz alusão ao PCC
























O "Bom Gestor" Zé Serra

Em que área mesmo Zé Serra acertou? Que maravilha governar como Zé Serra governa: os meios de comunicação funcionando em pool, um grande monopólio da fala transformado em agências de publicidade em sua defesa.
.
Desta forma Zé Serra tem uma imagem de "bom gestor", o que na verdade é uma grande mentira propagada Brasil afora pelas famílias Marinho, Civita, Globo e Mesquita, uma casta que funciona em rede na qual os demais meios de comunicação não passam de repetidores de leituras determinadas pelo monopólio da fala.
.
Imagina só o carnaval que o imprensalão não estaria fazendo se esta tragédia nas escolas de SP estivesse ocorrendo num Estado governado por alguém que não fosse da base do presidencável tucano-demo-pefelê. Com certeza Arnaldo Jabor, Jô Soares e suas meninas, Diogo Mainardi, Reinaldo Azevedo, Miriam Leitão, etc, estariam arrancando os cabelos por causa do que eles talvez apelidassem de "apagão educacional" para nos azucrinar com o assunto durante as 24 horas do dia.
.
Como o fato ocorreu em SP, ninguém viu nada, o "bom gestor" correu rapidinho para retirar das escolas os livros que, por falta de uma olhadinha básica quando foram escolhidos, foram aprovados.
.
É que os "bons gestores" de SP verificam apenas se os conteúdos são ou não de autores com "viés de esquerda", tipo Paulo Freire e, não o sendo, vale tudo.

José Carlos Lima

******
.

Fernando Borgonovi, no blog da UJS
.
Anda pródiga em produzir más notícias a secretaria de Educação de São Paulo sob o governo tucano de José Serra. A novidade da vez é o livro, distribuído a alunos da terceira série do ensino fundamental das escolas da rede pública, que traz palavrões, conteúdos de conotação sexual e chega mesmo a fazer alusões ao Primeiro Comando da Capital (PCC), facção que se notabilizou por atuar no crime organizado em São Paulo.
.
Em março, a secretaria já tinha ocupado as manchetes por enviar livros didáticos com conteúdos errados na parte de Geografia. O lapso "ensinava" que o mapa da América do Sul tem dois Paraguais, alterava a posição do Uruguai e sumia com o Equador dos países fronteiriços ao Brasil. Constatado o equívoco, o governo alegou ser "apenas" um problema de impressão das apostilas e a vida seguiu em frente.
.
O escândalo atual está na obra "Dez na Área, um na Banheira e Ninguém no Gol", que traz expressões "edificantes" como "chupa rola", "cu" e "chupava ela todinha". Ao falar sobre jogos de futebol em presídios, o livro apresenta um desenho, com presos portanto armas e bandeirolas da facção criminosa. Em outra gravura, um balão faz propaganda de entorpecentes das "organizações PCC".
.
Em si, o fato de uma publicação tratar de sexualidade e trazer elementos da atualidade não deve ser visto como problema. A grande mancada da secretaria foi distribuir tal conteúdo para crianças da terceira série, muitas delas abaixo dos dez anos de idade. Isso, sim, configurou o verdadeiro absurdo.
.
Alarmado com nova pauta negativa vinda da secretaria - cujo comando recentemente foi trocado e o posto assumido por Paulo Renato de Souza, ex-ministro de FHC -, José Serra lamentou o fato, que considerou mais grave que o anterior, determinou o recolhimento das obras e a abertura de sindicância para apurar responsabilidades.
.
Culpados à parte, os casos são reveladores da falta de prioridade dada à educação em sucessivas gestões do PSDB, partido que governo o estado desde 1995, mas estão longe de serem únicos. Somam-se a já conhecida lotação das salas de aula, à desvalorização dos profissionais da educação, aos resultados constantemente constrangedores obtidos em avaliações.
.
Espera-se que a sucessão de pautas negativas sirva, ao menos, para chamar atenção para escuridão que reina neste setor e, numa projeção talvez exageradamente otimista, desperte no poder público um lampejo de boa vontade para melhorar a situação do ensino público paulista.

Foi só o "aperitivo"

Por Eduardo Guimarães, em seu blog








A imagem da manifestação das centrais sindicais e de vários movimentos sociais no Rio em defesa da Petrobrás, creiam-me, foi só o começo. Fala-se em mais de cinco mil pessoas que compareceram. A mídia dirá que foi menos. Não importa. Esse foi só o pontapé inicial. O país se levantará contra a direita. Não permitiremos que eles desencadeiem nova privataria. É hora de comemorar e de aguardar, que, em São Paulo, logo teremos a nossa chance. O Brasil inteiro terá.

Do site da FUP

Cerca de cinco mil manifestantes participaram hoje pela manhã do ato público, no Centro do Rio de Janeiro, em defesa da Petrobrás e por uma legislação que garanta o controle estatal e social das reservas de petróleo e gás. A manifestação, organizada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), MST, UNE e centrais sindicais, reuniu estudantes, sindicalistas, trabalhadores, militantes sociais, parlamentares e partidos políticos, reforçando a unidade nacional das frentes de esquerda em defesa da soberania nacional.

Os manifestantes iniciaram o ato às 9 horas, na Candelária, e seguiram pela Avenida Rio Branco, que foi fechada, por volta das 11 horas, durante a passeata. O ato prosseguiu em frente ao edifício sede da Petrobrás, na Avenida Chile, onde trabalhadores, estudantes, militantes sociais e parlamentares deram as mãos, formando um cordão que contornou todo o prédio da estatal. Ao som do Hino Nacional, os manifestantes realizaram um abraço simbólico do prédio da Petrobrás, repudiando a tentativa da direita de retomar o projeto de privatização da maior empresa do país. A manifestação terminou por volta das 14 horas.

O ato público desta quinta-feira integra a campanha nacional O Petróleo tem que ser nosso!, que tem mobilizado os principais movimentos sociais do país na luta por uma nova Lei do Petróleo, que garanta o controle estatal e social sobre o setor. Caravanas de petroleiros vindas da Bahia, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Norte Fluminense somaram-se aos petroleiros do Rio de Janeiro e de Duque de Caxias, presentes à manifestação. Caravanas de metalúrgicos de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo também compareceram ao ato. Uma nova manifestação em defesa da Petrobrás e por uma nova legislação para o setor petróleo será organizado em Brasília. Na próxima segunda-feira, 25, os movimentos sociais realizam em Recife (PE), um debate sobre o restabelecimento do monopólio estatal do petróleo.

Entidades presentes na manifestação desta quinta-feira: Federação Única dos Petroleiros (FUP), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Confederação Nacional do Ramo Químico (CNQ), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Intersindical, Conlutas, União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM), Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo, Sindicato dos Químicos e Petroleiros da Bahia, Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina, Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais, Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo, Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo, Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias, de Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro, Sindicato dos Bancários do Rio, Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Rio, Sindicato dos Portuários do Rio, Sindicato dos Advogados do Rio, Sindicato dos Engenheiros do Rio, Sindicato dos Portuários do Rio, entre outras entidades.

Partidos políticos que enviaram parlamentares e representantes para o ato: PT, PCdoB, PSB, PCB, PSOL e PSTU.
****
.
CPI da Petrobrás unifica a esquerda brasileira
Interessante texto de Miguel do Rosário
****
.
Petrobrax para iniciantes
Desde 2001, durante o segundo mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), até abril deste ano, a Petrobras gastou cerca de R$ 72 bilhões em contratos feitos sem licitação. Os gastos foram autorizados, em 1998, por um decreto presidencial assinado por FHC e, posteriormente, amparados por decisões do Supremo Tribunal Federal (STF). Entre 2001 e 2002, a empresa, sob administração tucana, gastou R$ 25 bilhões em contratos do gênero, em valores não atualizados, uma média de R$ 12,5 bilhões por ano. No governo Lula, esses gastos chegaram a R$ 47 bilhões, entre 2003 e abril de 2009, uma média de R$ 7,8 bilhões anuais. Bom, não sei vocês, mas eu adoro jornalismo. Em valores atualizados, claro.
Continue lendo...

****
.

Gabrielli: CPI do PSDB prejudica a reputação da estatal


O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, disse ontem, em Nova York, que a instalação de uma CPI para investigar a empresa não ameaça os planos de investimento já anunciados, mas terá impacto sobre os negócios futuros da petrolífera. Gabrielli afirmou que a CPI preocupa sobretudo por causa dos seus efeitos sobre a reputação da empresa, mas garante que está pronto para esclarecer qualquer dúvida dos parlamentares.

- Toda vez que dou entrevista no exterior sobre os planos de investimentos da Petrobras, a imprensa brasileira tem uma atitude negativa, enquanto que a mídia estrangeira tem uma abordagem sempre positiva. Essa CPI é resultado de uma luta política. A mídia brasileira sempre fala em tirar "os ladrões da Petrobras" e fica criando denúncias que não se comprovam. Não vou parar de trabalhar por causa de especulações políticas, nem acho que isso vai ameaçar planos de investimento da empresa, mas reconheço que este clima hostil acaba produzindo efeitos que teremos que combater.

Gabrielli disse que os contratos sem licitação da estatal foram feitos dentro da legislação brasileira.

18/05/2009

Senador tucano quer legalizar crimes de Dantas - Clique Aqui

(...)PHA – Deputado, para ajudar aqui o nosso internauta, ele diz o seguinte, o parágrafo terceiro deste artigo: “informar de maneira sigilosa a autoridade competente denúncia que tenha recebido que contenha indício da prática de crimes sujeito acionamento penal público incondicionado, cuja perpetração haja ocorrido no âmbito da rede de computadores sob sua responsabilidade”. Aqui ele está tratando de um provedor exatamente.
.
PT – É. O que ele está permitindo que um provedor faça: quebre o sigilo das comunicações. A proteção ao sigilo das comunicações é uma proteção constitucional. Só pode haver uma maneira de quebra do sigilo, segundo a nossa Constituição: com ordem judicial. Então, o que eles estão querendo fazer. Fazer do provedor um delator. Isto é, tem dois valores embutidos aí. O primeiro valor é, você, provedor, ao saber de alguma irregularidade denuncia à polícia. Então você vai ser o delator de qualquer ato que seja uma anomalia dentro da internet. O segundo, tem outro valor. Quando a pessoa souber, na verdade ela vai bisbilhotar a comunicação. Ela vai quebrar o seu sigilo sem ordem judicial. O que não quer dizer também que o provedor pode ter alguma informação sobre você sem que tenha o rito judicial para que ele tenha essa informação. (...)"

O que há de errado com o Projeto Azeredo? - Clique Aqui


O petróleo é nosso, PSDB !

Por Eduardo Guimarães, em seu blog

Em defesa da Petrobrás, também participo com prazer e Cidadania.com
O petróleo é nosso, PSDB!
O bordão “O petróleo é nosso” foi criado pela Campanha do Petróleo, desencadeada pelo Centro de Estudos e Defesa do Petróleo e por nacionalistas. Daquela campanha nasceu a estatal petrolífera nacional, a Petrobras, em 1953.
O Brasil, desde aquela época, vem se dividindo entre nacionalistas e defensores do capital estrangeiro. Em 1938, o governo Getúlio Vargas determinou a exploração de uma jazida de petróleo em Lobato, na Bahia, dando origem ao Conselho Nacional do Petróleo. Desde então, as jazidas minerais passaram a ser propriedade do povo, sendo vedada a propriedade privada.
Criar a Petrobrás, no início dos 50, foi uma decisão acertada. Naquela época, o Brasil importava 93% dos derivados de petróleo que consumia. Hoje, somos autossuficientes.
O monopólio estatal do petróleo durou 44 anos. Foi quebrado em 16 de outubro de 1997 justamente pelo governo Fernando Henrique Cardoso e pelo partido que lhe dava sustentação, o PSDB, que agora, diante da maior descoberta petrolífera da história do país, novamente avança sobre o petróleo a fim de entregá-lo ao monopólio estrangeiro.
A CPI da Petrobrás, recém-criada no Senado Federal por iniciativa do PSDB e a mando evidente da eminencia parda da agremiação, o governador José Serra, é o mais novo avanço dos entreguistas de que falava Getúlio Vargas, aos quais o país se opôs e criou a empresa petrolífera.
Como disse recentemente o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a descoberta e o início das operações de exploração do pré-sal constitui a “Segunda Independência” do Brasil. Através dessa riqueza imensa que jaz em nosso litoral Sudeste, o Brasil poderá ascender ao Primeiro Mundo talvez em uma década, se conseguirmos manter a riqueza a salvo das garras tucanas.
Não é por outra razão que venho propor a criação da nova campanha em defesa das riquezas minerais brasileiras, sugerindo o bordão “O petróleo é nosso, PSDB!”
E, sem titubear, começo propondo o início dessa campanha num ato público em defesa da Petrobrás a se realizar o quanto antes diante do diretório estadual do PSDB em São Paulo, no bairro de Indianópolis, na avenida que leva o mesmo nome, pois o ataque à Petrobrás vem do mesmo partido que começou a entregar o petróleo brasileiro há 12 anos e que quer voltar ao poder no ano que vem para continuar sua obra nefasta.
Como sempre, dependerei de vocês para saírem pela internet propondo em sites e blogs a medida que anuncio aqui em defesa dos interesses nacionais.
Será um ato ao qual se pretende a adesão de partidos, sindicatos, movimentos sociais e da sociedade civil de forma geral. Diante do previsível bloqueio que a imprensa dará a esta iniciativa, só podemos contar com vocês, leitores, e com a força da internet.
Na semana que vem, novamente iniciarei contatos para difundir o ato público proposto. Desta vez, porém, será no âmbito maior de uma campanha que se espera que se espalhe pelo país.
Caso esta proposta receba as adesões minimamente necessárias dos leitores deste blog, novamente o Movimento dos Sem Mídia assumirá o compromisso de organizar outro ato em defesa da cidadania. E vocês, ao aderirem, comprometer-se-ão a difundir esta proposta onde possam na internet - nas ruas, entre a familia, entre os amigos, onde cada um puder.
Primeiro em São Paulo, na terra da mente criminosa que está por trás de tudo isso, na mente obscura de José Serra. Depois, pelo país inteiro. A campanha deverá durar enquanto durar a CPI da Petrobrás, com atos públicos espalhando-se pelo país até chegarmos a um ato maior, que sugiro que seja feito em Brasília diante do Congresso Nacional.
Pronto, a sorte foi lançada. A reação, agora, dependerá de cada um de nós, de nosso empenho em difundir e defender os interesses do Brasil. Que Deus nos ilumine e ajude a manter as garras tucanas e reacionárias longe das riquezas nacionais.
Leia também: Oposição pretende privatizar Petrobras, diz Paulo Bernardo