31/07/2007

19/70 - III

A participação política das empresas

Na cidade-estado do Idéia Sem Cansaço as empresas têm responsabilidade social para com os demais sócios da sociedade, que são os animais, os seres humanos e as pessoas jurídicas.

Lá, não existe nenhum contradição entre os sócios da sociedade que, no caso, é a cidade-estado do Idéia Sem Cansaço.

Se lá as empresas podem fazer política?

Claro que sim.

Mas não como aqui.

Lá, as coisas ocorrem às claras.

Lás, as empresas não só votam como podem ser votadas.

Daí a existência de candidatos(as) tais como a Philips, o All Master, a Rede Globo, a Nokia...

30/07/2007

Fwd: [o que eu vi] 3/70 - IIIEu já estava arrumando as malas para via... tem um comentário novo.

---------- Forwarded message ----------
From: Anônimo
Date: 2007/7/30
Subject: [o que eu vi] 3/70 - IIIEu já estava arrumando as malas para via... tem um comentário novo.
To: josecarloslima


Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "3/70 - IIIEu já estava arrumando as malas para via...":

Que podre......

da p/ entender pq vc tem 0 comentarios

blog FRACASSADO



Postado por Anônimo no blog o que eu vi em 30 de Julho de 2007 09:46
1/70 - III
Aviso aos navegantes
Estou de férias
Volto em setembro
Sol de primavera
De Beto Guedes e Ronaldo Bastos
Por Beto Guedes
Bis

27/07/2007

Fwd: [o que eu vi] 35/70 - II O coro dos abestados . Momento atrás... tem um comentário novo.

---------- Forwarded message ----------
From: Anônimo
Date: 2007/7/27
Subject: [o que eu vi] 35/70 - II O coro dos abestados . Momento atrás... tem um comentário novo.
To: josecarloslima


Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "35/70 - II O coro dos abestados . Momento atrás...":

O dia "R" está chegando.....................



Postado por Anônimo no blog o que eu vi em 27 de Julho de 2007 17:05

Fwd: [o que eu vi] 35/70 - II O coro dos abestados . Momento atrás... tem um comentário novo.

---------- Forwarded message ----------
From: Anônimo
Date: 2007/7/27
Subject: [o que eu vi] 35/70 - II O coro dos abestados . Momento atrás... tem um comentário novo.
To: josecarloslima


Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "35/70 - II O coro dos abestados . Momento atrás...":

Se achando engraçado né comunistazinho? A tua hora vai chegar....Atiradores de elite bem posicionados, cães farejadores, cordão de isolamento, batalhões de prontidão, falcões no ar......o dia "R" se aproxima.



Postado por Anônimo no blog o que eu vi em 27 de Julho de 2007 13:15

20/07/2007

58/70 - I

Funeral de um lavrador - I

De Chico Buarque / João Cabral de Mello Neto )

Por Chico Buarque e MP4

http://www.paixaoeromance.com/60decada/funeral_lavrador/h_funeral_de_um_lavrador.htm

Letra:

Esta cova em que estás

Com palmos medida

É a conta menor que tiraste em vida

É de bom tamanho

Nem largo nem fundo

É a parte que te cabe

Deste latifúndio

Não é cova grande

É cova medida

É a terra que querias

Ver dividida

É uma cova grande

Para teu pouco defunto

Mas estarás mais ancho

Que estava no mundo

É a conta menor que tiraste em vida

É a parte que te cabe

Deste latifúndio

É a terra que querias ver dividida

Estarás mais ancho que estava no mundo

Mas a terra dada

Não se abre a boca

É uma cova grande

Pra teu defunto parco

Porém mais que no mundo

Te sentirás largo

É uma cova grande pra tua carne pouca

Mas terra dada não se abre a boca.

15/07/2007

28/70 - I

América do Sul

De Paulo Machado

Com Ney Matogrosso ( na abertura do I Rock In Rio, 1985 )

http://br.youtube.com/watch?v=kGGqFes_a8c
27/70 - I

Kiss roubou os Secos & Molhados
.
Muitos artistas brasileiros que abriram as noites do I Rock In Rio, na década de 80, foram vaiados pela plateia de "estrangeiros" que, na verdade, eram brasileiros que, naquele momento de ignorância, achavam chique demais vaiar os artistas nacionais e ovacionar os estrangeiros.
.
Depois que eles vieram e foram embora caiu a nossa ficha quando percebemos que eles ( as bandas estrangeiras ), apesar do aparato tecnológico, em termos de conteúdo não eram lá esta "coisa do outro mundo" que se pensava ser.
.
Talvez por isso, no momento, valorizamos como nunca a nossa velha, competente e poética MPB.
.
O Rock In Rio teve um lado ruim, o de desmerecer os artistas brasileiros mas, por outro lado, teve o dom de desmitificar a música estrangeira ao fazer "cair nossa ficha."
.
Hoje fazemos mais por nós mesmos.
.
Como foi difundido naquela época, a organização do Rock In Rio colocou os artistas brasileiros para se apresentarem sob plena luz do dia, ainda sob o calor de um sol escaldante, portanto sem sem iluminação adequada e, ainda por cima, com a capacidade da aparelhagem de som bem aquém da sua capacidade.
.
Quando as bandas estrangeiras entravam, aí sim, a a iluminação e o som eram colocados para funcionar.
.
Era o show do aparato tecnológico para impressionar os incautos.
.
Ao final das contas, o que ficou mesmo foi a constatação de que os nossos são bem melhores do que os deles.
.
Mick Jagger, em termos de performance e voz, apesar dos requebros forçados, não chega nem chega aos pés de Ney Matogrosso.
.
David Bowie idem.
.
Kiss melhor do que os Secos & Molhados? Nunca!!!!
.
O Kiss apresentou como inovação foi na verdade produto de furto pratidado contra a banda brasileira Secos & Molhados.
.
Desde a programação visual da capa do LP ao gestual e cenário dos shows, tudo o Kiss copiou dos Secos & Molhados.
.
Tudo na maior cara-de-pau.
.
Sem o menor pudor.
.
Ao pessoal do Kiss, não faltou nem mesmo a língua de fora que, na verdade era um gesto que Ney Matogrosso fazia ao final de algumas das suas apresentações, o que pode ser conferido num vídeo do início da década de 70, postado no You Tube.
.
Muita gente consumiu e ainda consome o Kiss como o máximo em termos de originalidade.
.
Por isso, aqui minhas merecidas e mais do que justificadas vaias ao Kiss: uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu


Mais vaias para o Kiss: uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu


De novo: uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
23/70

São Francisco

De Vinícius de Moaraes

Com Ney Matogrosso

http://br.youtube.com/watch?v=l4woaSWxJxc&mode=related&search=

14/07/2007

19/70 - I

Não Existe Pecado ao Sul do Equador ( abertura da novela "Pecado Rasgado")

De Chico Buarque e Ruy Guerra

Com Ney Matogrosso

http://br.youtube.com/watch?v=dLEo-9xyndM

13/07/2007

15/70 - I

Bandido Corazon

De Rita Lee

Com Ney Matogrosso

http://br.youtube.com/watch?v=ZK7phiykWlU&mode=related&search=
13/70 - I

Racismo

Comentários ao artigo Cotas e “meritocracia”, de Eduardo Guimarães, em11/07/07
http://edu.guim.blog.uol.com.br/


[Paulo] [Belo Horizonte, Minas Gerais] [Professor Universitário]
.
Muitas vezes amigos e amigas me chamam para ir a restaurantes, bares, danceterias, etc.
.
Um dos estímulos é dizer que o lugar em questão é muito legal e tem MUITA GENTE BONITA.
.
Fui percebendo que nestes lugares não há negros.
.
Se há algum é com alguma roupa da última moda de Londres ou alguma indicação de posses, ou ainda, representante uniformizado de alguma atividade cultural afro-brasileira que se quer consumir, aí toda a GENTE BONITA não se incomoda.
.
O certo é que percebi como o racismo troca a semântica para continuar na moda.
.
12/07/2007 15:44
.
.
.
[Pierri] [Santos/SP] [Advogado]
.
Paulo, vc tem toda a razão.
.
"Gente bonita" é código para "brancos bem de vida na moda", assim como "gente de bem" é código para "gente de bens".
.
São expressões elitistas, pra dizer o mínimo.
.
E essa mudança de linguagem tem um nome: neurolinguística.
.
É uma técnica muito explorada politicamente, tanto que os dois grandes partidos estadunidenses têm especialistas nessa área.
.
Mudar as expressões permite estabelecer a discussão e seus limites.
.
E quem estabelece a discussão e os limites sempre vence.
.
Os termos neoliberais de "mercado livre", "lógica de mercado", etc é o velho laissez faire com nova roupagem, sem a bagagem que o termo antigo carrega.
.
E são aceitos por aqueles que jamais aceitariam o laissez faire.
.
Os exemplos dessas mudanças são muitos.
.
Reapresentar velhos, batidos e inaceitáveis conceitos com nova roupagem é um truque velho, mas que ainda funciona, infelizmente.
.
Linguagem é a arma mais poderosa que existe.
.
12/07/2007 18:55

10/07/2007

07/07/2007

11/70 - I

Pro Dia Nascer Feliz

De Cazuza e Frejat

Com Ney Matogrosso

http://br.youtube.com/watch?v=pyG0FK1pLHI&mode=related&search=
9/70 - I

Um utensílio=letra de carregar serpentes

A fotografia acima é de uma obra minha, um objeto, dada ao cantor Ney Matogrosso

Fiz a entrega através do seu assessor, após o show "Canto em Qualquer Canto" no último dia do mês de júpiter=25 de maio último, em Goiânia - Rio Meia Ponte
O objeto foi entregue no interior da sacola cuja foto encontra-se no post 4/70 - I
8/70 - I

O que eu vi
O título que eu vinha adotando para este blog, "o que estou fazendo," já não vale mais

Daqui prá frente pretendo trabalhar com o gancho=feedback "o que eu vi"

Qual o motivo da alteração do título do blog?
Eu estava dormindo, num estado de quase vigília, quando vi umas frases no topo da parede de uma velha casa de palha

Frases no local por onde costumam passar serpentes
PS1: não vou mais alterar a URL do blog. Deveria ter tomado esta atitude desde o início. Assim os leitores não teriam perdido contato comigo. Foi uma loucura o que fiz ficar alterando a URL defintivamente. Para atender à minha inconstância=impermanência eu poderia muito ter feito como agora: mudar apenas o título do blog e não o endereço. Inclusive tentei, por causa do sonho com a frase "o que eu vi," criar o blog http://oqueuevi.blogspot.com

05/07/2007

7/70 - I

De:
cao mulato


Para:
marc bembekoff , martine rousset , Maria Noemi de Araujo , Ivana Rego Monteiro , galeria mariliarazuk , nelly voorhuis , Paulo Venâncio Filho , Cristiana Nogueira , Carlos Zilio , angela freiberger , Guilherme Bueno , Carlo Bonfiglioli , christophe bichon , premiosergiomotta.org.br , vincent bonnet , pedro palhares fernandes , clarice tarran , r_loga@globo.com , jose carlos lima , Cláudio da Costa , frederic dumond , david Bouvard , emmanuel lefrant , Edite Carlesso , e'-doreflux@hotmail.comLaymert Garcia , grupo empreza , johanne-larrouze@wanadoo.frjujupsuk@yahoo.co.ukluizahguimaraes@globo.comvideobrasil , tito palmeiro , sandra reid

Data:
04/07/2007 16:55

Assunto:
La vidéo selon Edson Barrus

Bonjour les Amis, le texte sur ma production vidéo est en ligne :

http://www.yannbeauvais.fr/article.php3?id_article=374

merci, edson barrus

02/07/2007

5/70 - I

O que estou fazendo

O que estou fazendo?

Torturando-me

Nesta noite dormindo sonhei com uma uma mulher sendo espancada

O namorado=bruto começou a espancá-la ferozmente

Depois do espancamento ele começou a roçar os seios dela

Sexo

Depois do sexo ela, bastante ansiosa=fumante gritou bem alto a frase "ele me ama!!!!"

Sei que este sonho não era sobre outras pessoas

Era eu mesmo numa situação de baixa auto-estima

Fraca individualidade

Talvez o retrato=espelho do que estou fazendo

O que estou fazendo comigo?

Cadê?

O que estou fazendo?

Alguma carta?

Alguma pintura?

Alguma criação?

Alguma crônica?

Cadê?

Não tem cabimento ficar 24 horas pensando naquela pessoa que, de repente, sumiu de novo

Entendi claramente o recado do meu inconsciente=espelho

Por isso, a partir de agora, este blog terá como título a frase "o que estou fazendo"

PS1: ao lembrar-me daquela pessoa, que neste momento eu me pergunte "o que estou fazendo por mim agora?"

E se eu nada estiver fazendo, que passe imediatamente a fazer

Que tal arrumar meus dentes?
4/70 - I

apenas pensando naquela pessoa que, mais uma vez, sumiu

não quero mais

não vou permitir que minha minha mente seja ocupada com as lembranças de momentos vividos=passados

quero andar por aí

embarcar noutro trem

nem quero mais relatar o que fiz

agora quero falar do que estou fazendo

ao pensar naquela pessoa quero passar a pensar em mim

aliás, nem pensar em mim

mas fazer alguma coisa por mim