31/10/2009

O vírus reacionário de SP

Edu, este seu texto nos remete ao atraso de SP.

Na Semana de Arte Moderna de 22 estes reacionários vaiaram e jogaram bolinhas de papel em artistas como Vila Lobbos, no Teatro Municipal de SP. Isto parece fazer parte da história de SP. Esta moça, filha de metalúrgico, trabalha num mercadinho em frente a sua casa para se manter. Antes de tudo, está ai um preconceito de classe. Ela não usava Daslu. (...).

Dizem que os reacionários da UNIBAN insistem em repetir o "show" contra esta pobre moça. Cadê o Ministério Público que não age? E a própria universidade, o que fez até agora além de mandar apagar os vídeos? Trata-se de uma gente que pensa que ser moderno é andar por aí com um MP3 no ouvido, quando modernidade é, antes de tudo, ser democrático. Como seres não pluridimensionais, estes reacionários acompanham o primeiro esturro da boiada. É a cultura bovinóide. Segue link para interessantes textos sobre o ser unidimensional http://www.google.com.br/search?source=ig&hl=pt-BR&rlz=1R2ADFA_pt-BRBR343&q=unidimensional+marcuse&meta=lr%3D&aq=6&oq=unidimensional

.

.

Micheletti, Foro São Paulo e sacis pereres

Caro Luis Nassif, a respeito deste assunto (Honduras), faço minhas estas palavras:

“(….) A atuação determinada do Brasil junto às organizações internacionais e junto ao governo americano foram determinantes para dar fim à crise em Honduras. Dá engulhos ler, nos jornais, as matérias tecendo loas aos EUA e denegrindo o Brasil. Os EUA é que estavam dúbios. O Brasil sempre foi firme. Se os EUA tivessem sido firmes como o Brasil, a crise teria sido resolvida antes. Quando os EUA resolveram seguir a posição brasileira, e deram um ultimato final à Micheletti, a crise acabou (aparentemente).
Quando noticiou-se que Micheletti havia cedido, a comemoração dos zelayistas na Embaixada do Brasil foi gritar: Viva o Brasil! Viva Lula! Viva Zelaya! (…)”
Aqui o texto na íntegra, onde o escritor Miguel do Rosário discorre sobre o caso

.

Leia mais sobre as peripécias da imprensa tupiniquim.

.
Segundo este ótimo texto publicado no blog do Luis Carlos Azenha, Lula foi muito generoso com a imprensa, pois deveria ter jogado as flores sobre o cadáver.
.
aqui o Gilson Caroni demonstra como a Folha de SP está em plena campanha para eleger Zé Serra.
.
Uma lástima que a imprensa brasileira torça contra o Brasil por conta destas mesquinharias, a volta a qualquer custo de FHC e cia. No momento o Partido da Imprensa aposta no tudo ou nada. Não é à toa que a Gráfica Plural, do grupo Folha, fez vista grossa para o furto das provas do ENEM. Esta gente perdeu o senso do limite. No momento, o Brasil avançando, com a imprensa estrangeira apontando o progresso do Brasil em vários setores, temos os nossos meios de comunicação fazendo um moviemento contrário e apostando no quanto pior melhor. Estas forças do atraso defendem não se sabe o que, pois nem mesmo o capitalismo demonstram defender. Ah sim, defendem o retorno de FHC e cia, este senhor que nos trás tristes lembranças, pois que no poder praticou a pilhagem, transferiu empresas estatais para os seus amigos, mandou a PF recolher-se, corrompeu o Congresso para mudar a CF e ter mais um mandato quando o correto seria um plebiscito, enfim, a lista de desmandos é muito grande, quebrou o país 3 vezes. No entanto é por esta gente que a imprensa torce. Se a imprensa não está preocupada com sua credibilidade? Na cabeça desta gente a eleição de Zé Serra compensará todos os ricos, todas as perdas, o retorno financeiro é certo. Como nos velhos tempos de FHC, quando a Globo recebeu grana farta para não abrir o bico e manter o sigilo, por exemplo, sobre o filho que FHC teve com uma jornalista da emissora, a Miriam Dutra. Esta gente quer enganar a quem? Nada contra FHC ter filhos por aí, o que me irrita é o espírito de seletividade da nossa mídia. Enfim, FHC ter um filho por fora não é grave. Já Renan Calheiros tê-los é gravíssimo. Qual a única diferença entre um e outro? Renan é aliado de Lula e FHC não. Da mesma forma, Micheletti é aliado de FHC e Zelaya é amigo de Lula. É hora de malhar Lula por conta da vitória de Zelaya. Assim decretou o nosso imprensalão. Os cães latem uníssonos. A caravana passa.
.

Agêcias reguladoras: Armando Correa faz o nexo entre dois textos

Muito bom este comentário do Armando Correa, concordo plenamento com o autor.
.
Um escárnio estas leis sobre estas agências valerem mais que a Constituição Federal. Numa destas leis, os acionistas estatais da Vale, apesar de terem 49 por cento das ações, não podem indicar sequer um diretor, não podem nada, a não ser investir na Vale.
.
Noutra lei as empresas telefonia tem direito a reajuste mesmo que não gastem um centavo sequer de investimento no setor, de forma que prá que investir se a grana entra de qualquer jeito.
.
Quando o governo federal tenta mudar faz-se um rebuliço internacional, a velha história de que Lula estaria quebrando contratos e, portanto, tornando o país muito perigoso para os investidores face ao "furor intervencionsita" da esquerda no poder.
.
Eu heim.
Quer dizer então que acima das CF está a Consolidação das Leis que regulamenta as agências
.
Atualização
.
FHC se esquece que deu os fundos de pensão a Daniel Dantas
.
Por Paulo Henrique Amorim - em seu blog
.
"(...)
Amigo navegante, o Farol está preocupado com o que chama de “os grupos de poder ancorados, ao mesmo tempo, no governo e no fundos de pensão … É um só partido que controla os fundos de pensão … começa a haver uma tendência a um dirigismo… “
Inacreditável.
Quem foi que entregou a Previ ao Daniel Dantas ?
Quem foi que entregou a Petros ao Daniel Dantas ?
Quem foi que entregou a Funcef ao Daniel Dantas ?
Quem foi que destituiu a diretoria a Previ para ajudar o Daniel Dantas ?
Quem foi que nomeou um presidente da CVM advogado e sócio de Daniel Dantas ?
Quem era a “bomba atômica” que o André Lara Resende ia usar para entregar os fundos de pensão ao Daniel Dantas ?
Quando se disse “se isso der m…” – foi no Governo de Pedro Álvares Cabral ?
Quem disse que Daniel Dantas é “brilhante” ?
O “príncipe da privatização” no México fugiu para a Irlanda.
O do Peru está na cadeia.
O da Argentina não pode ver um camburão da Polícia que sai a correr.
E o rei da privatização francês, Jacques Chirac pode acabar na cadeia:
E o Farol pensa que só ele perdeu a memória (...)"
Aqui o texto completo onde PHA trata da privataria de FHC
.
Leia Mais
O dia em que FHC resolveu alugar um pedaço do Brasil.
Muito bom, não deixe de ler com a devida atenção que o assunto exige.
.

O aluno da Uniban

Ricardo, muito comovente o seu depoimento. Bom sabermos que nem tudo está perdido.
Vi os comentários no primeiro post e o que notei é que estudantes dos sexos masculino e feminino da UNIBAN que ali comentaram estão minimizando a coisa, levando tudo para o "ah eu também uso minissaia mas nunca aconteceu nada disso comigo, pelo contrário, as pessoas me adoram" (Mônica).
Ah é asssim então? Fácil né.
Por algum motivo que não sei explicar direito não gosto de fulana, ela tem cara de puta, além disso é loira. O outro(a) ali é preto. Aquele ali é manco, o outro é preto. Vou puxar um coro.
No começo será apenas a minha voz, serei eu um(a) único(a) protestante. Logo em seguida 1, 2, até atingir toda a universidade, 700 protestantes gritando "puta, vagabunda". Pelo jeito, vão dizer que o caso da UNBAN foi apenas um bullyng, algo comum nas escolas brasileiras.
Esperamos que este crime seja apurado e o(s) responsável(eis) punido(s). Sob pena de assistirmos a esta prática de assédio moral continuar.
Combater isso significa mais segurança para quem tem filhos(a) ou sobrinhos(a) ou amigo(a) na escola ou universidade e que tenha algum traço detestável na cor, no corpo, na mente.
Ou na roupa.
Não podemos mininizar isso ou transformar o episódio num show de alunos(as) ensandecidos.
.
Eu quis dizer bullying
Segue este link para definição deste termo segundo a Wikipédia
.
Atualização
Uniban tenta apagar vídeo da jovem agredida por usar roupa curta
(....)
"Nossa vida mudou"
O irmão da estudante que foi hostilizada, disse nesta sexta-feira (30) que a vida da família mudou após a repercussão do caso. Segundo ele, a irmã já estava sem ir à faculdade e ao trabalho desde o dia 23. “Hoje a nossa vida mudou, minha filha não foi para a escola, não consegui almoçar na hora, minha mãe não conseguiu sair de casa”, disse o metalúrgico José Adriano de Arruda, de 32 anos.
.
Para ele, a atitude dos alunos – que filmaram a jovem sendo atacada e postaram as imagens no site de vídeos YouTube – foi fruto de preconceito. “Tem um pouco de preconceito por parte dos alunos. Ela sempre usou essas roupas, e outras meninas também vão desse jeito.”Arruda também reclamou do posicionamento da faculdade. “A faculdade também não tomou providência.
.
Ela [a irmã] gosta de se arrumar, de usar salto, como acho que toda mulher gosta”, contou. A jovem está no primeiro ano da faculdade de turismo e, segundo a família, namora um rapaz um pouco mais velho há alguns meses. Há um ano e nove meses, ela também trabalha em um mercadinho que fica quase em frente à sua casa, em Diadema, também no ABC.

30/10/2009

Lembranças do passado presentes ou lideranças do passado presentes

Como se sabe, esta obra já foi várias coisas, muda sempre, posso colocá-lo em várias posições
Você sabia que isto já foi uma frota de navios?
Lembrei-me agora
O problema é que as coisas nunca são totalmente destruidas, sempre resta uma impressão de DNA
Sempre foi assim, criação e destruição, o antigo morrendo para dar lugar ao novo
O problema é que o novo traz consigo lembranças do passado presentes nem sempre reconhecidas
De vez em quando explode, quando tais traços são percebidos
Desculpem-me, agora tenho que sair, o relógio de ponto me espera
Depois explico o tempo que sigo
Este mensário não acompanha o calendário raso = gregoriano = superficial
.
Voltei para explicar o calendário
Hoje são 11 de netuno no novo calendário, 28 de outubro no antigo
Este mês começou no dia 20 de outubro e terminará em 31 de dezembro, quando será dado como encerrado este mensário
Preciso adequar este blog para esta nova realidade
Um mensário deve exibir, em primeira mão, o calendário
Cadê?
Preciso construi-lo, no momento preciso ir, o relógio de ponto me espera, não sou um desocupado como este lider
Refiro-me a esta liderança que comandou o protesto contra a "puta" na UNIBAN
Vide postagem anterior = posterior
Deve ser uma destas figuras que adora berrar "mãe quero uma coooooca"
Tem de mais por aí
Estes mimadões com suas vozes de meninosbobões
Mas que fora de casa adora agredir, estuprar
Cadê o lider?
Gostaria muito de conhecê-lo.
O tal líder, com certeza, deve ser um santo em casa.
Os pais nem desconfiam tamanha santidade em casa mas, lá fora, a tendência para o crime é de assustar
Geralmente dissimulados
Santinhos?
Então tá...
Esperamos que a UNIBAN expulse de suas fileira o(s) responsável(eis) pelo que ocorreu momentos atrás
Isto é o minimo que deve ser feito
Quanto ao resto que a polícia providencie.
Talvez um um hospital psiquiátrico para tratamento deste(s) retardados seja necessário.
.

A "puta" da UNIBAND ou a cultura bovinóide

Caro Josué Mecenas, parabéns por nos trazer à tona esta barbárie ocorrida na UNIBAND

Preferi não assistir ao vídeo onde da agressão. Vi somente o segundo vídeo, o da análise desta selvageria, fruto da cultura bovinóide que, apesar da modernidade, se manteve. Aqueles mesmos jovens, aquela mesma ideologia, o mesmo reacionarismo que levou uma turba a jogar a vaiar e apedrejar artistas como Villa Lobos na Semana de Arte de 22 permanece.

Por isso não tive estômago para assistir ao outro vídeo, sei do que se trata. O mesmo pensamento de séculos e séculos atrás persiste. Ontem um colega de trabalho, que morava na área rural de uma cidade do interior me fez um relato que pensei tratar-se de um tempo que já havia sido relegado à história, de tão distante, no entanto é fato recente e ainda acontece e muito contra as mulheres deste País. Foi este o seu relato que deixou-me surpreso ainda mais por saber que isto é visto como normal e portanto sem punição:

Ele: fui a uma festa. O filho do dono da festa chamou uma moça para dançar. Ela recusou. Aí pegaram umas corradas e a amarraram.

Eu: para que fizeram isso?

Ele: para ela não dançar mais. Esta é a lei. Se a moça rejeitar não pode dançar mais com ninguém. Ela passa a ser vigiada. Se ela dançar com outro rapaz corre o risco de ser morta.

Eu: continue a históriaEle: Ela foi amarrada com umas cordas. Começaram a bater nela. Ia estuprar. O pai dela chegou para prestar socorro, para pedir que não fizessem aquilo. Aí mataram o pai dela.

Eu: mas este tipo de coisa ocorria há muito tempo atrás. Hoje não ocorre mais.

Ele: que não ocorre que nada, ocorre demais

.………………

………….

Sim, agora sei que ocorre.

Agora sei.

Esta moça da Uniband agrediu a quem em específico. Com certeza a algum jovem dotado de posses, de poder de liderança sobre o grupo. Além desta visão tosca contra a autonomia da mulher,está implícito neste tipo de reação, o poder dos poderosos, dos endinheirados. Como sempre. Antigamente na roça, agora também nas cidades, dentro de uma universidade produtora de conhecimento. A cultura bovinóide*** é isso.

.

*** Bovinóide = lideranças que são seguidas feito boiadas, sempre assim, um estudante com poder de mando e ascenção sobre os demais, este estudante dá um grito e os demais respondem uníssonos. Seria muito interessante se o líder aparecesse. Estamos agurdando. Que a UNIBAN mostre a peça. Em todo crime há um mentor intelectual. Duvido do do que isto tenha ocorrido de forma espontânea. Impossível. Há por detrás disso uma voz de comando e por trás desta voz de comando uma cultura que eu chamaria de bovinóide.

.

Atualização - em 31/10/2009

Últimos comentários - no blog do Luis Nassif

Mônica disse:

Essa história tá pela metade, essa garota devia se achar a última coca cola do deserto, devia ter procurado briga com alguma garota de lá, não sei… Mas esse papinho de que foi hostilizada só por causa de um vestidinho curto não convence não…Eu também gosto de usar roupas curtas e todo mundo gosta de mim (pelo que eu saiba), não preciso ficar me auto afirmando toda hora.
.
jose carlos lima disse:


Pelo jeito a coisa vai virar bullyng e tudo vai acabar em pizza. O bullyng é aceitável e funciona assim “aquela garota é detestável” vamos massacrá-la. Não só homens como também mulheres fazem parte da festa. LamentávelIsto tem que ser punido. Não tem o menor cabimento se fazer justiça com suas próprias mãos. Se isto continuar, daqui uns dias qualquer um(a) de nossas sobrinhos(as) estão sujeitos(as) a este tipo de abuso. Os coleguinhas dela não vão com a cara dela porque ela é negra ou pobre ou tem cara de puta. Então vamos malhá-la: Puta! (um(a) protestante). Puta! (2 protestantes). Puta!!!!!!!!!!!!!!! (coro de 700 protestantes).

.

Eu quis dizer bullying

.

29/10/2009

Vai perder a oportunidade?

Clique na imagem para ampliar

Uma breve pausa para celebrar. Breve

"Senti que a briga que um pequeno mas crescente número de jornalistas comprou em defesa da profissão está surtindo efeito" ( Luis Carlos Azenha )
E fortalecendo a luta destes jornalistas, as pessos criaram seus próprios blogs, que repercutem não as matérias do PIG, mas aquilo que a nós interessa e ao nosso país, nossa cidade, isto é que o importante.
Falando em pausa, o presidente Lula também não tem férias?
Tudo bem, FHC não trabalhava, a não ser pra vender a Vale e a Telebrás para seus amigos, quer dizer doar.
A Telebrás para o Dantas, claro, com clásulas draconianas contra os consumidores e o País, como por exemplo o direito que tem as empresas de telefonia, mesmo que não invistam sequer um centavo para melhorar seus serviços.
Investir prá que então se a grana estará sempre garantida no bolso desta máfia que promoveu esta vergonhosa privataria?
Ao contrário de FHC, o presidente Lula tem trabalhado demais da conta.
Noto nisso um exagero, talvez não seja necessário tanto, o corpo pode não aguentar.
Ter saúde e aproveitar as oportunidades para o avanço deste País, tudo bem.
Mas uma férias seria bom de vez em quando, pense nisso, este seu excesso de trabalho.
Nenhuma mãe ficaria quieta ao ver um filho nesta situação.

Lucro da Vale despenca 61,3% no 3o trimestre

Cara Denise Luna, este seu artigo sobre a queda dos lucros da Vale, maior empresa privada do Brasil, hoje nas mãos do Bradesco, responde por 4 por cento do PIB brasileiro...
.
Os números da Vale são gigantescos e por isso a empresa não poderia ter sido "vendida" por 3 bi, sendo que esta grana foi dada pelo BNDES ao "comprador".
Na verdade o que ocorreu na privataria de FHC não foi um contrato de compra e venda mas uma doação da Vale para os amigos de FHC.
.
O pior de tudo é que esta turma que, conforme Roberto Freire, é de esquerda, não arreda o pé da sua visão estreita de estado mínimo e está de olho no pré-sal, tentando barrar o uso desta riqueza em favor da distribuição de renda e de um capitalismo menos selvagem.
.
Ou eram? Eram mas ainda são.
.
Voltando à Vale, você sabia que a empresa teve um lucro de 12 bilhões no terceiro trimestre de 2008 e que no entanto foi vendida por 3 bi...ridículo né...melhor dizer que a Vale foi doada para os amigos de FHC que, mediante estudos encomendados em sigilo, sabia que a Vale iria ser valorizada várias vezes, não por causa da sua privataria e sim devido ao aquecimento da econonomia da China.
.
A Miriam Leitão, o Agnelli e o restante da direção tucana na Vale já tentaram inclusive mudar a sede da empresa para a Suiça. Esta gente não acredita no Brasil, não querem investir por aqui, não agregam valor à matéria bruta, como já reclamou Lula.
.
Nas mãos desta turma o nosso País estaria tão bom das pernas quanto o México, literalmente falido por conta do ingrresso no NAFTA, que levou o país, ao contrário do Brasil, a não diversificar o seu comérico exterior. Esta gente é um primor. O leitonismo é isso.
.

Miriam Leitão, a estrela negra da blogosfera

Miguel, quer dizer então que a Miriam Leitão pede radicalização por parte da oposição sob pena de não derrotar Lula
Ocorre que a oposição já é vista como pelo povo como direita radical.
Se radicalizar vai virar o que então?
Heil Hitler!
É só dar uma olhada nos últimos posicionamentos políticos da turma de Zé Serra.
É direita braba.
Inclusive para fugir desta maldita marca, Roberto Freire (PPS), um garoto de recado da direita brasileira, veio a público sugerir que, para se eleger, Serra terá que renegar FHC durante a campanha eleitora.
Além disso, deu a entender que Serra terá que mostrar-se como um homem de esquerda, à esquerda de Lula, o que seria de fato.
Que bom se isto fosse verdade, pois não estaria ocorrendo esta perseguição implacável contra o MST e nem a criminalização do movimentos sociais.
Que bom se a oposição, ao invés de seguir o leitonismo(de Leitão, de Miriam Leitão), desse realmente uma guinada à esquerda.
Se isto ocorrer será ótimo para o Brasil, pois que Zé Serra e sua turma aceitará o regime de partilha do pré-sal com uso do lucro em benefício da população, democratização dos meios de comunicação com o fim do latifúndio midiático, CPMF sobre grandes fortunas para custeio da saúde como fator de distribuição de renda, ingresso da Venezuela no Mercosul, retorno de Zelaya à presidência de Honduras, etc.
Na verdade a oposição está diante de um grande dilema?
Para se eleger terá que ser o que é, ou seja, radicalizar o seu direitismo ou fingir ser de esquerda?
A qualquer momento veremos penas de tucanos voando voando para todos os lados.
Enquanto isso Lula solta os cachorros
.

28/10/2009

Vale tem ação com maior liquidez da América Latina

Caro Guilherme Barros,
parabéns por este importante informe.
Um escárnio que a Vale tenha sido doada a preço de banana à turma de FHC. Como se sabe, hoje quem preside a Vale são pessoas de confiança de FHC, como por exemplo a mulher do ex-ministro Paulo Renato, atual secretário de Serra. Como será possível Serra renegar FHC como quer Roberto Freire se toda esta gente participou do governo FHC? A não ser que reneguem a si mesmos. Quanto a Roberto Freire dizer que Serra é mais esquerda que Lula, isto é ótimo, pois nesta semana veremos, por causa desta guinada dos tucanos-demos:
arquivamento da CPI do MST
adoção do sistema de partilha para o pré-sal
taxação das grandes fortunas através da CPMF para o custeio da saúde
aceitação do ingresso da Venezuela no Mercosul

Que maravilha....

Bom se isto fosse verdade. Não aguento esta cara de peroba de Roberto Freire, falando nisso ele continua recendo seus mais de 12 mil reais de jetons dos cofres da prefeitura de SP para nada fazer?

Para saber o que o Brasil seria hoje é só verficar o que ocorreu com a Vale , gerida por tucanos, durante a crise: entrou em colapso. Vejam também o México que entrou no NAFTA, outro plano que teria sido cumprido se a conexão tucano-demo tivesse sido eleita. Sem falar na Petrobrás, que com certeza também teria sido doada após passar pelo sucateamento que vinha sofrendo, inclusive com afundamento da plataforma P-36, sem falar nos acidentes em alto-mar, petróleo derramando no mar, todos os dias.
Será que pensam que nós nos esquecemos disso.

Muito o bom o texto do autor, pois que demonstra claramente que o sucesso da Vale, se ocorre, é tão somente por fatores externos.

Na verdade FHC vendeu a galinha dos ovos do ouro. É muita inteligência para uma pessoa só.
.

Produtos exportados pelo Brasil, até setembro de 2009

Miguel, este seu texto é bastante esclarecedor. E não era sem motivo a rejeição do povo a FHC.
O seu nível de aceitação popular chegou a 10% dos brasileiros. E não era sem motivo. FHC e quebrou o país 3 vezes, mesmo que a sua política neoliberal tenha transferido todo o patrimônio nacional para os seus amigos, parentes e correligionários. A princípio o sistema Telebrás foi abocanhado por Daniel Dantas.
.
A Globo, para exaltar a privataria de FHC, costuma alardear que a Vale cresceu 6 vezes por causa da privatização (melhor dizer privataria). Mentira! A empresa cresceu sim, mas isto por causa do aumento do preço do aço no mercado internacional, o que, na época da privataria, FHC e sua turma sabiam que iria ocorrer, pois que contratram uma empresa estrangeira para fazer tal estudo.
Como a Vale hoje é dirigida por tucanos-demos, a melhor forma de saber como seria o Brasil é só verificar o que ocorreu com a empresa durante a crise internacional. Tivesse a direita vencido ao invés de Lula, o Brasil teria ingressado no NAFTA e para saber como estaríamos hoje, é só olhar para o México do presidente Calderon, de direita, cujo mandato foi conquistado através de fraude eleitoral. A Petrobrás teria tido o mesmo destino da Vale. Apenas alguns exemplos do quão é importante impedir o retorno da conexão tucano-demo.
.
Quanto a esta gente afirmar que é mais esquerda que Lula, que mostrem serviço então, tomando atitudes básicas tais como:
Defender o sistema de partilha para o pré-sal.
Arquivar a CPI do MST.
Aprovar a CPI do Latifúndio.
CPMF para as grandes movimentações de dinheiro, isto a título de distribuição de renda.
Cumprimento por parte das empresas da função social da propriedade, conforme prevê a CF.
Taxação das grandes heranças.
E olhe lá que estas atitudes deveriam ser defendidas inclusive pelos capitalistas interessadoss em melhorar seus negócios, em vender mais, o que é impossível num quadro de pobreza, miséria e ausência de distribuição de renda.
Olá, esquerdistas tucanos-demos, mãos à obra.


Em sua primeira decisão, Toffoli concede habeas corpus para acusada de furto de cosméticos

(Gilmar Mendes logo após ter sido beijado por Daniel Dantas)
(Toffoli no momento em que é beijado pelo irmão portador de síndrome de Down)



.
Cara Luana Lourenço,
Bastante simbólico esta primeira sentença proferida pelo ministro Toffoli, que mandou soltar esta pobre mulher.
Como pode uma cidadã presa por um bom tempo por causa de um furto de valor tão pequeno?
Quanto ficou para o Estado este processo?
Já Daniel Dantas...
Ah, este furtou bilhões mas teve Gilmar Mendes para dar-lhe dois habeas corpus seguidos.
Ineressante como o processo de Daniel Dantas se desenrolou rapidinho.
Já o desta mulher...
Como sabemos, a prisão do banqueiro bandido durou somente o tempo da redação do habeas corupus por Gilmar Mendes.
Lembro-me muito bem do Gilmar Dantas, digo Mendes***, chegando ofegante ao STF para soltar Daniel Dantas.
Já esta mulher...
.
*** Gilmar Mendes é o eterno garoto de recado de FHC
.

Dilma refuta Gilmar Mendes: “Não estamos fazendo vale-tudo nenhum”



Caro Luis Carlos Azenha,
Ontem o programa humorístico Casseta e Planeta/Globo, através das entrelinhas, disse que acabou esta coisa de governo x oposição e que nas eleições de 2010 haverá uma terceira via. Como se vê, a título de estarem fazendo humor, passam sua mensagem subliminar. A tal terceira via deve ser o mesmo Serra que, agora, é de esquerda, mais esquerdista que Lula, isto nas palavras de Roberto Freire que, além disso, sugeriu também renegar FHC durante a campanha eleitoral.
.
Quanto a se fazer política partidária a título de estar se fazendo humor, o programa CQC;Band do serrista roxo Marcelo Tass, também é expert nisso. Já esta afirmação de Gilmar Mendes que, a título de ameaça sugere que Lula não possa sair às ruas, o que é isso senão militância deste eterno garoto de recado de FHC? Pela ótica de Gilmar, Lula é um fora da lei. Já Serra, com propagandas no SBT, Band, gente pedindo voto, pode.
.
Que espaço nos resta senão as ruas, já que a imprensa está atuando em forma de partido político da direita? Por isso, nos EUA, Obama deu um chega pra lá na Fox News e disse que esta rede de TV era um partido de oposição, que o governo a partir dali, a consideraria como tal e que os demais meios de comunicação considerassem-na, também, como um partido político.
.
Qual é o papel da imprensa senão informar ao invés de criar factóides, mentir, montar arapucas, como tem feito a Veja e a Folha que, por sua vez, tem suas reportagens (melhor dizer peças publicitárias) repercutidas por todo o pool midiático mesmo se sabendo tratar-se de uma inverdade? E o rosário de inverdades da nossa mídia é muito grande, como por exemplo, os o grampo que teria sido feito contra Gilmar Mendes e que teria sido testemunhado pelo senador Demóstenes Torres (DEM-GO)
.
A trama ganhou capa na Veja e daqui pulou para os veículos de comunicação das outras 5 famílias magnas donas do latifúndio midiático: Frias, Saad, Marinho, Silvio Santos e Mesquita. Em seu furor oposicionista o Grupo Folha, dono da Gráfica Plural, responsável pela impressão (e segurança) das provas do ENEM, fez vista grossa para a lisura da confecção das provas do exame. Filmaram tudo, acompanharam a ação dos bandidos em tempo real, só que nada fizeram, pois que o “escândalo” seria uma chance para Zé Serra boicotar o ENEM, assim como boicotou outras ações do governo federal, o programa de compra da casa própria para paulistas e paulistanos, por exemplo.
.
Atualização
Vale a pena ler de novo

[Vera] [Rio de Janeiro, RJ, Brasil] [socióloga aposentada]
Essa gente aí, Marinhos, Silvio Santos, os Saad, as tais 6 famílias que dominam a mídia brasileira, não tem saída. Se meteram num caminho sem volta : se tornaram o verdadeiro partido de oposição no Brasil, dada a incompetência da oposição política. Os negócios deles dependem de se mostrarem poderosos para influenciar a opinião popular. E o Serra é outro que não tem mais volta: articulou-se com essa gente e não tem saída. Nos EUA, tem o grupo de mídia do Murdoch (Fox News, Wall Street Journal, e menores), mas é um grupo só, o resto tem mais compostura, ou são mídias menos poderosas. Mesmo porque há mais competição na mídia de lá. Por isso, a assessora do Obama pode enfrentar. Aqui teria de enfrentar as 6 famílias de uma vez. Aqui é oligopólio brabo.
.
Atualização
Mulher de Gilmar vai trabalhar com advogado de Dantas.
É a Grande Família !
.
A colonista(*) Mônica Bergamo informa na Folha(**) de hoje que a mulher de Gilmar Dantas (***) vai trabalhar como “gestora na área jurídica (?) do escritório do advogado Sergio Bermudes, do Rio.”
.
A colonista(*) Mônica Bergamo é excepcionalmente diligente e bem informada, até certo ponto. Por exemplo. Tão bem informada, ela se esquece de informar que Sergio Bermudes é um dos notáveis advogados dos 1001 advogados da milícia judicial de Daniel Dantas.
.
Ou seja, a mulher do juiz que, deu em 48hs, dois HCs a Daniel Dantas vai trabalhar com o advogado de Dantas. Viva o Brasil !
Paulo Henrique Amorim
Saiba mais clicando aqui, tem até uma foto da linda
.

27/10/2009

A oposição abandonou o barco da mídia

Caro Luis Nassif, parabéns pelo texto.

Você foi um dos responsáveis por este desfecho. Não é à toa que a Abril/Veja abril digo abriu vários processos judiciais contra a sua pessoa, o que é uma incongruência, pois não tem o menor cabimento um cidadadão ser processado por uma revista cuja atividade fim é exatamente a opinião ou, para usar o jargão que eles adoram, a liberdade de imprensa.

E vem mais coisa por aí, pois os novos e-books acabarão não só com com os jornais impressos como também com o manchetismo, estes alarmas sociais provocados por coisas manchetes mentirosas tais como "Dilma é Terrorista", "Lina Vieira achou a mala com a agenda", "70 milhões de pessoas serão afetas pela gripe suína, 35 milhões morrerão ***".

A mídia foi bem mais além na sua sanha golpista e entrou de corpo e alma em algumas campanhas, como por exemplo contra a CPMF, um imposto que era pago em especial pelos grandes grupos econômicos e que, num país tão desigual como o nosso, significava um mínimo de distribuição de renda, conforme pensamento expresso pelo Dr. Adib Jatene.

A velha mídia será enterrada sim, no entanto seus restos mortais ecoaram em nossos ouvidos ainda por um bom tempo. Há muito mais surpresas vindo por aí, como por exemplo a migração dos jovens para a internet, inclusive pesquisas recentes indicam que a maioria dos jovens prefere a internet a outros meios de comunicação.

Até que ver onde as 6 magnas famílias que em pool formam o oligopólio da informação e da fala farão com o seu manchetismo, se daqui uns dias os jovens carregarão sues e-books a tircalo, contendo em seu interior mais de 2 mil títulos dentre livros e jornais e nenhuma árvore destruida.

E agora, josé

*** O prazo dado pela Folha para tantas mortes pela gripe suina foi de 2 meses. Após 6 meses a cifra não foi confirmada. Para não ficar mal na fita a Folha fez uma pesquisa por telefone para saber se alguém teria contraído gripe naquele período, enfim, uma palhaçada sem tamanho.
.
Atualização

TV perde espaço para a internet

A TV, o eletrodoméstico de maior penetração no país, já não é considerado o item mais importante do dia a dia para a população jovem (de até 34 anos), segundo resultado de pesquisa feita pelo Ibope sobre hábitos de consumo de meios de comunicação.

Para a faixa etária de dez a 17 anos,o computador com acesso a internet é o aparelho mais relevante (com 82% no ranking de prioridade), seguido pela TV (65%) e telefone celular (60%). Dos 18 aos 24 nos, o líder do ranking passa a ser o telefone celular (78%), com computador ligado à rede (72%) e TV (69%) em sequência, o que tem pequenas diferenças em relação ao próximo grupo, dos 25 aos 34: celular (81%), TV (73%) e computador (65%). Na média geral da população, a TV fica na liderança da pesquisa, com77% de preferência.

Para Dora Câmara, diretora comercial do Ibope, os resultados também são explicados por um processo de convergência: quanto mais jovem a população, maior é a capacidade de acomodar os meios de comunicação de forma simultânea.
"Metade dos jovens de 12 a 19 anos costuma acessar a internet enquanto veem TV ou ouvem rádio", diz.

Uma nova obra

Amigos(as),
"O mestre disse: Não é grave se os homens não te conhecem, grave é se tu não os conheces." Confúcio

Mundo largo

Clique na imagem para ampliar

Meus caros amigos, desculpem-me pelo sumiço, há tempos não acessava minha caixa de email, quis dar um tempo em tudo
Meu mundo estava restrito a poucos interlocutores, não estava querendo saber de outros
Dentro do processo de blogar percebi isso
Dei um tempo até mesmo para meus amigos reais, alguns não entenderam e estão magoados
Talvez eu tenha que pedir perdão para eles, o Chico sumiu depois que lhe proibir de assistir ao Jornal Nacional
Imagina só perder uma amizade por causa da Globo
É bem provável que eu tenha que fazer um enorme esforço para alargar meu mundo
Nós e não apenas eu
Hoje começa a descontrução da monografia, inclusive o título deste blog foi alterado
Talvez vire "poligrafia"
Ou "mundo largo"
Alargado
Largado
Ainda não sei

26/10/2009

Investigar os latifundiários. Já

Dr. Rosinha, o Sul do Maranhão, Balsas em específico, é uma região produtora de soja, a cidade é apinhada de carros importados, no entanto a pobreza é de causar dó.
Uma CPI do Latifúndio poderia tornar este quadro mais claro e apontar para sugestões e decisões no sentido da melhora.
Por exemplo, que as empresas sediadas numa determinada cidade cumpram o papel da função social da propriedade, por sinal previsão legal da CF

Economist: México morre de inveja do Brasil

Nota do Viomundo: O Viomundo tem memória de elefante. O Viomundo se lembra muito bem quando a TV Globo mandava repórteres ao Chile para dizer que lá, sim, estava o paraíso capitalista. O Viomundo se lembra muito bem quando a revista Veja mandava repórteres ao México para dizer que lá, sim, estava o futuro da América Latina. O Viomundo é suficientemente informado para declarar que o texto acima é um primor de desfaçatez, ao atribuir os problemas do México a mau gerenciamento de algumas empresas privadas. O México está nessa pindaíba por ter acoplado sua economia à dos Estados Unidos, como fornecedor de mão de obra barata. O México está nessa pindaíba por ter promovido privatizações que concentraram o controle da economia na mão dos amigos do rei. Se o México fizer o que o autor do Economist sugere, "aprofundar" o estado mínimo, o México vai implodir. O México precisa desesperadamente de um mercado interno, mas promover um mercado interno no México atrelado ao NAFTA implica em perder a vantagem competitiva que sobrou ao país: mão de obra barata para produzir as mercadorias que os americanos agora não querem comprar. Quando é que os neocons vão admitir que a política de distribuição de renda -- no Brasil, via salário mínimo e Bolsa Família -- foram responsáveis por fortalecer o mercado interno, que ajudou a salvou o Brasil na crise? Podem esperar sentados. Eles ainda vão culpar o Obrador pela atual crise do México.
______________________________________________
Azenha, a sua nota de rodapé ao final do texto, deveria ter vindo como texto principal. É que está mais interessante que o texto da Economist.
.
Tivesse a conexão tucano-demo sido eleita, não só teriam doado a Petrobrás (que havia sido sucateada por eles com o motivo de doá-la), como o Brasil teria ingressado no NAFTA, tal como o México, sendo obrigado a comprar e vender de apenas um país, os EUA, no momento envolvido em gastos astronômicos com guerras, em crise e sem luz no fim do túnel à vista.

Ainda há quem diga que tanto faz Lula como FHC. Quando Lula recebeu o Brasil das mãos de FHC o país estava na UTI. Não havia comércio exterior. FHC só viajava para aparecer em fotos com aquela bocarra, por sinal, salivando para abocanhar o pré-sal.

E pensar que Calderón é presidente do México às custas de fraude. Foram abundantes as provas contra ele.
.
Fosse o presidente do México o Obrador, de esquerda, com certeza hoje estas duas economias seriam parceiras ao invés de competidoras, esta competição destruidora e invejosa, conforme colocado no texto.
.
O que sabemos é que, ao invés deste tipo de competição destruidora, o Brasil tem adotado a parceria e amizade entre os países com os quais incrementa o comércio bilateral, inclusive com a Bolívia, que nacionalizou a Petrobrás boliviana, foi assim, venceu o diálogo, o bom senso, e sairam ganhando os dois lados.
.
Uma pena de o bloco tucano-demo, em seu permanente furor fratricida, esteja impedindo a entrada da Venezuela no Mercosul. Esta gente deveria ter o México como exemplo do que não deve ser adotado por aqui. No entanto, parece que para estes inconsequentes, quanto pior melhor. Prá isso contam com o apoio da mídia para impedir os avanços.

A América Latina e o período histórico atual

Caro Emir Sader, este seu texto é daqueles escritos para serem lidos e debatidos onde estejamos.
.
Lembro-me da era neoliberal de FHC, tudo sendo desmontado em nome do cumprimento do princípio do estado-mínimo, empresas como a Vale do Rio Doce, Telebrás e outras foram doadas. .
Hoje a Vale está sob direção dos que promoveram a privataria quando deveria estar servindo ao desenvolvimento nacional.
.
Agora, para retornar, estes que ontem eram neoliberais, estão se dizendo de esquerda.
.
O Roberto Freire disse em alto e bom som que Serra é de esquerda e que FHC terá ser renegado sob pena de perderem as eleições, de forma que estamos vendo esta gente apropriando-se de símbolos e discursos da esquerda para voltar ao poder.
.

Roberto Freire quer que Serra renegue FHC

Caro Roberto Freire, renegar FHC, logo FHC que garantiu bons cargos para os do teu partido, como por exemplo Raul Jugman
Ah sim, regenegar somente perante o público
Entendi
Se Serra ganhar, no dia da posse FHC estará com aquela bocarra pronta para devorar o pré-sal
Renegar...
Isto faz parte do teu surrado dicionário
Falando nisso, já renegastes o cargo de conselheiro junto ao município de SP pelo qual recebes polpudos salários para nada fazer?
Renegue a si também.
"(....)Até Ricardo Noblat, colunista do jornal O Globo, registrou o fato curioso no seu blog, replicando um artigo de José Dirceu intitulado Roberto Freire recebe jetons da prefeitura. Ele informa que o ''presidente nacional do PPS, que posa e gosta de se apresentar como paladino da moralidade no país, recebe jetons no valor de R$ 12 mil mensais da prefeitura de São Paulo pela participação em dois conselhos municipais - Empresa Municipal de Urbanização (Emurb) e SP-Turismo... O conselheiro assina atas de reuniões a que não comparece, com o agravante de que é integrante da turma do falso moralismo, da turma dos gigolôs da ética alheia'' (....)"
http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/altamiro-borges-roberto-freire-vira-aspone-de-kassab/

O Poder da China

Cara amiga Cláudia,
Passaremos a ter chineses e chinesas como padrão de beleza
Se bem que a admiração por seios fartos os EUA nunca conseguiram nos transmitir, apesar da propaganda em todos filmes
A preferência nacional pelo bum bum foi mantida po aqui
Nesta parte as chinesas perdem feio
Tudo bem, o bum bum tábua pode virar moda por causa da China
O Império manda
.

Segundo Hilano Carvalho a China não será imperialista.
Esperamos que sim.
O Brasil tem adotado o regime de parceria e partilha junto aos outros países, ao invés do exercído do poder do mais forte sobre o mais fraco.
O caso da Bolívia é exemplar.
Quando a Bolívia nacionalizou a Petrobrás boliviana, não houve bravatas por parte do Brasil.
Muito pelo contrário, Lula defendeu que a Bolívia, um país paupérrimo, tinha sim, direito à soberania sobre sua riqueza natural, seus minérios.
Que a diplomacia brasileira seja uma escola para o mundo, inclusive para a China.
Que não exista nunca mais a política fratricida de nações ricas sobre os demais povos.
.

Gilson Caroni e a CPI do MST

Caro Azenha, até que enfim um autor pé no chão
Se bem que viajar, escapar um pouquinho para fora da realidade faz bem.
Porque não imaginarmos outros mundos.
Isto é ótimo, que o diga O Pequeno Príncipe/Saint Exupery.
Se bem qu acho estranho ver um anarquista citando Marx, o anarquismo rejeita o marxismo por considerá-lo racionalista, cartesiano, lógico.
E anarquista e lógica são duas coisas que não combinam, posso estar enganado.
No lugar da lógica a patafísica.
Podem dizer que Marx foi contra o Estado.
Que os regimes como soviético e chinês não tiveram nada a ver com os ensinamentos de Marx, uma vez que o comunismo, de fato, prevê a ausência de controle sobre as pessoas.
A ausência do Estado.
Ah, sonhar é muito bom.
Ninguém há de rejeitar um sistema onde as pessoas são livres, a auto-gestão é aplicada nas empresas, não há exploração do homem pelo homem, há a harmonia (entre animais, seres humanos e pessoas jurídicas ), prisões não existem por que no lugar das grades há o abolicionismo penal.
Pensando bem, já estou cansado desta realidade.
Vou sonhar um pouco.
A partir de agora dar uma de Pequeno Príncipe será ótimo.
No entanto minha viagem não terá o poder de fazer-me perder o senso da realidade.
A minha ruptura não será com Lula mas apenas com a realidade.

TSE: hackres abrem o bico

Caros ministros,

Sobre a convocação de hackres para testar as urnas eletrônicas

Vários limites serão impostos aos hackres

Os hackrers não poderão usar seus “instrumentos de trabalho” mas apenas aqueles oferecidos pelo TSE.

É que, dando corda aos hackres, as urnas poderão ser invadidas e até danificadas.

Há confissão maior de que as urnas eletrônicas são vulneráveis?

Não sou quem diz isso e sim o próprio TSE com o seu desafio ao hackres
.

Mandato revolucionário?

Amigo Chico Oliveira, Lula não recebeu um mandato revolucionário, para ruptura com o sistema anterior, o capitalismo.
.
Mandato revolucionário não se consegue através de urnas e sim pela revolução, através das armas, como ocorreu em Cuba, Nicarágua, etc.
.
Chavez está conseguindo mas a Venezuela é praticamente rural, quase não tem industrias, somente o petróleo da PDVSA, uma economia mínima e um pais bem menor do que o Brasil continental.
.
Revolução por aqui só se uma revolução de metralhadoras x paus e pedras.
Por enquanto é aterrisar e saber que, enquanto não vier a revolução não tem mandato revolucionário e tem sim que negociar, negociar e negociar, o que Lula fez durante a luta sindical no embate com o patronato.
.
Pelo menos enquanto a turma de FHC não voltar, e quando isto ocorrer os luntáticos acharão isso ótimo, pois que o estado burguês estará sendo gerido pelos burgueses.
.
O povo? Que morra de fome. O Bolsa-família é contra-revolucionário. O PRO-UNI, o vale-cultura, o Peti (programa de erradicação do trabalho infantil, o dinheiro do pré-sal para a educação, previdencia,etc, também.
.

25/10/2009

Lampião causa polêmica

Nesta postagem fiz um comentário onde citei Lampião como exemplo destas relações tensas que eu chamaria de: ela (imprensa) x os outros que se danem.
.
jose carlos lima disse:
Opa, desculpem-me, esqueci da fonte, tem uma charge de Ziraldo sobre o encontro entre a imprensa e Lampião
http://docs.google.com/Doc?tab=edit&dr=true&id=df6xpmsd_81f5qdxkdn
.
Silvana disse:
Não tenho permissão para acessar…
.
jose carlos lima disse:
Nossa Silvana,
Apontastes um erro de configuração que eu não sabia que estava ocorrendo.
Na verdade, como estava configurado o meu docs.google não tinha como você acessar.
Somente eu mesmo poderia acessar meus documentos, eu não sabia que estava assim, portanto te agradeço pela manifestação.
Agora a leitura é pública, caso o fechamento persista, favor me aviseAbs
Paulo Kautscher - São Gonçalo -RJ disse:
Tente aqui.
http://www.lampiao.sertaonet.com.br/
.
luisnassif disse:
Lima, por favor, junte todo o material do Lampião no post adequado, para que eu possa publicar.
.
jose carlos lima disse:
Vou juntar, enviarei para o seu email luisnassif@ig.com.br
Este mesmo o email ne
.
Paulo Kautscher - São Gonçalo -RJ disse:
Melhor aqui.
http://www.lampiao.sertaonet.com.br/
.
Jorge Nogueira Rebolla disse:
A visão romântica do Lampião como herói ainda persiste. Este comentário é desumano! José Carlos você têm noção de quanta dor e sofrimento o bando de lampião causou ao comenter seus inúmeros crimes? Muitos deles contratados pelos coronéis para punir os seus desafetos.Seguindo por este caminho em breve você tecerá loas ao pcc! Talvez até solicite a inclusão de fernandinho beira-mar como herói da pátria, afinal foi preso num acampamento das farc, idolatrada por grandes seguimentos da esquerda tupiniquim.
.
EGF disse:
Uai, por que cometeu atrocidades — em um tempo de atrocidades, diga-se de passagem — não merece ser lembrado e estudado?
Não é papel dos historiadores definir o bem e o mal. E, segundo a sua visão, o melhor mesmo é esquecer. Não estudar os fenômenos políticos-sociais que porventura causaram mal às pessoas?
Esqueçamos tudo de mal que a humanidade já praticou contra a humanidade e viveremos felizes para sempre?
.
jose carlos lima disse:
Caro Nogueira Rebolla,
Tenho acompanhado seus comentários no Azenha, de forma que, por já conheçar seu ideário, não estranho sua oposição a Lampião.
Saiba que estou apenas começando a puxar o fio desta meada, aguarde outras revelações, você ainda se indignará e muito comigo.
Este assunto não começou neste post mas bem atrás, quando, por conta de um presente da Maria da Palha (recebido por Nassif) falamos de arte popular e, claro, foi um mestre nisso, tive o prazer de deliciar-me com suas criações numa das Bienais de SP.
Quanto ao lado perverso de Lampião eu por acaso o neguei em algum momento? Não percebes que, ao invés de fazer apologia ao crime o trato como bandido o tempo todo e não como um santo?
Estou até pensando em usar tudo isso, os meus e vossos comentários para uma monografia. Portanto suas críticas são bem vindas, pois que termirão fazendo com que eu escreva capítulos e mais capítulos sobre Lampião.
Uma coisa é certa, Lampião não era qualquer um, ou seja, não era um homem uni-dimensional, e se o fosse não teria ocupado páginas e páginas do New York Times
Acompanhe o assunto desde o começo, segue o link para a Maria da Palha
http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/10/23/o-artesanato-de-maria-da-palha/
.

Silvio Santos faz campanha para Zé Serra


Estou preocupado com o rolo compressor que está se formando, aliás, já se formou para derrotar Lula e trazer de volta FHC e cia.
As redes de Tv, por sinal concessões públicas e por isso, conforme a CFRB obrigadas à imparcialidade, não estão nem aí para o cumprimento da Lei.
.
Apesar de vermos as redes de TV fazendo campanha descancarada para eleger Zé Serra, conforme Gilmar Dantas, digo Gilmar Mendes/STF, Lula não pode sair às ruas para encontrar-se com a população, pois que isto é muito perigoso, pois se trata de propaganda eleitoral.
.
Para o mesmo Gilmar, Serra não está em campanha. E se estivesse, como seria? Dias atrás no DATANA/Band, até parece que o horário do TRE já havia começado, até um jogador do Corintias disse que votaria nele e que as pessoa também votassem em Serra. Vejo isso como um atentado à democracia brasileira. Isto não pode ficar assim. Não tem o menor cabimento.

.

[Vera] [Rio de Janeiro, RJ, Brasil] [socióloga aposentada] Essa gente aí, Marinhos, Silvio Santos, os Saad, as tais 6 famílias que dominam a mídia brasileira, não tem saída. Se meteram num caminho sem volta : se tornaram o verdadeiro partido de oposição no Brasil, dada a incompetência da oposição política. Os negócios deles dependem de se mostrarem poderosos para influenciar a opinião popular. E o Serra é outro que não tem mais volta: articulou-se com essa gente e não tem saída. Nos EUA, tem o grupo de mídia do Murdoch (Fox News, Wall Street Journal, e menores), mas é um grupo só, o resto tem mais compostura, ou são mídias menos poderosas. Mesmo porque há mais competição na mídia de lá. Por isso, a assessora do Obama pode enfrentar. Aqui teria de enfrentar as 6 famílias de uma vez. Aqui é oligopólio brabo.

.
[jose carlos lima] [goiania] [go] Vera, o pior de tudo é quanto mais eles fazem isso mais tem que fazer porque, comprometidos, tem que se comprometer mais ainda, pois que ficará muito feio se, depois que eles apostaram tanto e para isso colocaram em jogo a própria credibilidade das suas redes, não podem perder. E prá ganhar terão que inclusive partir para o vale tudo, para chutes no saco, cabeçadas, etc. Como a CF tipifica isso como crime, o Judiciário poderia evitar. No entanto o que vi foi o programa CQC/Band detonando a Marta em plena campanha eleitoral. Acaba o horário eleitoral eles entravam no ar para ajudar o Kassab e detonar Marta e Alckmin, este por não ser apoiado por Serra. Uma pena que nosso País tenha chegado a este ponto, a democracia sendo ameaçanda por estes cangaceiros modernos.
.
Silvio Santos vem aí

Por Eduardo Guimarães - em seu blog


Sábado à noite (24/10/2009, próximo à meia noite), Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). Na tela, Sílvio Santos, José Serra, Gilberto Kassab e “aspones”. O dono do SBT faz elogios rasgados ao governador e ao prefeito, os quais, nas palavras do próprio Kassab, formam “a dupla que governa bem São Paulo”. Serra, por sua vez, diz que é “tão bom cantor quanto governador”.

.
Entre elogios e auto-elogios, o homem do baú e os chefes dos Executivos municipal e estadual paulistas ocupam minutos infindáveis daquela concessão pública para fazerem escancarada campanha eleitoral. No dia seguinte (este domingo), acesso o site do jornal Folha de São Paulo e vejo, de cara, três ou quatro textos sobre a “campanha eleitoral” que Lula e Dilma estariam fazendo.

.
Todo dia é isso. Globo, SBT, Bandeirantes, TV Gazeta, CBN, Eldorado, Folha, Estadão, Veja, O Globo, UOL, IG, Terra, G1... Em todos esses veículos, acusações a Lula e a Dilma de que estariam fazendo campanha eleitoral. Não se vê uma só dessas acusações a Serra.

.
Jamais vi na TV tão acintoso uso eleitoral de uma concessão pública para promover dois políticos como vi no SBT ontem à noite. Em minha opinião, aquilo constitui motivo mais do que suficiente para que o PT, ao menos, tome uma atitude. Silvio Santos prometeu ali ser um dos mais engajados cabos eleitorais de Serra no ano que vem. Só que o SBT não é dele, é concessão pública...

.
A única forma de fazer com que a imprensa admita que Serra está usando os cofres públicos, as concessões públicas e, numa estranha aliança, a mídia privada para fazer campanha eleitoral antecipada, será o PT fazer uma queixa à Justiça eleitoral, como fazem, direto, o PSDB e o DEM, e por razões muito menos concretas.

FONTE:http://edu.guim.blog.uol.com.br/arch2009-10-25_2009-10-31.html#2009_10-25_10_37_00-3429108-0.


Lampião x imprensa

(Charge de Ziraldo)
.
Em 1926, tendo o Padre Cícero como negociador, o governo tentou cooptar Lampião para destruir a Coluna Prestes.
O acordo não vingou.
Houve sim uma troca de tiroteio entre o bando de Lampião e a Coluna Prestes.
No entanto isto ocorreu porque o bandido, ao cruzar com a Coluna Prestes no inteior da caatinga, pensou tratar-se de forças do governo.
Naquele momento de de relativa paz, num sótão, o bandido concede uma coletiva aos jornalistas, dentre eles um médico.

A impressão da imprensa
.
"(...) os outros facínoras observavam-nos, com um misto de simpatia e desconfiança.
Ao lado, como um cão de fila, velava o homem de maior confiança de Lampião, Sabino Gomes, seu lugar-tenente, mal-encarado.
-É verdade, rapazes!
Vocês vão ter os nomes publicados nos jornais em letras redondas...
A esta afirmativa, uns gozaram o efeito dela, porém parece que não gostaram da coisa.
(...)
.
Outro lance da coletiva
.
- Agora, Lampião, pedimos para escrever os nomes dos rapazes de sua maior confiança.
- Pois não. E para não melindrar os demais companheiros, todos me merecem igual confiança, entretanto poderia citar o nome dos companheiros que estão há mais tempo comigo.
E escreveu.
1 - Luiz Pedro
2 - Jurity
3 - Xumbinho
4 - Nuvueiro
5 - Vicente
6 - Jurema
E o estado maior:
1 - Eu, Virgulino Ferreira
2 - Antônio Ferreira
3 - Sabino Gomes.
Passada a lista para nossas mãos fizemos a "chamada" dos cabecilhas fulano, cicrano, etc.
Todos iam explicando a sua origem e os seus feitos.
Quando chegou a vez de "Xumbinho", apresentou-se-nos um rapazola, quase preto, sorridente, de 18 anos de idade.
- É verdade, "Xumbinho"! Você, rapaz tão moço, foi incluído por Lampião na lista dos seus melhores homens...
Queremos que você nos ofereça uma lembrança...
"Xumbinho" gozou o elogio.
Todo humilde, tirou da cartucheira uma bala e nos ofereceu como lembrança... (...)"
Comentário meu
.
Como este encontro seria noticiado hoje?
Qual seria a manchete?
Qual frase da entrevista desta entrevista de Lampião à imprensa seria pinçada para ser manipulada e em seguida virar manchete em todos os jornais, TVs e portais da intenet?
Com certeza haveria manipulação.
Talvez não, por temor das consequências.
Hoje a imprensa é que virou bandida.
Que o diga Luis Nassif, perseguido pela família Civita/Veja/Abril por expressar sua opinião.
Estamos sim, precisando de um novo Lampião.
Quem sabe assim os jornais pensem duas vezes antes de tripudiar?
Se bem que hoje, quem faz as vezes de Lampião é Zé Serra.
É só ver o poder que ele tem sobre a imprensa.

Lampião e a reforma agrária

Você sabia que Lampião morreu no Portal da Folha?
Portal da Folha era o nome da cidade onde ficava a Fazenda Angico, onde Lampião foi morto após traição.
O fotógrafo e cinegrafista árabe Benjamin, uma espécie de jornalista ambulante, autor de fotografias e filmagens do bando foi assassinado após a morte de Lampião. O material de Benjamin foi apreendido pelo governo e, esquecido nos arquivos do DIP, extraviou-se.
Ainda menino já trabalhava, carrregando água, enchiqueirando bodes, dandocomida e água aos animais da fazenda, pilando milho para fazer xerém e outras atividades compatíveis com sua idade.
.
“(….) cultivava algodão, milho, feijão de corda, abóbora, melancia, cuidava da criação degado, e dos animais. Posteriormente tornou-se vaqueiro e feiranteA vida amorosa era como a de qualquer jovem de sua idade, e se não houvessemoptado pela vida de cangaceiro, certamente teriam constituído sua família e tido um larestável como foi o de seus familiares. Até entrar para o cangaço, Virgulino era uma pessoascomuns, pacífica, que vivia do trabalho (trabalhavam muito como qualquer sertanejo) nafazenda e na feira onde ia vender suas mercadorias. (…)
.
O cotidiano de Virgulino Ferreira da Silva.
O sustento da família de Lampião vinha do criatório e da roça em que trabalhavamseu pai e os irmãos mais velhos, e da almocrevaria. O trabalho de almocreve estava mais acargo de Livino e de Virgolino, e consistia em transportar mercadorias de terceiros no lombode uma tropa de burros de propriedade da família.Lampião desde criança demonstrou-se excelente vaqueiro. Cuidava do gado bovino, trabalhava com artesanato de couro e conduzia tropas de burros para comercializarna região da caatinga, lugar muito quente, com poucas chuvas e vegetação rala eespinhosa, no alto sertão de Pernambuco.
.
Esse conhecimento precoce dos caminhos do sertão foi, sem dúvida, muito valioso para o cangaceiro Lampião, alguns anos mais tarde.Na região em que ele vivia era freqüente, também, os atritos entre famílias tradicionais devido às questões da posse das terras, às invasões de animais e às brigaspelo comando político da região. Num desses confrontos, o pai de Lampião foi assassinado.Para vingar a morte do pai, entre outros motivos, Lampião entra para o cangaço, por volta de 1920, (…)
.
Comentário meu
.

Fiz esta ponte entre Lampião e a reforma agrária para nos darmos conta do quanto este assunto não resolvido é antigo. Agora, ao invés de resolvê-lo, a elite quer impedi-la através da CPI do MST.
.
Como se vê, a falta de reforma agrária gerou Lampião e continua gerando muitas mortes nas metrópoles brasileiras entupidas de favelas habitadas por pessoas que deveriam e gostarim de estar morando na roça e gerando riquezas, pois como se sabe, são os pequenos agricultores quem de fato abastece de alimentos nossos lares.
.
A família de Lampião, que vivia da roça, teve suas terras tomadas por estes que hoje, respondendo pelos nomes tais como Kátia Abreu (DEM-TO) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) querem por fogo no campo e nas cidades mediante o impedimento da reforma agrária.
Fiquei muito emocionado com a história de Lampião.
.
Ele carregava consigo uma máquina Singer, de costura.Um ótimo estilista, médico dos seus, estrategista, Lampião foi de tudo um pouco, artista, poeta, etc.
.

Contra a CPI do MST

Por Luis Nassif - em seu blog

O novo desenho do país está dado.
.
Tem que ser suficientemente amplo e plural para caber a grande empresa e o pequeno empreendedor, o sistema financeiro e os movimentos sociais, o agronegócio e a agricultura familiar, as políticas industriais e a Bolsa Família.
.
Esse é o desenho de país moderno que se pretende. E peça chave nessa montagem é o repúdio a toda forma de radicalização, parta de quem partir.
.
O MST é um movimento jovem. Como todo movimento político infante, tem a fase de radicalização. E tem a fase do amadurecimento.
.
Conheci a Universidade MST uns dois anos atrás e fiquei impressionado com o trabalho que fazem. Nas poucas conversas que tive com o Stédile me pareceu um intelectual sólido e um belo organizador de um mundo à parte – com a cultura MST, as pequenas propriedades do MST.

Clique aqui para continuar lendo
.
Comentário meu

O objetivo da CPI do MST é barrar a reforma agrária.

O problema gerado pela falta de reforma agrária perpassa todos os momentos da nossa história até agora, envolvendo muitos de nossos personagens, como por exemplo Virgulino Ferreira da Silva, o bandido Lampião.
.
Hoje assisti a um vídeo (vide postagem anterior), muito interessante, o qual registra o encontro de Lampião com o fotógrafo e cineasta libanês Benjamin Abraão, autor das únicas imagens do cangaceiro. Benjamin conviveu por 6 meses com o bando de Lampião, onde fica visível a relação de Lampião com a imprensa, a preocupação com a forma como a imprensa da época o descrevia, bem como a percepção, por parte do narrador, que Lampião seria outro se tivesse ido oportunidades, ou seja, se tivesse nascido noutro país.
.
"Lampião ou Virgulino Ferreira da Silva foi mais uma vitima da má distribuição de renda e das injustiças cometidas no sertão nordestino brasileiro. Ainda, muito cedo convive com os desmandos dos coronéis que tinham o habito de confiscarem as terras alheias.
.
Lampião tornou-se um mito para muitos sertanejos, para quem o cangaço representava uma alternativa de ascensão social, o personagem criado em cima de suapessoa está ligado aos interesses dos poderosos que temiam pela reforma agrária e pela distribuição de seus bens aos pobres de riqueza e de espírito."
FONTE: http://www.lampiao.sertaonet.com.br/
.

Lampião

Lampião bordava, escrevia poesias, desenhava, pintava e bordava.

Tive o prazer de ver as obras de Lampião numa Bienal de Arte em SP, quando comecei a questionar o quanto a nossa arte popular é deixada de lado.
.
Perfil de Lampião
Quanto ao físico e indumentária, Leonardo Motta, célebre folclorista cearense, assim o descreveu

Amulatado, estatura meã; magro e semi-corcunda; barba e nuca ordinariamente raspados e sempre que é possível perfumados; na perna esquerda encravada uma bala, com que o alvejou o sargento "Quelé", da polícia parahybana; o olho direito branco e cego, escondido pelos óculos pardacentos, de aros dourados; mãos compridas que se assemelham a garras; os dedos cheios de anéis de brilhantes falsos e verdadeiros; ao pescoço, vasto e vistoso de cor berrante, preso ao lado por valioso anel de doutor em direito; sobre o peito, medalhas do padre Cícero, escapulários e saquinhos de "rezas fortes", chapéu de cangaceiro, tipicamente adornado de correias e metal branco; ensimesmado toda vez que defronta uma turma de curiosos; folgazão quando entre poucos estranhos ou no meio de comparsas; não se esquecendo de um guarda costa à direita sempre que desconhecidos o rodeiam; paletó de camisa de riscado, claro, calças de brim escuro; alpercatas reluzentes de ilhozes amarelos; a tira-colo, 2 pesados embornaes de balas e bugingangas, protegidos por uma coberta e chales finos; tórax guarnecido por 3 cartucheiras; ágil como um felino mas aparentando constante estropiamento e exaustão; às mãos um fuzil; à cintura duas pistolas "parabellum" e um punhal de 78 centímetros de lâmina. (In: Araújo, 1982, p. 76)
Virgulino Ferreira da Silva

Por trás de sua face bárbara, o cangaceiro Lampião escondia um sensível dândi, devotado às questões estéticas e culturais de seu tempo (início do século) e espaço (agreste nordestino).
.
A estética do cangaço
.
“Em 1938, reportagem da revista norte-americana “Time Life” apontava Maria Bonita como uma mulher da moda”.
.
Lampião também se interessava por cinema. Em Capela (PE), assistiu a cerca de dez filmes. Gostava da série norte-americana de aventura “Os perigos de Minhoca”. Também apreciava as histórias de amor. Mas, se o casal se separava, saía antes do fim.
.
” Lampião tinha um lado feminino muito acentuado. Mas não se deve cair na armadilha de dizer que ele era gay”, afirma Lins, autor de uma tese de doutorado sobre Lampião, defendida na Universidade de Sorbonne (França) e está sendo traduzida para o português.
.
“Quando ele estava calmo, era um doce de mel, mas depois virava uma cobra.” Para Lins, o cangaceiro era mais liberal que o sertanejo, porque permitia o chamego entre pessoas do mesmo sexo e a mancebia” (concubinato).
.
Segundo ele, há registros de que Lampião recebia cafuné do cangaceiro Cascavel, mas nada além disso. Essas ocorrências teriam desaparecido com a chegada de mulheres ao bando, em 1929. Lins diz que era branda a discriminação contra supostos homossexuais. “Os efeminados apenas se tornavam cozinheiros e eram obrigados a casar com as mulheres feias.”
.
Frederico Pernambucano de Melo, autor de “Quem Foi Lampião” e um dos maiores colecionadores e historiadores do cangaço, vê o movimento como um precursor do feminismo no Brasil.
.
“Pela primeira vez na história, as mulheres dividiam as tarefas com os homens igualitariamente. E o comprimento da saia subiu para cima do joelho”, diz. Segundo ele, os acampamentos de cangaceiros se aproximavam das antigas cortes asiáticas, por sua opulência e moral sexual mais permissiva.
.
Cangaço exportação:
.
Daniel Lins aponta uma espécie de “boom” do cangaço no exterior. De acordo com suas contas, foram produzidas recentemente dez teses na Europa (três só na Sorbonne) e seis nos EUA relacionadas ao tema, em sua maioria realizadas por estrangeiros.
.
Há menos de um mês, terminou em Aix-la-Chapelle (França) uma exposição sobre o cangaço promovida por uma instituição governamental da Suíça.
.
Segundo Lins, vários fatores explicam esse interesse. Em primeiro lugar, o cinema, com “0 Cangaceiro” (l953), de Lima Barreto, e “Deus e o Diabo na Terra do Sol” (l964), de Glauber Rocha. Depois, a literatura, com as obras de Graciliano Ramos.
.
Contribui também o caráter exótico e político do cangaceiro (que, pela ótica esquerdista, seria um revolucionário). “Lampião continua como uma máquina de sonho. E, além disso, a idéia do herói efêmero (morreu aos 41 anos, de forma violenta) o traz para a pós-modernidade, concluiu Lins.
.
Tendências lançadas ou adotadas por Lampião e seu bando

1 Chapéu – inspirado no modelo francês adotado pelo imperador Napoleão Bonaparte, de quem
Lampião leu a biografia.
2 Lenços – de tafetá francês ou seda pura inglesa; geralmente estampados e coloridos, quebravam a monotonia do tom ocre da roupa.
3 Brincos – ao contrário de outros sertanejos, os cangaceiros usavam brincos e outras jóias.
4 Casaco – desenhado e costurado em algodão ou couro por Lampião, que carregava uma máquina de costura Singer para todos os seus acampamentos; tem também inspirações medievais.
5 Perfume – os cangaceiros costumavam ser reconhecidos pelo cheiro excessivo de perfume, inclusive pelas volantes; Lampião preferia o “Fleur d’Amour”, considerado um dos melhores perfumes franceses entre os anos 20 e 40.
6 Calça – o modelo mais usado era com culote e cintura bem alta; usavam até três no inverno devido ao frio à noite.
7 Cabelo – longo. Lampião deixou de cortar os cabelos como promessa, após a morte do irmão, sendo seguido pelos outros cangaceiros; s vezes, eles penduravam anéis no cabelo, depois de lotados todos os dedos das mãos.
8 Arma – como outros adereços, era cravejada de moedas de ouro, influência da marchetaria árabe no sertão nordestino; segundo o historiador Gilberto Freyre, os árabes são uma “eminência parda” na cultura nordestina.
9 Alpargatas – enfeitadas com desenhos costurados; tinham uma lingueta para proteger os dedos
10 Saia – sempre acima do joelho, desrespeitando a convenção da saia rendada até o tornozelo.
11 Anéis – mulheres e homens usavam até três anéis por dedo.
12 Alpargatas – desenhadas e confeccionadas em couro por Dadá, mulher de Corisco, estilista do grupo.
13 Colares – também usados em abundância.
.
Olê mulher rendeira / Olê mulher rendá / Tu me ensina a fazer renda / Que eu te ensino a namorar." Esses versos, quando soavam no sertão nordestino dos anos 20 e 30, podiam ser prenúncio de muito sangue - ou de muita festa. Lampião e seu bando entravam nas vilas cantando. (...) Por isso, quando ouvia Mulher Rendeira, que aliás é de autoria de Lampião, a gente sertaneja oscilava entre o pavor e a curiosidade. Ou fugia ou ia espiar pelas frestas, para ver aquele cuja fama já fascinava o país.
.
Para combater a Coluna Prestes, marcha de militares revoltosos comandados pelo Capitão Luís Carlos Prestes, que depois tomou-se líder comunista, o governo se aliou ao cangaceiro em 1926.
.
Janeiro: o bandido é convocado.
.
Com a coluna se aproximando do Ceará, Floro Bartolomeu, deputado federal do Estado, recruta uma força de defesa, os Batalhões Patrióticos, e vai com ela para Campos Sales (CE). Prepara uma carta convocando Lampião e a manda para o Padre Cícero endossar. Um mensageiro vai atrás de Lampião. Enquanto isso, Bartolomeu, adoentado, segue para o Rio.
.
Lampião recebe a carta e segue para Juazeiro. Acampa com 49 homens perto da cidade e mais de 4 000 curiosos vão vê-lo. No dia 5, se encontra com o Padre Cícero e recebe uma patente de capitão dos Batalhões Patrióticos, assinada, acredite, por um funcionário do Ministério da Agricultura. Mais tarde esse homem diria que, naquelas circunstâncias, assinaria até exoneração do presidente. Todos os cangaceiros recebem uniformes e fuzis automáticos. No dia 8, Floro morre.
.
Lampião parte decidido a cumprir o combinado, mas é perseguido em Pernambuco, o que o desaponta. Volta para falar com o Padre Cícero. Como este não o recebe, interrompe sua carreira de defensor público e retoma a rotina de crimes.
(….)
.
Nos intervalos entre um crime e outro, os cangaceiros rezavam e se divertiam. Organizavam bailes, para os quais se perfumavam exageradamente. Antes da entrada das mulheres no bando, homens dançavam com homens mesmo.
(…)
.
Em meio ao sangue, Lampião achava lugar para a religião. Nos acampamentos, rezava o ofício, espécie de missa. Carregava livros de orações e pregava fotos do Padre Cícero na roupa. Em várias das cidades que invadiu chegou a ir à igreja, onde deixava donativos fartos, exceto para São Benedito. “Onde já se viu negro ser santo?”, dizia, demonstrando seu racismo.
(…)
.
Em tempos de calmaria, os cangaceiros dividiam o tempo entre a fé e o prazer. Jogavam cartas, bebiam, promoviam lutas de homens e de cachorros, faziam versos, cantavam, tocavam e organizavam bailes. Para essas ocasiões se perfumavam muito. Mello informa que Lampião tinha preferência pelo perfume francês Fleur d’Amour. Balão, que viveu os últimos anos do cangaço, contou antes de morrer que eles usavam mesmo era Madeira do Oriente, bem mais popular. Há relatos de que os bandoleiros perfumavam até os cavalos quando andavam montados .
.
Rastros
.
Uma forma de escondê-los era andar em fila indiana, todos pisando na mesma pegada. O último ia de costas, apagando-a com plantas, Mandavam também fazer alpercatas com o salto na frente e não atrás, como é normal. A pegada parecia apontar para o outro lado.…
.

Apelidos
.
Quando um integrante do grupo morria, seu apelido era adotado por um novato. Essa é uma das razões que faziam os cangaceiros parecer invencíveis, pois os nomes eram imortais.
.
(…)
.
Em 1921, ele formou seu próprio grupo. No começo, matava os poderosos e distribuía o dinheiro dos saques aos pobres. Aos poucos, porém, abandonou essa prática e fez conluios com coronéis. Em 1927, o padre Cícero convocou o bando de Lampião para lutar contra o movimento comandado por Luís Carlos Prestes – a favor da democracia e contra o governo Vargas – em troca da anistia a seus crimes.
.
Com a recusa do governo em conceder a anistia, o grupo fugiu com as armas cedidas por padre Cícero, tomando-se o mais temido bando entre os 46 que atuavam à época.
.
Aglutinou diversos grupos menores sob seu comando, que se estendeu por até 300 cangaceiros. Depois de conhecer Maria Bonita, Lampião decidiu criar uma comunidade perto de Santa Brígida (BA) para aproximar casais e convencer o bando a aceitar mulheres.
.
Com o aumento de seu poder, Lampião comprou fazendas, subdividiu seu grupo e criou um quartel em Angico (SE), onde se estabeleceu como traficante de armas. Lá, foi morto à traição por outro traficante em 1938.
.
As cabeças de Lampião e seus cangaceiros foram cortadas e exibidas pelo Nordeste. Maria Bonita, além de ter a cabeça decepada, foi empalada. (Ricardo Calil)
.
No interior do Pernambuco, o culto já exige monumentos. No dia 7 de julho, quando, segundo o Registro Civil, se comemoram 100 anos do nascimento de Lampião, o município de Triunfo lançará a pedra fundamental de uma estátua de 32 metros de altura para homenageá-lo. Com o apoio do povo. Triunfo segue o exemplo da vizinha Serra Talhada, ex-Vila Bela, terra natal do cangaceiro, que, em 1991, organizou um plebiscito para saber se ele merecia uma honraria dessas. O resultado foi sim e a estátua só não existe ainda por falta de verbas.
.
Bem antes de morrer, Lampião já inspirava poemas, músicas e livros. (...) Em geral, ele era tratado como herói, um nobre salteador, que tomava dos ricos para dar aos pobres. Em 1931, o mais importante jornal americano, The New YorkTimes, divulgou essa versão caridosa do criminoso.
(...)
"Baile Perfumado"
.
Dos três filmes, "Baile Perfumado" se aproxima mais das teses sobre a estética do cangaço, principalmente as desenvolvidas por Frederico Pernambucano de Melo. "Lampião aparece bebendo uisque, importado, tomando banho de perfume francês, dançando e costurando", contam os diretores Lírio Ferreira e Paulo Caldas.


Este vídeo registra o encontro de Lampião com o fotógrafo e cineasta libanês Benjamin Abraão, autor das únicas imagens do cangaceiro. Benjamin conviveu por 6 meses com o bando de Lampião. Neste vídeo fica visível também a relação de Lampião com a imprensa, a preocupação com a forma como a imprensa da época o descrevia, bem como a percepção, por parte do narrador, que Lampião seria outro se tivesse ido oportunidades, ou seja, se tivesse nascido noutro país.

.

Lampião ou Virgulino Ferreira da Silva foi mais uma vitima da má distribuição de renda e das injustiças cometidas no sertão nordestino brasileiro. Ainda, muito cedo convive com os desmandos dos coronéis que tinham o habito de confiscarem as terras alheias.

.
Lampião tornou-se um mito para muitos sertanejos, para quem o cangaço representava uma alternativa de ascensão social, o personagem criado em cima de suapessoa está ligado aos interesses dos poderosos que temiam pela reforma agrária e pela distribuição de seus bens aos pobres de riqueza e de espírito.

Resposta de Lampião a uma pergunta que teria sido feita por um jornalista:
.
- Tive um combate com os revoltosos da coluna Prestes, entre São Miguel e Alto de Areias. Informado de que eles passavam por ali, e sendo eu um legalista, fui atacá-los, havendo forte tiroteio. Depois de grande luta, e estando com apenas dezoito companheiros, vi-me forçado a recuar, deixando diversos inimigos feridos.
FONTE: http://www.lampiao.sertaonet.com.br/
.
Comentário meu
.
"Há registros de que Lampião recebia cafuné do cangaceiro Cascavel, mas nada além disso.(...)"
Agora fiquei em dúvida.
Lampião era homoafetivo?
.

24/10/2009

Feliz aniversário


Márcia Denser: Contra Lula ou Obama, a mídia delira

Acontece agora uma radicalização aberta, um embate em que a mídia dominante não tem mais espaço para esconder os interesses que representa, nem vergonha em se desfazer duma neutralidade que nunca existiu.
por Márcia Denser* para o Congresso em Foco
A convivência do governo Lula com a grande mídia não tem sido nada fácil. Desde 2002 já se vão sete anos, e os ataques são tão constantes, tão previsíveis e sempre absurdamente os mesmos que já nos acostumamos a pular cotidianamente tais partes, botando sob suspeita simplesmente TUDO o que ela declara – tantos foram os exageros e desmentidos e besteiras e alucinações – enfim, o delírio que a direita elevou à categoria política.
.

A "elegância" da rainha mafiosa

Essa é a senadora Kátia Abreu (DEM-TO), a rainha da CPI do MST

Para assinar a petição online em defesa do MST clique aqui

Comentários

A madame é um desastre em elegância.romérioromério rômulo Homepage 10.24.09 - 4:42 pm #

Malú , essa é a Kátia de Abreu com seu modelito senado e se achando chique hahahahhaHelena 10.24.09 - 4:23 pm #

finalmente, tá na hora do enfrentamento!daniel 10.24.09 - 4:20 pm #

OU é a Mortícia Adans?Malú 10.24.09 - 4:11 pm #

Quem é essa? A Magda Patalógica?Malú 10.24.09 - 4:01 pm #

Alguém duvida? Ela vai tirar a capa e dançar de "Go Go Girl".laura 10.24.09 - 3:40 pm #

Ela tá treinando pra ser baliza no desfile militar de 7 setembrojose carlos lima 10.24.09 - 2:59 pm #
.

Maria da Palha

http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/10/23/o-artesanato-de-maria-da-palha/

luzete disse:

josé carlos, valem aqui as palavras de Ariano Suassuna que diz gostar da cultura popular, não porque é popular, mas porque é cultura.

Trata-se, então, de elevar a cultura popular, naquilo que é vigorosamente cultura, à condição de verdadeira expressão nacional. E acabar com a ditadura dos grandes mercadores de “arte”…
.

Beijos

Clique aqui para ver a imagem de outro beijo, este down-no-supremo-black-in-the-white/
.
ps
Deculpem-me quanto à não identificação da imagem acima, não sei de quem é, nem a técnica, nem ao menos se é pintura, entrou no blog por acaso, ao postar o beijo do portador de down

23/10/2009

O "ufanismo' do Sr. Clovis

Esta é a síndrome da qual padecemos: temos medo de, ao apontarmos as conquistas de Lula, sermos vistos como ufanistas ou coisa e tal. Deste medo o Sr. Clovis não padece.

O problema é que ao fechcar os olhos para este Brasil desconhecido por nós, senti-me totalmente por fora quando dias atrás o Sr. Clóvis, porteiro do prédio onde moro apontou as realizações de Lula, uma a uma, em várias áreas:
Educação: várias escolas, muito mais do que se contruiu em décadas neste País.

Estradas: ferrovias em andamento, com o projeto do trem-bala em andamento
Segurança pública: atuação firme da PF
Habitação: fim do sistema da Era FHC, quando mais se pagava o financiamento mais se devia (ele me informou que realizou seu sonho, comprou um apartamento vizinho do prédio onde mora, a prestaçao menor do que ele iria pagar por um aluguel).
Etc
Etc

Pensei cá comigo mesmo: ué eu acompanho vários blogs todos os dias, eu não deveria estar informado sobre estes dados?
Foi quando perguntei ao porteiro onde ele colheu tais informações.

Ele: eu tenho um caderninho. Vou anotando tudo que o Lula faz.

Eu: onde você viu isso?
Ele: nos jornais e na Televisão.

Eu: mas a televisão esconde estes dados.
Ele: anoto o que posso, eles não comentam, falam rapidinho e anoto.

Foi quando vi que a blogosfera não é tão eficiente assim como o caderninho do Sr.Clovis, este é o nome dele.

Não basta apenos defendermos Lula dos ataques da mídia.
A blogosfera tem a obrigaçao de mostrar o que esta sendo feito, sem medo de ser chamada de ufanista ou coisa e tal.

Sob pena de passarmos a ser vistos, não como uma fonte de informação mas apenas como espaço de desabafo.

Vi hoje blogueiros ditos de esquerda pegando como gancho o espírito conciliatório de Lula, manifestado numa entrervista à Folha, para pichá-lo. Escreveram que ele(Lula) fez muitas concessões para a burguesia, como se a ruptura fosse possível.

Até o Azenha caiu nesta armadilha. Mas outros, como por exemplo Luis Nassif que, neste post, usou o humor para desconstruir a isca oferecida pelo Partido da Imprensa.

Foi justamente este espírito conciliatório de Lula que proporcionou, por exemplo, o PROUNI, o Bolsa Família, o aumento do comércio exterior, as relações com outros países, etc etc.

Isto é pouco?

Para quase 200 milhões de pessoas que precisam ser alimentadas o Brasil vai muito bem e obrigado.

Resta aos blogueiros não terem medo nem vergonha de dizer isso.
Que façam como o Sr. Clovis.
.

A História do SPIN