14/04/2012

O medo da Veja

Pensei que a Veja viesse com o assunto "Delta Construções" para esconder seus próprios podres. Ao que tudo indica, o Demóstenes Torres, garoto de recado de Cachoeira,  optou pelo "mensalão", por sinal uma cria do trio Veja-Demóstenes-Cachoeira. 
Realmente chega a ser divertido ver o crime organizado se movendo para livrar o Poderoso Chefão, no momento num presídio de segurança máxima.
É caso de estudo, de livros e tudo mais sobre o crime organizado no Brasil, em nenhum outro lugar do mundo a máfia foi tão longe, a ponto de quase derrubar o presidente da República com a farsa do mensalão.
Até as areias do mar sabem que Demóstenes Torres foi a fonte da Veja desta semana, enfim, o esquemão do Cachoeirão não foi desbaratado e dificilmente o será,  no máximo os capos substituirão a conhecida rede de arapongas por gente como Demóstenes e outros que não podem ser investigados pela polícia, como por exemplo advogados bandidos, beneficiados por uma lei proposta pela máfia.
"A Delta negou ter feito doação para a campanha de Agnelo e declarou que o presidente do conselho de administração da empresa, Fernando Cavendish Soares, não conhece o governador e nem se reuniu com ele.
Marcelo Lopes declarou que não tem envolvimento com o jogo do bicho.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, disse que pediu que a Polícia Federal apure a origem do vazamento de informações sobre a operação Monte Carlo e negou que o vazamento tenha partido da polícia."
E falando em máfia, eles se deram mal dias atrás. Na Itália, não no Brasil, claro, por aqui os mafiosos tem a imprensa no bolso, quer dizer, a própria imprensa faz parte do crime organizado.
Sobre prisão de seus congêneres na Itália, deu no JN no dia 19/3/12, já os mafiosos daqui, cuja rede é bem mais ampla e cometeram crimes parecidos e até mais graves, continuam com seu esquema intacto:
"Na Itália, a polícia prendeu 50 acusados de associação mafiosa, lavagem de dinheiro e corrupção. Entre eles, 16 juízes que teriam dado sentenças favoráveis aos chefes da Camorra, a máfia que atua na região de Nápoles. Também foram apreendidos bens no valor aproximado de R$ 2,5 bilhões."
 Leia mais - CLIQUE AQUI

Nenhum comentário:

A História do SPIN