10/11/2016

Ego D....D de desfocado

Momento 1: estado visionário

Nesta noite sonhei olhei fui a ilusão ou obesidade ou inflação do ego representado por um arranha-céu..,.a imagem era bonita e estava desfocada....e a beleza estava no desfocamento...a imagem servia de chamada para o  texto de um artigo sobre o ego e o  título do post  era: Se as autoridades do Sistema Penal não negociarem seus egos...

Noutro momento o ego foi representado por uma vareta de tamanho infinito, a qual encontrava-se pintada, ora com partes vermelhas ora com pedaços azuis..,..vi que aquilo era um sinal de pontuação que não existe na nossa gramática mas que existe na gramática do spin faz-se presente: o sinal de deiscência.

Este sinal de pontuação, que já uso há anos, é usado para escrever,  na parte superior do de um traço de tamanho infinito, as palavras associadas à palavra principal e funciona como o denominador comum usado na matemática e, no caso da gramática do spin, serve para designar todas as palavras tags relativas à palavra principal ou caput





Momento 2: Forma:  D....de desfocado...(imagem colhida na web)

Atualização - 12:21....já saindo, a mim se apresentou um objeto,,,fiz uma ação e postei no instagram

Foto
https://www.instagram.com/p/BModyRFAepZ/?taken-by=josecarloslima70

Video

https://www.instagram.com/p/BMofbDRAEbQ/?taken-by=josecarloslima70



Momento 3:  Conhecimento

Conversar com um amigo sobre isso ou, não tendo amigo, conversar com um(a) curador(a)

Ego e negociação                                      

Se sonhei,  então fui o objeto do sonho...

Busquei no google por ego desfocado e se apresentou apenas um ítem contendo o termo "ego desfocado"

A receita do Tony Boy para o ego desfocado,

Está com a auto-estima em baixo, o ego desfocado, carente de beijos, abraços e uns apertos mais? 
A solução é: Toy Boy!


Toy Boy é para si e para ele, uma solução fácil, eficaz, que não confunde, não atrapalha e está sempre pronto a actuar em qualquer momento de aperto, carência ou solidão.

O Toy Boy não chateia no dia seguinte, não pede satisfações e só traz coisas boas. Está lá para o que der e vier... e vai, se ambos quiserem... volta, se ambos quiserem, não volta. É pratico para qualquer mulher solteira, que não se quer atirar para o primeiro homem que apareça de cabeça, ou que precisa de estar sozinha, mas não quer ficar carente.

A escolha está no Boy, não no Toy. O Toy é fácil, os homens não têm problemas com essa solução. Já com o Boy... Não podem correr o risco de se apaixonar, e não convém que ele se apaixone por vocês. Cuidado com as contra-indicações. Idealmente deve ser alguém que conheçam bem, que possam ter um bom grau de intimidade e que esteja bem esclarecido o que é. Nada de sentimentos!

Adira já a esta solução, adquira um Toy Boy só para si. 

Não espere por telefonemas de dia seguinte, não se preocupe com os outros saberem, esqueça as mensagens, o terem de falar, as histórias mal resolvidas, ou os arrependimentos. 

Com Toy Boy, tudo passará a ser mais simples. Vai deixar de olhar para aquele que nunca olharia e que acabou por cometer o erro, naquela noite de vulnerabilidade. Esqueça tudo isto, a sua vida vai ser mais fácil e poderá esperar na mesma pelo homem da sua vida sem se deixar levar por momentos de fragilidade.


Trouxemos aqui a nossa grande amiga e já conhecida do público "Amiga Olga":

– Como está Amiga Olga? O que me diz da sua experiência com este produto?

– Adorei, foi optimo! Perguntei-lhe logo de inicio "A chave ou o dinheiro?". Quando escolheu a chave, levei-o logo para casa, depois disso foi espectacular, senti-me outra e desde aí não quero outra coisa.


Como pode comprovar, até a nossa Amiga Olga, já comprou esta solução. Adquire rápido um para si, não deixe esgotar.

Toy Boy é a sua solução! Reserve já!

SA Mad


http://missaodescomplicar.blogspot.com.br/2012/06/toy-boy.html

Nota do Spin

Outros posts relacionados ao "ego desfocado",,..talvez,,,não sei..

Edilson Júnior: Nós precisamos sonhar
https://osmalfeitoresdosecxxi.wordpress.com/2015/11/03/nos-precisamos-sonhar/

Luciano Diniz: A vasta prisão do Eu
https://osmalfeitoresdosecxxi.wordpress.com/2015/12/11/a-vasta-prisao-do-ego-eu-alterego-parte-i/


Nenhum comentário:

A História do SPIN