09/07/2018

Lula continua sob sequestro na caverna do Moro






Em sua entrevista á Rádio Guaiba, cujo áudio recebi via WahtsApp, pelas mãos do meu amigo Edilson Alves Fitterman, ficou claro para nós que a decisão do desembargador foi uma resposta legal, técnica e de caráter corretivo  ao ato ilegal da juiza  Carolina Lebbos, titular da  Execução Penal que, como se sabe, há meses vem protelando  o pedido feito por emissoras de TV para que Lula pudesse participar do debate eleitoral, um  direito   legal e constitucional do ex-presidente que, como se sabe, apesar de ser mantido preso - ilegal, diga-se de passagem, tem seus direitos políticos mantidos, até mesmo porque não se trata de caso transitado em julgado e sim, uma agressão à CF que, como sabemos, prevê direito a recurso às Instâncias superiores e não tão somente a Segunda Instância.


Corretíssimo o magistrado: havia um grave erro que vinha sendo mantido por Carolina Lebbos, responsável pela Execução Penal. O erro era o cerceamento ao direito de Lula de exercer seus direitos politicos que, como se sabe, foram mantidos..,...os meios de comunicação fizeram, há meses, um pedido a essa juiza do Moro, para que Lula participasse do debate, no entanto ela vem empurrando o caso com a barriga, sem decidir, de forma que o ato de Favreto foi saneador e corretivo e tinha caráter de emergência, por se tratar de preso, como ele explica no video.




Não sendo desta forma decidida pelo desembargador Favreto, estaremos diante de um grave caso de impedimento de direitos políticos por parte de um cidadão: Lula não se encontra com seus direitos politicos suspensos, ou seja, pode fazer campanha, de forma que, se a juiza de execução  vem ha meses impedindo a sua liberdade de expressão, não havia outra saida legal senão a tomada pelo desembargador Favreto, que concedeu o Habeas Corpus a Lula.

A intromissão do Moro para impedir que a ordem judicial fosse cumprida, fica como prova de que Lula encontra-se sequestrado, como afirmou Eugênio Aragão, ex-ministro da Justiça....sim, um refėm sequestrado pelo Império estadunidense, do qual Moro é capacho e por isso tem praticado ao seu bel prazer tantos crimes contra a CF e a Lei da Magistratur: pelo andar da carruagem,  da  Guatánamo do Moro. Lula sairá sim, desde que haja uma forte pressão sobre essas Instituições a reboque de interesses que não os do povo brasileiro, e isso terá que ocorrer de forma organizada e a nivel nacional e internacional os partidos, sociedade organizada, movimentos sociais, sindicatos e cada um de nós, se organizar em comitês de luta pela liberdade de Lula.

Caso contrário, Lula integrará a galeria dos martires: e no momento não precisamos disso e sim de um lider do porte de Lula para que tenhamos de volta um Brasil forte, respeitado no concerto das nações e pertencente ao seu povo e não patrimonio sob disputa nessa guerra por poder econômico e politico entre as nações e megacorporações como a Shell, cujo desejo e nos transformar em pais-escravo: é disso que se trata: através da mobilização e de um amplo serviço de esclarecimento, é que o povo verbalizará, como eu, esse nó na garganta, um nó provocado por esse estado de exceção.

O povo brasileiro precisamos entrar nessa luta, pois que ela significa termos controle sobre nosso destino, ou seja, termos ascendência sobre as Instituições e empresas em todos os níveis: local, regional e planetário: foi o que fez o desembargado Favreto, ouça o áudio em que ele explica o que ocorreu no dia de ontem.

Como entender essa implacável perseguição a Lula.

Como se sabe,  o Poder Verbalizador, de verbalizar a realidade para as massas, é exercido em forma de monopólio da Globo com  os demais meios de comunicação como meros repetidores da sua narrativa dominante e sem a manifestação de opinião posta, aliás, esse contraponto era feito com maestria por Lula, de forma que se torna impossivel, por parte do povo, verbalizar fatos como o ocorrido neste caso da cassação do HC concedido a Lula, bem como o do processo farsesco que o condenou.


Lula é o único lider capaz de retomar este pais para nós brasileiros e não faz o menor sentido essa divisão entre coxinhas e petralhas, pois o que está em jogo é a existência como nação soberana, forte e a nós todos nós pertencente.

Ficou evidente que, por causa do golpe e do nosso desmonte como pais,  nos tornamos desinteressante para o mundo....precisamos nos reconstituir como povo e, prá isso, temos que  romper com lembranças do passado presentes: refiro-me a essa visão tosca  de patriotismo segundo a não se aceita a inclusão dos cidadãos e cidadãs do andar de baixo, o que ficou evidente nesta Copa: a midia internacional estranhou,  registrou e questionou porque, ao contrário, da seleção brasileira, cujos jogadores eram em grande parte pretos, não era o que se via na arquibancada, ocupada apenas pela elite branca.

Este registro é apenas uma das muitas provas do quanto somos presos ao nosso passado colonial e escravista, sob o qual vivemos, em menor ou menor grau, e dd várias formas, de 1500 até hoje, com breves momentos de democracia política e econômica, como o foram os períodos Vargas, JK, Jango e Lula, devidamente sufocados por uma elite descrita como de perfil escravocrata e regressista, por Jessé Souza, no livro Elite do Atraso, da escravidão à Lava Jato.

Além desta lógica escravista, um problema interno que temos que resolver, no plano do jogo  da hegemonia politica e econômica dos EUA, ou seja, a luta nacional contra o imperialismo.

Quando da luta contra o golpe de 64, mais um dentre tantos outros desferidos como reação e forma de controle  sobre  povos que  reconheceram no voto uma forma de se ter acesso à cidade e a bens de consumo mediante, desde que  elegessem gestores  políticos com plataformas e de perfil nacionalista, progressista e inclusivo como Lula, sendo esse o motivo central de sua prisão.

Foi um erro da esquerda a opção pelo republicanismo,  quando deixamos  de lado a vigilancia e a luta contra o imperialismo, como o Tio Sam estivesse morto quando na verdade tramava nas sobras para retomar seu dominio sobre o mundo que imagina ser seu quintal.


Foi um erro do campo progressista a opção por um  republicanismo escandinavo quando ao contrario de paises como a Noruega, temos uma elite escravista que tem nas mãos o chicote falo do Judiciario, demais Instituições e meios de comunicação como puxadinhos do Império, o que ficou bem claro no dia de ontem, quando o reles juiz de primeira instância como é o caso de Moro, faz gato e sapato deste pais: como isso seria possivel senão mediante o apoio das oligarquias nacionais e internacionais nessa perseguição a Lula, no momento sequestrado pelas tais "forças ocultas" tão presentes na história da Terra Brasilis?


Uma palavra final sobre a submissão dos povos das cidades às empresas, bem como às pessoas jurídicas em geral, sejam elas de caráter público ou privado: com o golpe o Brasil se tornou propriedade das grandes corporações, sendo que nosso pais, de pais admirado no mundo, nos tornamos escória.

Precisamos verbalizar isso, e há uma vasta bibliografia neste sentido: autores como Mike Davis, Naomi Klein, Moniz Bandeira, Jessé Souza, Márcia Denser e outros.


Autor: José Carlos Lima

Posts relacionados ao tema


CADA VEZ MAIS FICO DECEPCIONADO. A PERSEGUIÇÃO AO EX-PRESIDENTE LULA CHAMA A NOSSA ATENÇÃO PARA O SISTEMA DE JUSTIÇA CRIMINAL QUE TEMOS EM NOSSO PAÍS.
Eu não mais tenho ilusão: o nosso Poder Judiciário e o Ministério Público são instituições conservadoras, punitivistas, corporativistas e sem maior preparo jurídico.
Tecnicamente, a maioria de seus membros tem conhecimento jurídico absolutamente insuficiente e não estudam mais, senão os casos concretos.
Muitos sequer prolatam a maioria de suas decisões, que ficam por conta de seus novatos e inexperientes assessores, em uma verdadeira fraude.
Copiam tudo dos computadores e ficam citando decisões dos tribunais, muitas elaboradas por outros assessores ...
Magistrados e membros do Ministério Público não estudam sistematicamente e não têm cultura geral e humanística.
São o retrato de nossa atual sociedade.
O nível é muito baixo mesmo, o que estimula os danosos preconceitos, autoritarismos e a busca de soluções simplistas para casos complexos, com são os sociais.
Afranio Silva Jardim, professor associado de Direito Processual Penal da Uerj. Mestre e Livre-Docente em Direito Proc.Penal pela Uerj.

Aldo Foranazieri: Judiciário: da anarquia ao motim

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/judiciario-da-anarquia-ao-motim-por-aldo-fornazieri/

Tese do 'conflito de competência' para barrar libertação de Lula não se sustenta, diz professora

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2018/07/tese-do-conflito-de-competencia-para-barrar-libertacao-de-lula-nao-se-sustenta-diz-professora

Fernando Brito: Lula tem razão em dizer que não crê no Judiciário

http://www.tijolaco.com.br/blog/lula-tem-razao-em-dizer-que-nao-cre-no-judiciario/

Tereza Cruvinel: Ás favas com os escrúpulos

http://www.jb.com.br/coisas-da-politica-2/noticias/2018/07/09/as-favas-os-escrupulos/

Mauro Santayana: A bacia de Pilatos

http://www.maurosantayana.com/2018/07/a-bacia-de-pilatos.html

Planeta favela in progress

https://spininprogress.blogspot.com/2018/06/work-in-progress-planeta-favela.html

O domínio das corporações (ou a privatização dos governos), por Márcia Denser

https://jornalggn.com.br/noticia/o-dominio-das-corporacoes-ou-a-privatizacao-dos-governos-por-marcia-denser


Fernando Brito: Lula tem que ficar na caverna [do Moro]

http://www.tijolaco.com.br/blog/lula-tem-que-ficar-na-caverna/

Mulher de Moro abre empresa de palestras com Zucolotto, o amigo acusado de cobrar propina

https://jornalggn.com.br/noticia/mulher-de-moro-abre-empresa-de-palestras-com-zucolotto-o-amigo-acusado-de-cobrar-propina

Atualização - 12/7/18

Obrigada pela compilação!

Obrigada pela compilação!
Anna

Obgd digo eu....muito novo

Obgd digo eu...o  Império levando tudo sem que tenha havido uma guerra convencional, não gastaram sequer um míssel para dominar e tomar de conta desse pais: Lula é resultado das ações nefastas das tais "forças ocultas" tão presentes na nossa história...e tem que gente que tem dificuldade de entender, estou me referindo ao rapaz deste video: no video ele sabe que a Embraer não poderá criar inventar mais nada..o povo não sabe o que é imperialismo...vi isso no comentário ingenuo deste jovem (https://www.youtube.com/watch?v=0LBWg5Ymi1Q) na visão dele, no futuro a Embraer ainda ficará com parte da produção aeroespacial, como se se, ele mesmo reconhece que os engenheiros da Embratel agora estão proibidos de inventar qualquer coisa nessa área.. 
O Fernando Morais e pessoas envolvidas no setor, foram bem didáticos para explicar esse crime de lesa-patria

Nenhum comentário:

Postar um comentário