14/05/2017

#SequenciaSpin Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche)

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Ao ver a imagem acima pensei que fosse uma sequência de Laranja Mecânica, isso por causa dos cilios no olho direito...

Como começou esta história....
A mim se apresentou na tl a frase Temos a arte para que não se perca a verdade

Ao investigar, vi que haviam variações e, ai descobri que se se tratava de 
uma tradução duvidosa porque feita pelo Google Tradutor

A frase original

Wir haben die Kunst, damit wir nicht an der Wahrheit zugrunde gehen"

A verdade é feia: temos a arte para não morrermos da verdade...



Apareceu na time line uma frase que me deixou desconfiado:  Temos a arte para não morrer da verdade.
Friedrich Nietzsche.

E ai fui investigar e vi que era tradução do google tradutor

A tradução correta: Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche)

Que frase confusa....por acaso não seria temos a arte para não morrermos da verdade....ou para não morrermos de verdade....ou da verdade Nietzsche...


Achei...


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche)  








Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): entendi...foi confusão gerada pelo google tradutor, mais um...tá cheio disso....que estranha antropofagia essa....
amigo a frase no original é !! "Wir haben die Kunst, damit wir nicht an der Wahrheit zugrunde gehen" 
(...)
"Temos a arte para que não se perca na verdade" , achei esta definição mais clara !!
barney23 · 3 anos atrás 



Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): o conteúdo do video se aproxima da visão de Spinoza pero no mucho, inclusive foi excomungado do judaismo por motivos obvios...e recebeu uma daquelas famosas sentenças que também será aplicada ao Lula pela Globo/Moro: salguem a terra por onde ele pisou....e proibam que ele tenha contato com qualquer pessoa....e que habite sob o mesmo teto com outros....
Deus sive Natura (Deus ou Natureza). 


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): Deus sive Natura (Deus ou Natureza), de Spinoza 



Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): spinozista e não espinozista, uma vez que se trata de adjetivo derivado de SPINoza e não ESPINoza...kkk

“Deus sive Natura” *

“O homem não nasce livre, mas torna-se livre ou liberta-se”
Edmilson Menezes

O ponto de partida para as indagações de Baruch Espinosa (1632 - 1677) é a necessidade de instaurar um conhecimento seguro e verdadeiro da realidade.

O conhecimento humano deve partir da causa primeira, produtora de toda a realidade. Este princípio é, para a compreensão de Espinosa, Deus. Contudo, Deus é compreendido por Espinosa não como causa final, como quer a tradição escolástica, mas sim como causa eficiente. Deus não representa a perfeição para qual tende a realidade, mas sim o próprio ato de produção da realidade. Ele é causa de si, e Sua auto-criação deve coincidir com a criação de toda realidade. Daí provém a compreensão espinosista de Deus, que lhe valeu os epítetos de panteísta e, mesmo, de ateu: “Deus sive Natura”, Deus, isto é, Natureza. Deus é substância única, presente em todo ente criado; deste modo, pode-se caracterizar uma postura monista na filosofia de Espinosa, contrapondo-se ao dualismo cartesiano.

Para Espinosa, tudo o que existe, existe como resultado necessário da natureza divina. Ser necessário significa o que é determinado por outra coisa a existir e a operar de certa e determinada maneira. Com esta definição, somente Deus não é necessário: é a única causa livre. Espinosa é radicalmente contrário a noção de livre-arbítrio, pois, para ele, ser livre significa “o que existe exclusivamente pela necessidade da sua natureza e por si só é determinado a agir”. A verdadeira liberdade significa conhecer a causa necessária das coisas e agir de acordo com essa necessidade, a liberdade é o conhecimento da necessidade. leia mais

Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche). "Para quem não sabe, Zé Ramalho é um amante de Histórias em Quadrinhos. Ele gosta tanto, que duas músicas de seu repertório são inspiradas nelas. Uma delas é essa, Kryptônia, que tem partes (não a música inteira), inspirada na história do Superman. O bebê Kal-El foi enviado a Terra por seu pai, Jor-El, porque o Planeta Natal deles, KRYPTON, estava prestes a explodir, e ele queria que seu filho tivesse uma chance de sobreviver. Ao chegar na Terra, Kal-El foi criado por um casal de fazendeiros, foi renomeado Clark Kent, e o Sol Amarelo de nosso Planeta lhe deu super poderes, tornando-se assim nosso protetor, o Superman. Em um dos comentários abaixo, disseram que o trecho "O Silêncio que habitou-se no meio" refere-se a explosão do Planeta Krypton, porque no espaço, graças ao vácuo, o som não se propaga, e a explosão seria silenciosa. "Ele é o cometa fulgurante que espatifou um asteroide pequeno que se chama de Terra" fala da queda da Nave do Superman ao nosso Planeta. A outra música que falei, que também é inspirada em quadrinhos - essa é mais evidente, porque Zé Ramalho perdeu um processo de plágio - é "Força Verde". Zé Ramalho em Força Verde copiou as primeiras páginas de um Gibi do Incrível Hulk, e transformou em música. O caso até ficou conhecido como "O Dia em que Zé Ramalho Plagiou o Hulk". (Mike Lopes Prado10 meses atrás)



Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): a arte serve à tradução/percepção/ressignificação/leitura/apreensão das coisas que se nos apresentam no dia a dia...ou de repente...como esse caixão....isso não é uma reunião e sim um velório......ou formas de vermos a verdade que se nos apresenta, como esse caixão...kkkk
Nessa imagem so consigo ver uma coisa....como conseguiram eh que nao sei
Féretro: Caixa de grandes dimensões, comprida, onde é colocado o cadáver de algum falecido que vai ser enterrado; caixão ou caixa mortuária; do mesmo significado de ataúde ou esquife: conduziram o féretro até ao local do sepultamento 


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): a arte serve para a construção de novos mundos...de uma nova realidade baseada nas leis que não estas criadas por estes legisladores putrefatos...e aprovadas pelo Poder Verbalizador/midiático, o poder dos poderes, que tem os demais poderes - legislativo, executivo e judiciário - como apêndices, como correia de transmissão de seus interesses....ele o Poder Verbalizador é o responsável por criar subjetividades/ideologias que resultam no voto..ou no golpe "democratico"....


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): dizem que a Lava Jato veio para limpar esse pais....quando veio para sujar emporcalhar de vez...


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): tudo isso com total aprovação do Poder Verbalizador/midiático comandado pela Globo, por isso o povo nem fica sabendo da verdadeira corrupção que está sendo praticada pela quadrilha....acabaram de vender várias sondas da Petrobrás por 10% do seu valor e ninguém ficou sabendo...claro que o JN não vai dar....o foco agora é o Delenda Lula....este vai receber a seguinte sentença a la Tiradentes: salguem a terra por onde ele passou...proibam o contato dela com qualquer ser vivente....e saber que os verdadeiramente corruptos, os que roubam no atacado não vem ao caso....



Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): na cidade spin não pode haver contraste entre os sócios da sociedade, que são os animais, os seres humanos e as pessoas juridicas, sendo estas as lojas, os supermercados, as Igrejas....na cidade spin as pessoas juridicas participam de verdade da vida politica, podendo votar como serem votadas....vc pode votar por exemplo nas Lojas Marisa, claro que não...essas pessoas marginais nem podem se candidatar porque estarão na lista suja....as Casas Bahia talvez, no caso o eleitor vota na lista fechada das CB e ao final o Poder Curador (que aqui se chama Judiciario) faz um sorteio...o que for sorteado ocupa o parlamento...o parlamento ser reune para escolher, via sorteio, dentre eles, um para fazer as vezes de poder executivo...
o que mais....deixe-me lembrar...esqueci...


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): será que a gente pode dar uns bons mergulhos nessa água....será um canal de um rio....na cidade spin os rios não são fronteiras e sim o todo: um rio com suas cidades-estados nas margens direita e esquerda, formam isso que chamamos de província...leia os comentários a esta obra...



Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): ainda sobre essa sequência...preciso aprender a mexer com o power paint..então por não saber ficou esse esboço...

preciso aprender tmbm mexer com face: pensei que tava comentando no post de hoje e era no da imagem de perfil, bem antigo..é que se me apresentou uma imagem que pensei que fosse do filme Laranja Mecanica......que confusão...pensei que estivesse aqui e estou lá....pensei que fosse cedo da noite e já é amanhecer...perdi noção do tempo...


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): ainda sobre essa sequência...preciso aprender a mexer com fotografia..então por não saber ficou esse esboço...


Temos a arte para que não se perca na verdade (Nietzsche): ainda sobre essa sequência...preciso aprender a mexer com o power paint....então por não saber ficou esse esboço...


Atualizaçã9 

Ao postar no face aconteceu algo....



Reuni num único post no blog Sequência de Fibonacci no dia a dia brasileiro sic Sequência do Spin, tudo da #SequenciaSpin Temos a arte para que não se perca na verdade Friedrich Wilhelm Nietzsche

Como se vê, me foram apresentados dois links: 

Sequencia de Fibonacci e uma pagina de Nietzsche




Nenhum comentário:

Spin Espelho