27/02/2011

Como pude ser tão relapso

Agora vejo, não fui em mesmo á palestra do Yuri Firmeza, que eu havia programado para o celular me avisar como forma de esquecer, não fui
Esqueci, agora sei, o celular estava no silencioso
Esquecimento ou misantropia ou aversão à arte
Onde eu estava mesmo
Falta de idéias ou obras é que não foi
Afinal de contas, desde o dia em que o Carlos Sena me avisou, tive um milhão de idéias, obras prontas, aceitáveis ou não, elas brotatam, seja em estado de vigilia ou dormência
Apenas não as executei ou olhei ou fui
Como pude ser tão relapso
Agora sei, me lembrei ou sonhei ou olhei ou fui várias obras
Uma intitulada "Na Internet" ou "Da Internet",
Não me lembro ao certo o título, cheguei a anotar em algum lugar como forma de não esquecer
Se bem que eu deveria tê-la realizado ao invés de apenas agendá-la
Ah,  um dos dois(temas), devo ter anotado em algum lugar
A mulher na rodoviária, esta obra vi ao vivo, a realizei ou filmei mas o mlk que trabalha no cyber a deletou por se achar por demais expert no assunto
Não havia mesmo como me inscrever no Salão, tudo conspirou no sentido da minha ausência
Outra obra incompreendida ou não realizada: o gato misantropo
Retornei ao local para saber o desfecho da história
Para quem não sabe, um gato que se escondeu no céu para não ser visto
É bem provável de que tão alto ele ocultou-se no topo daquela árvore, tenha morrido
Não sei  o que aconteceu, não pude entrar, o Parque Mutirama foi fechado para reforma
Quem sabe, no momento aberto
Vou lá

Nenhum comentário:

A História do SPIN