07/06/2009

Air France, spin mortífera, pessoa jurídica




As empresas estão cada vez mais interessadas em produtividade, lucro, pontualidade.
Por isso os pilotos partem com seus aviões com uma quantidade exata de combustível e com hora certa prá chegar.
Já senti isso na própria pele, quando trabalhei numa empresa de transporte urbano.
Quando o ônibus atrasava um pouquinho a pressão era enorme.
Atrasou porque?
Havia um dispositivo chamado tacógrafo, que media tudo, o trajeto, a velocidade.
Com piloto de avião as regras, com certeza, são ainda mais rígidas.
Fico a imaginar a pressão sob a qual os pilotos vivem para que cheguem na hora certa.
Para evitar que os pilotos desviem de suas rotas eles recebem uma quantidade exata de combustível.
Assim, um piloto da Air France, com um quantidade exata de combustível, talvez não tenha tido outra opção senão seguir seu percurso, ao contrário do que fez o piloto do avião da Ibéria que vinha logo depois do avião francês.
O que levou o piloto da Air France a não desviar da zona de turbulência, assim como fez o avião da Ibéria?
Para poupar a empresa Air France de um vexame, a mídia não tem se aprofundado muito neste assunto.

Avião da Iberia desviou de tempestade na mesma rota do AF 447

Vôo Rio-Madri partiu 7 min após avião da Air France; especialista acha cedo para dizer se AF 447 foi vítima do mau tempo.

Aqui o artigo completo

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,aviao-da-iberia-desviou-de-tempestade-na-mesma-rota-do-af-447,382851,0.htm

Nenhum comentário:

A História do SPIN