02/06/2009

Mercadante: o futuro da comunicação está na internet

Paulo Henrique Amorim - em seu blog

Paulo Henrique Amorim - Eu vou conversar agora como senador Aloizio Mercadante que lança hoje sua nova plataforma de comunicação social que inclui, além da reformulação do portal, sua presença nas principais redes sociais, como Orkut, facebook, youtube. Senador, como vai?

Aloizio Mercadante – " (...) O Orkut, que no Brasil é a principal rede, então nós temos lá uma comunidade, vamos mantendo informação, aprofundando a relação da sociedade. O Twitter, que eu já venho usando há mais de um mês, dando informações mais breves, mais ágeis, que pode ser acessado do meu portal – www.mercadante.com.br, o Facebook, que no mundo é a principal rede social, mas no Brasil é ainda não. Aqui o Orkut tem mais força que o Facebook, mas também é uma rede muito importante internacionalmente, o Ning, que é uma novidade no Brasil, mas internacionalmente também é uma rede relevante; o Youtube, que nós temos o canal, colocando todos os vídeos mais importantes; o Flcker, onde nós podemos colocar as fotos mais atualizadas, permite quem quiser ter acesso às imagens, nós temos feito também uma opção; Slideshare, onde eu coloco palestras, transparências, documentos e agiliza também. Tem muita gente que pesquisa o site sobre cobertura econômica, dados sobre PAC, sobre a evolução da economia brasileira; e o RSS, que é um instrumento importante do celular, ainda pouco desenvolvido. Nos estamos nos preparando para usar essa ferramenta. Então, a idéia é exatamente usar esse espaço democrático, plural, como era na Antiga Grécia a praça, que era o centro da democracia. A praça, nas sociedades modernas, onde você pode ter uma relação interativa, você pode debater, você pode ouvir, você pode conversar, interagir, de forma plural e democrática, é a internet. Então eu estou dando uma grande valorização para esse procedimento. Espero com isso, frente aos eleitores, uma relação de cidadania, uma relação mais próxima, mais presente. (...)"


Leia a entrevista na íntegra http://www.paulohenriqueamorim.com.br/?p=11546

Comentário

Como atualizar todas estas ferramentas? Há várias outras que o senador Mercadante não citou, ótimas ferramentas, como o Overmundo, Hi5, Delicious. Há quem use uma ou outra, daí a importância de se usar numa plataforma todos estes meios. O único problema é que para se usar tudo isso e portanto atender a toda a demanda seria necessário uma mini-equipe. Isto quer dizer que um blog que se proponha ser uma plataforma digital abrangente tem que contratar pessoal, o que seria bom para o Brasil nesta época de crise. Vou aproveitar a deixa para sugerir ao senador Mercadante que se dê incentivo governamental e financiamento para que pretende levar adiante sua plataforma digital com uma equipe de pessoal que faça serviços tais como de digitação, atualização, tagss, vídeo, edição e, portanto, contrate empregados.
Claro que o monopólio da informação e da fala, no Brasil dominado pelas famílais Marinho (Globo), Frias (Folha), Mesquita (Estadão) e Civita (Veja) não aceita esta minha proposta. O latifúndio midiático não quer que o bolo seja dividido. Por isso o imprensalão está fazendo umacampanha contra os blogueiros independentes nos chamando de "beneficiários do bolsa-mídia de Lula", numa referência ao programa Bolsa-Família, que também eles não aceitam e chamam de "Bolsa-Esmola". Não é a questão de bolsa isso ou aquilo. O problema é que a elite brasileira, tão burra, atrasada e corrupta como a do Haiti e do Sudão, não aceita a pulverização da riqueza, dos bens materiais, da educação e da cultura que, a todo custo, que ser tão e somente deles, umas espécies de escolhidos por Deus para desfrutar do que há de bom neste planeta.
Quanto ao I-5 digital do senador Azeredo (PSDB-MG), em andamento, ele alega que o objetivo é o comate ao crimes virtuais. Nada a ver uma coisa com a outra, pois bastou que o governo federal colocar a PF nas ruas para que centenas de pessoas fossem presas Brasil afora na semana passada. Na verdade o que está em jogo não é o combate aos crimes virtuais e sim o poder que tem a internet de interferir nos destinos desta nação. O que preocupa Azeredo é a transparência trazida pela internet, o que dificulta e muito os trambiques e rolos de políticos de safados como ele.

Ass: José Carlos Lima

Da sessão frases aleatórias do SPIN, link ao lado.
Os homens compram tudo pronto nas lojas... Mas como não há lojas de amigos, os homens não têm amigos.
Antoine de Saint-Exupéry

ps
Neste artigo há um link para um texto sobre o apoio do governo às novas mídias, isto em Portugual, pois por aqui o monopólio da fala abre o berreiro contra
http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2009/06/pig-chora-perda-do-bolsa-midia-de-fhc.html



Nenhum comentário:

A História do SPIN