17/12/2009

Acompanhe a Conferência da Comunicação

O que cada setor quer aprovar na plenária final da Confecom?
A TV Vermelho perguntou aos representantes dos três setores (sociedade civil, empresarial e poder público) presentes à Conferência Nacional de Comunicação: "qual é a principal proposta que você quer ver aprovada na plenária final?" Para a maioria, a vitória da Confecom será a aprovação do Conselho Nacional de Comunicação.

Aqui o texto na íntegra

Em seu discurso de abertura da CONFECOM, o presidente Lula saúda a blogosfera
.
Para acompanhar pelo twitter.com/revistaforum
.
Para acompanhar pela TV Clique aqui
.
O blog Cidadania, um dos membros da Confecom, estará fazendo a transmissão via twitter (http://twitter.com/eduguim)
.
A abertura da Confecom

Por basílio - no blog do Luis Nassif

Hoje é o dia de abertura, as 17:00 horas, da 1ª Conferência Nacional de Comunicação – Confecom, evento importante que está sendo ignorado propositalmente pela mídia corporativa e monopolista, que não admite controle algum da sociedade, até mesmo das concessões públicas de rádio e televisão.
Acho que seria interessante o acompanhamento da conferência e seus resultados pelo blog.
Site da transmissão ao vivo: http://www.confecom.gov.br/transmissao
A abertura musical é com Ana carolina!
.
Devagar. E todos os dias

por Luiz Carlos Azenha

Fiz várias palestras preparatórias para a Conferência Nacional de Comunicação. Na etapa paulista, me inscrevi como microempresário, produtor de conteúdos -- o que faço para a TV Record e a Baboon Filmes. Infelizmente, por motivos profissionais, não pude integrar a lista de delegados paulistas. Mas me sinto representado em Brasília pelo Rodrigo Vianna.

Desde lá de trás, quando muita gente se dizia desconfiado da conferência, eu dizia: não adianta esperar milagre. Como, de fato, não haverá milagre. O importante, sempre acreditei, está no processo. No engajamento de alguns milhares de brasileiros -- 10, 20, 30 mil? --, que não são empresários do ramo, nem jornalistas, em um debate nacional sobre a comunicação no país. E, antes mesmo da Confecom, vi isso nas palestras: o público era variado.

Mais gente poderia ter se engajado? Com certeza, sim. Houve problemas na convocação da Confecom? Sim. Mas não tem preço esse processo de mobilização: ele rompe com a panelinha que sempre decidiu nos bastidores, sem qualquer consulta ao público, todas as questões relativas à comunicação no Brasil. Daí a decisão de grande parte dos empresários de se retirar da conferência. Aparentemente, eles ainda acreditam que é possível fazer retroceder o processo. Sinceramente, não sei como pretendem fazer isso.

Continuo achando que não haverá milagres. Que é preciso trabalhar com uma agenda mínima, na qual eu incluiria a dispersão das verbas oficiais de publicidade para incentivar as rádios e tevês comunitárias e uma rede nacional de banda larga integrada a um esforço para a produção de conteúdos locais. E que se cada um de nós trabalhar para trazer mais uma pessoa para o debate em alguns anos atingiremos a massa crítica necessária a aprofundar as mudanças.

http://www.viomundo.com.br/opiniao/devagar-e-todos-os-dias/
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN