16/12/2009

Idéia Sem Futuro (A História de Idéia - I, 1/70)

E qual seria o nome de Zé Serra Alagão na História de Idéia?
Vários nomes.
Todos os nomes ruins.
Idéia Sem Vergonha na cara.
Você viu o tanto que o figura é cara de pau e à toa?
O Zé Alagão deixou os paulistas na merda e se mandou prá Dinamarca, tá lá só twitando.
Ele não deveria ter providenciado uma bomba para sugar a água na zona leste antes de viajar para defecar suas idéias que não correspondem aos fatos?
Pois é, lá da Dinamarca, o Zé Alagão e Arnoldo Shuasnega, falaram de extermínio do futuro.
Interessante se notar que, como FHC é reprovado quando o comparamos com Lula, e Zé Alagão envergonha o presente, os tucanosdemos vem agora com este blá blá de "olhar para o futuro".
Cá prá nós, como é possível se contruir um futuro com estes tucanosdemos tipo Arruda, Serra, Yeda?
Miremos sim, no presente, mesmo que eles não gostem.
Vejam só o desastre que eles são em várias áreas, da educação à saúde, passando pelo meio ambiente.
Sim, eles exterminam um futuro promissor.
Eles impedem um mundo melhor amanhã quando Zé Alagão, por exemplo, boicota o programa o Minha Casa Minha Vida, apenas e tão somente por questão eleitoreira, por ser o coisa de Lula.
Que futuro constrói Zé Alagão?
Esta gente foi capaz de furtar na gráfica Plural/Folha as provas do ENEM para prejudicar Lula.
Deus que nos livre deste futuro prometido por Zé Alagão.
( )Idéia Sem Futuro
Para saber mais sobre Idéia Sem Futuro leia este humorado e picante texto "Enquanto Serra Passeia", de Eduardo Guimarães, em seu blog:

Vocês não sabem, mas eu, masoquista compulsório, sigo o governador José Serra no Twitter.
No fim da noite de ontem, ele soltou um monte de mensagens por lá se gabando de seu encontro com o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, o “exterminador do futuro” (da California, segundo dizem as notícias sobre a situação da unidade federativa norte-americana sob a batuta do ex-ator).
Vejam, abaixo, a pequenez desse homem público, que, nos intervalos de sua regência da imprensa golpista, inventa prêmios internacionais fajutos para se contraporem aos que Lula ganha e que, para combater o brilho de Dilma em Copenhague, viajou para lá às custas da paulistada burra para aparecer do lado de seu homólogo ianque.

Continue lendo

.

Nenhum comentário:

A História do SPIN