23/09/2009

Mab 15/70 (I)

O fim

Ontem tive um surto, dei-me conta do ocorrido quando cheguei em casa à noite.
Notei isso ao dar uma olhada na sequência "Mab."
Como descambei.
Passado o surto, apaguei quase tudo o que eu havia escrito, como por exemplo a onde falei que a escrita me redime, me solta ( e como solta!).
Apaguei também uma parte onde disse que este blog seria proibido para algumas pessoas, por exemplo, meus familiares, bem como todos os moradores das cidades da Bacia do Rio Meia Ponte.
Eu quis dizer Rio Balsas.
Por que eu haveria de proibir as pessoas de acompanhar esta obra?
Se bem que se pode perder e muito a liberdade de expressão quando temos interlocutores que conhecem apenas nosso rosto civil, comum, raso, superficial.
Vou parar por aqui, pois estou quase deslanchando novamente.
Há dias que só pego no tranco, outros dias é bem fácil.
Nestes dias em que o motor pega fácil fácil é que tenho que ter cuidado.
Desculpem-me pelo ocorrido.
Para resolver isto resolvi começar uma nova obra.
Isto.
Vou falar da falta de freios do Descamba.
___________________________________
Abaixo, logo após a palavra "contemporânea" clique em mab1 para acessar os demais capítulos desta monografia

Nenhum comentário:

A História do SPIN