01/10/2010

Dilma sai vitoriosa do debate da Globo


Reproduzo aqui este texto do Renato Rovai, em seu blog

Dilma foi a grande vencedora do último debate no primeiro turno desta eleição realizado ontem pela TV Globo.

Foi a grande vencedora por alguns motivos:

1) Não perdeu o debate;

2) Se saiu bem em momentos complicados, como no momento em que a platéia tucana ensaiou uma gargalhada numa de suas falas;

3) O seu principal adversário foi mal e levou uma troletada de Marina quando foi falar das urbanizações de favelas paulistas como exemplo para o Brasil;

4) Marina, de quem se esperava muito, até teve bons momentos, mas se perdeu do meio pra frente do debate e ainda levou uma boa lambada de Serra;

5) Fez um encerramento perfeito. Falou de forma humana dos programas sociais relevantes do governo e agradeceu a …Deus;

6) Foi a grande vitoriosa, porque não perdeu. E quem está na frente, quando não perde, ganha.

Leia na sequência a análise que fui fazendo bloco a bloco enquanto o debate acontecia.

Primeiro Bloco

Os candidatos pareciam não estar preparados para polemizar a partir dos temas propostos. Isso levou o debate a ser frio neste primeiro bloco. Ponto pra Dilma que precisa apenas empatar o jogo.

Plínio se mantém na mesma estratégia de todos os debates anteriores. Buscando ser irônico com os adversários. Neste primeiro bloco já mandou uma provocação para Serra quando foi informado que teria de perguntar sobre impostos para o tucano: “Ah, ele gosta de impostos..”

Marina está séria. E com um discurso em tom firme. Difícil avaliar, tamanha a falta de emoção, mas talvez tenha se saído um pouco melhor do que os outros candidatos. Nada, porém, significativo.

Segundo bloco

O debate estava em marcha lenta e de repente Plínio decidiu fazer campanha para os candidatos a deputados federais do PT quando tinha de fazer uma pergunta pra Dilma. Perguntou por que ela não falava do seu partido e na volta pediu votos nominalmente pra o Ivan Valente, Chico Alencar e Luciana Genro e pra todos os candidatos do partido.

A palavra voltou para Dilma que começou a falar da campanha e dos recursos utilizados nela. Quando disse que declarava todos os gastos e que depois suas contas seriam abertas para a população uma parte do auditório (provavelmente tucana) começou a dar altas gargalhadas na platéia.

Dilma não se intimidou e tranquilamente interrompeu sua fala e disse: “lamento muito as gargalhadas daqueles que se utilizam de outras práticas”.

Dificilmente essa sua reação firme e inspirada não será o destaque da noite.

Até por conta disso o debate deve esquentar neste próximo bloco.


Terceiro bloco

Errei na previsão. Pensei que aquele clima da gargalhada e a tirada de Dilma pudessem dar uma levantada no debate. Não deram. Frio, frio, friozinho…

O destaque desse bloco foi a triturada que Marina deu em Serra quando ele lhe perguntou sobre habitação.

Na sua réplica, Serra falou da qualidade da urbanização de favelas em São Paulo que, segundo ele, poderiam servir de exemplos para o país.

Marina, na tréplica, começou a listar comunidades que visitou em São Paulo e onde a situação, segundo ela, era vergonhosa. Tem toda a razão.

Nos outros confrontos, nada relevante. Dilma foi um pouco melhor que Marina no debate com ela, mas nada signficativo.

E Plínio, infelizmente, está muito mal neste debate. Como também foi mal na Record.

Não está inspirado e nem conseguindo fazer um discurso relevante. Em todas as perguntas fala sobre a dívida. Reduz todas as questões do país a que se deixe de pagá-la.

Desse jeito o PSoL não vai sair nem com 1% deste pleito. Isso não é bom, mas talvez seja educativo.

Quarto bloco

Este foi o bloco da irritação de Serra com Marina. Onde ele mandou um “não use sua régua para medir o comportamento dos outros”. E acrescentou: “você fica falando que eu sou igual a Dilma, mas eu poderia dizer que iguais são vocês. Você, por exemplo, estava no governo e não saiu dele na época do mensalão”.

Marina não pôde reagir a essa fala do tucano porque ele que finalizava o embate entre os dois.

Nos outros embates entre candidatos, nada empolgou.

Mas nas despedidas finais, Dilma e Plínio foram muito melhores do que Marina e Serra.

Na verdade, Marina foi a pior dos quatro nessa fala final. Ela que tinha tudo pra fazer um discurso emocional, fez uma fala tentando vender sua ida pro segundo turno. Seus publicitários mandaram muito mal. Quando se quer vender algo não se deve ficar forçando a venda. Isso é básico. É preciso convencer o “comprador” de um outro jeito.

Na fala de Dilma ela destacou todos os programas sociais do governo Lula, abordando o lado humano dessas ações. E agradeceu a…Deus.

Este agnóstico blogueiro tem que reconhecer que a fala foi adequada.

Infelizmente o Brasil ainda não conseguiu separar Igreja e Estado na construção democrática.

E não dá pra tentar resolver isso no meio de uma eleição.

http://www.revistaforum.com.br/blog/2010/09/30/debate-da-globo-analise-bloco-a-bloco/comment-page-1/#comment-14376


Meu comentário


Faço minhas estas palavras do PHA

"Dilma explicou muito bem o papel das UPPs no combate à violência urbana.

Dilma explicou os planos de expansão das ferrovias.

E, mais importante, ela explicou por que vai fazer um Governo de coalizão com o PMDB.

Dilma falou como Presidenta."

Continue lendo
http://www.conversaafiada.com.br/politica/2010/10/01/dilma-preside-debate-da-globo-serra-nao-foi-estava-no-telefone/

Aqui o debate na íntegra
http://oleododiabo.blogspot.com/2010/10/integra-do-debate-entre-presidenciaveis.html

Nenhum comentário:

A História do SPIN