17/03/2010

As louras são japonesas ou iguais

Todas as loiras tem sósias ou cópias
Parece que sim
Ontem foi a sósia da Doutora K
Eu (observando ela de costas, com a mesma roupa, a mesma cor verde abacate da roupa de K): Oi K, tudo bem?
Ela (sorrindo): eu não sou K
Eu (desapontado): é que vc é igualzinha a ela, a mesma roupa ou cor ou cabelos...
..............
Hoje de novo, confundi uma loira com outra
Eu( observando uma loira que pensei ser a A, colega de trabalho): a senhora quer que leve alguma coisa la para o escritório?
Ela (apavorada como a A): tenho que ir no cartório.
....
Conversa vai conversa vem, só depois de muito tempo eu percebi que não se tratava da Doutora A. Ainda bem que ela não percebeu minha gafe e saiu correndo para ir ao cartório.
....
Será que estou ficando louco?
Aliás, quem mais louco, eu ou ela que me confundiu também?
...
Estas pessoas que levam tudo na exatidão....nunca permitem a alternativa ou...se bem que pode ser até melhor assim, pois elas nunca confudem as loiras...
Falando em "ou" hoje pedi a V, spin secretária, para usar o telefone do chefe A para ligar para Fulano.
Eu: posso usar este telefone? Tanto faz?
Ela: tanto faz não...vc tem que usar o deu seu chefe
.
E por acaso tudo não é pago por um só patrão?
É a questão da não alternativa, a igualdade imposta, a falta de liberdade, o que tinha demais eu usar o fone A ou B.
Quanto às loiras, qual o problema confundir uma com a outra?
E por acaso elas não são todas iguais?
Iguais ou super-inteligentes
Se bem que não estou gostando nem um pouco desta história de igualdade, isso é coisa de morto
Quando estou vendo tudo igual eu sei que é porque a qualquer momento vai chegar um navio ou avião ou nave ou ponto, aquele pontinho de luz que não tem consciência pois que é a própria consciência.
Meu deus, não posso viver feito senão como matéria.
As pessoas também estão me confundindo, pois ontem a Doutora A veio com o seguinte papo:
Ela: você estava ali fazendo uma coisas com um celular ou fotografando?
Eu(pensando...deve ter sido no dia em que apresentei o vento ao mundo): ah, a senhora não sabe se era eu? A gente trabalha junto há quase 20 anos. A senhora não me reconheceu?
Ela (fazendo gestual de desentida)
......papo encerrado......

Nenhum comentário:

A História do SPIN