17/03/2010

Combater o CyberTerrorismo

Na foto, a Dra. Janice Ascari, link da foto

Por Janice Ascari - no blog do Luis Nassif

Caro Nassif, o blog Cidadania, de Eduardo Guimarães – http://edu.guim.blog.uol.com.br/ – também foi vítima de ataques que incluíram ofensas sórdidas e terríveis às filhas dele, uma delas de apenas 11 anos e portadora de paralisia cerebral.

O mesmo recado que mandei a ele deixo aqui para você, Paulo Henrique, Azenha e Maria Frô:

Não desistam. Adotem um mecanismo de verificação (moderação de comentários, cadastro, identificação de IP na tela etc.) e sigam em frente. A liberdade de expressão de pensamento é garantia constitucional.

Leia mais
.
Luis Nassif: A guerra política sem quartel (em seu blog)
Em Observação

No dia 29 de dezembro passado recebi e-mail de um leitor, com informações sobre a guerra política a ser deflagrada este ano pela Internet.

Segurei as informações que me foram passadas, até ter uma ideia mais clara sobre os desdobramentos e conferir se as informações se confirmariam. Aparentemente estão se confirmando.
Continue lendo
.
Eu: a revista inVeja não se emenda

Altamiro Borges (em seu blog): contra Dilma, Veja apela para bandidos

A Casa Millenium, que reúne a lama da direita midiática nativa, deveria instituir um prêmio para os seus freqüentadores mais sádicos. A revista Veja já é uma forte concorrente. Logo após o seu convescote, ela já produziu duas capas espalhafatosas contra a campanha de Dilma Rousseff. Na primeira, utilizou como “fonte primária” o promotor José Carlos Blat, que foi desautorizado pela Justiça de chofre. Já nesta semana, ela acionou Lúcio Bolonha Funaro, famoso doleiro do rentista Naji Nahas e “sócio” do ex-governador José Roberto Arruda, que permanece preso em Brasília.
.
As denúncias requentadas do promotor não duraram uma semana. O juiz Carlos Eduardo Franco negou o pedido de Blat de bloqueio das contas da Cooperativa Habitacional dos Bancários e até recusou a quebra do sigilo bancário do ex-presidente da Bancoop, João Vaccari. No despacho, o juiz argumenta que as denúncias de Blat não podem ser “contaminadas” pelo ambiente eleitoral e nem servir à manipulação da sociedade. A revista Veja, que já havia arquivado a sua reportagem de fevereiro de 2005 com relatos dos podres de Blat, preferiu agora ocultar a bronca do juiz.

A ficha suja de Funaro

Continue lendo
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN