05/03/2010

Minha irmã está indo
Eu dei para ela o livro "O Surrealismo' anotado na postagem anterior ou posterior
Eu (rápido ou pensando)
Ela: o ônibus do eixão é mais barato?
Eu: é
Ela: vou pegar 1 real para pegar o ônibus
Eu: pode pegar
Ela: então tá...já vou
Eu: tá
Eu (mais do que depressa): um momento, me dá o livro, tem alguma coisa ai que eu tenho que anotar aqui
Ela (me devolve o livro)
Eu (anotando o que está escrito na contra-capa):
O surrealismo é o
Eu (dita para mim, fica mais rápido)
Ela: qual é?
Eu: a contra capa
(pensando): vou pegar o celular e fazer um vídeo, vou gravar
Um momento, ela não vai saber da mina obra
O surrealismo é o "raio invisível" que um dia nos permitirá vencer nossos adversários
(neste momento verifico se está gravando e está)
Ela (continuando): Não tremerá, carcaça."
. (ponto quer dizer riso)
Ponto seguido quer dizer riso seguido
Ela: Este verão as rosas são azuis: a madeira é vidro. A terra envolta em seu verdor me faz tão pouco efeito quanto um fantasma. É viver e deixar de viver que são soluções imagináveis.
A existência está em outro lugar.
É preciso que o homem passe, com armas e bagagens, para o lado do homem.
Eu: tudo na contra-capa?
Ela: sim
Eu: o que
Ela: André Breton, Manifesto do Surrealismo
Eu: André Breton era médico. Você está fazendo monografia?
.
Logo abaixo, após arte, contemporânea, clique no link Marte2010

Nenhum comentário:

A História do SPIN