30/11/2009

O que resta agora a Zé Serra senão apelar para a destruição pessoal do adversário

A coalizão demotucana já não tinha mais argumentos a contrapor na área econômica. Com Yeda no RS e as cenas protagonizadas por Arruda, em Brasília --ademais das minuciosas anotações de 'pagamentos' da Camargo Correa a expoentes da intimidade serrista em SP, derrete também o discurso do "modo demotucano de governar". Desprovida de projeto e fulminada na aliança política, o que resta à candidatura Serra? A destruição pessoal do adversário. Deflagrar um up-grade na veiculação do ódio elitista que já transborda em insultos fascistóides contra a figura do Presidente da República. Radicalizar o preconceito numa classe média semi-culta e semi-informada que lê Veja. Operar com a mentira pura e simples. A Folha já havia testado o método na falsificação da ficha do DOPS da ministra Dilma Rousseff. A nova investida editorial, dissimulada em ‘artigo’ de César Benjamin, covarde e desprovida dos cuidados jornalísticos na apuração prévia dos fatos, oficializa o padrão do ciclo que se inicia. O fecalismo político substitui a tinta de impressão nas páginas do jornal editado pela família Frias. (Folha, uma credibilidade em ruína; Carta Maior, 30-11)
.
Meu comentário

Enquanto a Folha de Zé Serra luta para destruir Lula e o Brasil...

O Brasil tem seu presidente como um grande exemplo de superação de adversidades, o que esta elite corrupta não aceita. Enquanto isso, a corrupção corre solta no sub-mundo demotucano

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM) acaba de divulgar nota à imprensa. Na nota, Arruda diz que os "recursos eventualmente recebidos por nós do denunciante, nos anos de 2004, 2005 e 2006, entre os quais o que foi exibido pela TV, foram regularmente registrados ou contabilizados, como o foram todos os demais itens da campanha eleitoral"

Bom, então, a eleição, do governador Arruda, foi em 2006. Arrecadação de campanha acontece depois das convenções partidárias, que são em junho. Que arrecadação de campanha é essa em 2004 e 2005? Registrada aonde? O TRE só registra doações feitas no período eleitoral.O governador Arruda, alega também que, os 700 mil encontrados em sua residência, seria para, ações sociais . Comprar panetones para os pobres. Tá mentindo né não? Já de saída, sem governador disse que continuará no cargo. "Estamos firmes. A gente vai até o fim." Agora veja o vídeo do empresário colocando dinheiro na cueca. Agora veja o vídeo do empresário colocando dinheiro na cueca
.
FONTE: osamigosdopresidentelula
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN