18/11/2009

Do mensário netuno2009 de Zé Serra

Empresa colombiana que fez negócios com tucanos em São Paulo quer mais sopa no mel em 2010
.
O blecaute que deixou metade do Brasil no breu - e toda a imprensa golpista cheia de energia - teria sido meticulosamente urdido e cuidadosamente operado. O curto-circuito que derrubou as redes de transmissão de eletricidade no país, na terça-feira, ocorreu no exato momento em que o governador tucano Zé Chirico e o narcopresidente terceiro-mandatista da Colômbia, Alvaro Uribe, juntaram as pontas dos fios desencapados que seguravam.
Curioso é que, logo nos primeiros momentos da falta "de luz", o conluio dos sabotadores com a máfia midiática já estava evidenciado, com batalhões de repórteres mobilizados em pontos estratégicos - fora a frota de helicópteros. Num átimo, os corvos demotucanos de sempre saíram das trevas para dar elucidativas entrevistas ao lume de velas. Raras vezes vimos tamanha "agilidade" na cobertura de um evento de tal magnitude.
Os primeiros sinais de que algo estranho estava acontecendo vieram da insuspeita ANDE -Administración Nacional de Electricidad, do Paraguai. Segundo o engenheiro Luis Alberto Villordo, diretor da instituição, o evento ocorreu por causa de um curto-circuito registrado em uma linha de transmissão de 500kV localizada na zona de São Paulo, que produziu a queda de 11.000 MW.
Coincidentemente, a "zona de São Paulo" em questão está sob a "jurisdição" da CTEEP – Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista, controlada pela ISA Capital do Brasil que, por sua vez, é controlada pela Interconexión Eléctrica S.A. E.S.P. (“ISA”), uma companhia de capital misto, sediada na Colômbia, controlada pelo governo daquele país, e que detém 59% do seu capital social total. A atividade principal da ISA é a operação e manutenção de redes de transmissão de energia, além da participação em atividades relacionadas com a prestação de serviços de energia elétrica. Além de possuir investimentos em transmissão de energia na Colômbia - e no Brasil, a ISA "investe" também na Venezuela, no Equador, no Peru e na Bolívia.
Veja aqui, segundo a própria empresa, como o governo tucano entregou, de mão beijada, a rede de transmissão elétrica paulista.
Analistas ouvidos por este Cloaca News não confirmam, mas não descartam, a hipótese de o blecaute ter sido provocado para desgastar politicamente o Governo Lula e prejudicar a virtual candidatura da Ministra Dilma Rousseff, o grande empecilho ao devaneio presidencial de José Serra. Segundo os analistas, Serra no Planalto garantiria aos colombianos a possibilidade de fazer muito mais negócios com o Brasil, e de adquirir, a preço de banana nanica, o restante do setor elétrico de nosso país.
FONTE: Cloaca News
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN