13/11/2009

Do meu mensário netuno09

Muito interessente este discurso de Lula durante a abertura do 9º Congresso de Iniciação Científica do Brasil (Conic), em São Paulo.
Hoje pela manhã encontrava-me em uma banca de jornal olhando os exemplares do dia ali pendurados.
Olhava exatamente a capa do Correio Brasiliense, o qual estampou esta "obra de arte" " onde Lula parece espancar Dilma.
Fiquei pensando o quanto é interessante isto que estou vendo, um jornal deixar-se de ater-se ao fato, à realidade, para criar uma ficção, uma realidade paralela, virtual, o que não é função do jornalismo nem dos jornalistas e sim da arte e dos artistas, pois que jornalismo que se preze term que ater-se aos fatos e fui àquela banca de jornal prá isso e não para ver uma coisa que parece mas que não é.
No momento em que eu estava triste e desapontado diante daquela capa, aproximou-se um senhor em torno de 45 anos de idade, branco feito leite, olhos verdes, tipo lord inglês.
Apontando a imagem que eu olhava, o "lord" começou a atacar Lula.
Não que eu tenha nada contra os ricos, cada um na sua, mas tenha dó, querer vim prá cima de mim com este papo de atacar Lula e defender FHC?
Ele: o Lula é ladrão.
Eu: um ladrão que põe a PF para caçar ladrões. Já FHC...vc poderia me informar quantas quadrilhas FHC desbaratou, quandos bandidos ele pôs na cadeia? Nada como os números para apontar a verdade. Esta coisa de esquecer dos números e olhar o horizonte, como propõe FHC, não cola.
Ele: FHC foi o melhor presidente que o Brasil já teve.
Eu: uma das grandes "obras" de FHC foi a doação da Vale para seus amigos, parentes e correligionários...
Ele: a Vale foi vendida para o estrangeiro.
Eu: mentira. A Vale hoje está nas mãos dos chegados de FHC, Agnelli, a esposa de Paulo Renato, ex-secretário de FHC e atual secretário de Zé Serra.
Ele: mentirosa é a Dilma. A Lina Vieira contou tudo.
Eu: a Lina Vieira contou o que...isto que você viu na imprensa? Minha imprensa é outra.
Devido ao calor do embate, as pessoas foram se aglomerando.
Muitos sorriam do bate-boca.
Chamou-me a atenção um morador de rua, ali ao lado, catando uns papéis.
O defensor de FHC dirigiu-se ao morador de rua.
Defensor de FHC (dirigindo-se ao morador de rua): o Lula não serve para representar o Brasil... é analfabeto.
Eu (dirigindo-me ao morador de rua): ele está defendendo FHC.
Catador de lixo: FHC? Esse é ladrão. Neste momento o morador de rua, como que acometido por um surto, começou a gritar "FHC ladrão! FHC ladrão!"
O defensor de FHC ainda tentou convencer o seu interlocutor, afirmando que o ex-presidente não seria candidato.
Coro (mais gente gritando): "FHC ladrão!"
Foi nesta hora que vi que o povo "adooooraaaa" FHC.
.
Oportunidade perdida
.
Uma pena que, naquele momento de agitação, não lembrei-me que eu poderia ter gravado um vídeo, afinal de contas o celular encontrava-se nas minhas mãos.
Como pude perder esta oportunidade.
Que tipo de gente sou para perder um lance desse.
Como sou desligado!
.
Clique na imagem para ampliar



Jakarta, obrigado pela visita
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN