08/11/2009

UNIBAN expulsa aluna que usou vestido curto

Por Eduardo Guimarães - em seu blog (clique aqui )

Minha opinião

"Para a Uniban, Geisy provocou os colegas ao fazer um percurso maior que o habitual, desrespeitando princípios éticos, a dignidade acadêmica e a moralidade."

Mulheres de SP, se preparem, pois logo logo Zé Serra baixará uma lei probindo o uso de vestidos curtos no Estado.

Muitos fiscais, tais como estes do batalhão anti-fumo, serão contratados para fiscalizar o cumprimento da lei, quer dizer, o comprimento dos vestidos.

E vamos que vamos.

Eta nóis.

.

Os comentários abaixo foram extraídos do blog do Luis Nassif

Luis Nassif disse:

Esse hiper-moralismo se explica: um dos fundadores da Uniban foi o bicheiro Ivo Noal. Não sei se continua à frente da instituição.

Fernando Hey disse:
A Uni-Talibã já marcou o dia do apedrejamento? É uma pena que eles não tenham informado previamente à moça quantos passos ela podia dar, diariamente, dentro da universidade, nem o trajeto obrigatório! Ressalto que sempre escrevi a palavra Universidade com caixa alta, mas aqui, para intitular a referida instituição, cabe mesmo a minúscula. Respeito a todas as opiniões, mas clamo a todos cuidado com a legitimação do linchamento moral e do “bulling”, uma séria forma de assédio moral que têm conduzido muitos jovens ao suicídio! Para fazer um mero exercício lógico, imaginem um ente querido no lugar dessa moça.

.

Maria disse:
“Para a Uniban, Geisy provocou os colegas ao fazer um percurso maior que o habitual, desrespeitando princípios éticos, a dignidade acadêmica e a moralidade.”
É? então expulsa todos que fizeram um percurso maior que o habitual etcc.etc…Caso contrário está faculdade é uma lat..na de maus costumes !!!

Silvana disse:

Já estou até vendo: em 2010 as alunas da Uniban vão ter que usar uniforme: uma burca! ¬¬’
Queria só saber se existem advertências anteriores, por parte dos professores e dirigentes da – ahem – universidade para a Geise por causa das vestimentas. Se não, significa que a própria – ahem – universidade não cumpriu seu papel educador, além de tomar uma atitude sumária, sem tentar resolver a questão em nível particular antes.
Apesar de todas as dificuldades já apontadas nos comentários, acho que a Geise deve, sim, processar a UniBAN (”ban” de “banir”, em inglês).

Marcus disse:
Puta Puta Puta Puta! Quando vcs ouvirem isso, saibam, é apenas “reação coletiva de defesa do ambiente escolar” Resta dizer que o reitor deve ser um filho da p…

.

Ministra Nilcéia condena expulsão de universitária

A ministra Nilcéa Freire, da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), informou neste domingo (8) que vai cobrar da Universidade Bandeirante (Uniban) explicações sobre a decisão de expulsar uma aluna que usava um vestido curto e sobre o andamento das medidas contra estudantes que a “atacaram verbalmente”.

.
Nilcéa condenou a decisão de expulsar a universitária e disse que a atitude da escola demonstra “absoluta intolerância e discriminação”. “Isso é um absurdo. A estudante passou de vítima a ré. Se a universidade acha que deve estabelecer padrões de vestimenta adequados, deve avisar a seus alunos claramente quais são esses padrões”, disse a ministra à Agência Brasil, ao chegar para participar do seminário A Mulher e a Mídia.

Continue lendo

.

Nenhum comentário:

A História do SPIN