17/11/2009

Do mensário júpiter2002 de Sarney

Clique aqui para ler isto do mensário júpiter2002 de Sarney.
Trata-se de um discurso que ocorreu no dia dia 21 de março de 2002, quando tinham se passado vinte dias desde o episódio da Lunus, uma trama de alta espionagem montada por Zé Serra para tirar do páreo a candidatura Roseana Sarney à presidência.
Dias depois, em 7 de abril, Roseana Sarney retirou sua candidatura.
Não se trata aqui de uma defesa dos Sarney e sim uma amostra de como age Zé Serra, um velho gatuno que dá o tapa e esconde a unha.
Zé Serra e seus auxiliares sempre adotaram esta prática para destruir quem ouse atrapalhar seu projeto de poder.
Marcelo Itagiba, naquela época delegado da Polícia Federal, esteve à frente deste serviço de alta espionagem que teve como objetivo tirar Roseana Sarney do caminho de Zé Serra.
Como se sabe, o delegado foi transformado em deputado federal do PSDB.
Não que eu considere Zé Sarney um santo mas convenhamos, desde quando o outro Zé o é?
Questino sim, o comportamento desta imprensa que já há muito tempo faz as vezes de legislativo, judiciário, substituindo também partidos políticos e oposição.
Sempre a imprensa agindo como testa de ferro de interesses ocultos.
Engraçado que estas arapucas montadas por Serra e cia são tão bem feitas que não deixam rastros dos mandantes
Me lembro de algunas casos famosos:
-Furto das provas do ENEM na gráfica da Folha.
-Dossiê anti-FHC, atribuido a Dilma, na verdade confeccionado pelo senador tucano Alvaro Dias.
-Dossiê anti-Serra, a isca jogada por Serra e mordida por aloprados do PT.
-Factóide Lina Vieira e sua famosa agenda encontrada numa mala 3 meses depois.
-O falso grampo contra Gilmar Mendes que, em conluio com a Veja, gerou a CPI dos grampos que, por sua vez, deu ainda mais poder ao gilmarzão, hoje cabo eleitoral dos tucanos-demos
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN