02/11/2009

FHC e a miséria do discurso

Bastante oportuno este debate em torno deste discurso de FHC.
A Vale aumentou de valor não por causa da privataria de FHC e sim devido ao aumento do preço do aço por causa do aquecimento da economia chinesa.
FHC sabia que isto iria ocorrer, prá isso contratou uma empresa internacional para uma auditora cujos dados mantem em segredo até hoje.
Se bem que o aumento do preço do aço no mercado internacional era previsível, uma auditoria pra se saber disso era até dispensável.
Mesmo que os japoneses tenha sugerido o preço de 50 bilhões para a Vale, FHC a doou para seus amigos por 3 bi, com a vantagem de que esta grana foi emprestada pelo BNDES para ser paga com papéis podres, quer dizer, nunca.
Como já foi dito noutros comentários, o que a Vale tem arrecadado em alguns meses, logo em seguida à privataria de FHC, superou o valor pelo qual a estatal foi "vendida" (melhor dizer doada).
Noutro pais, por causa disso, FHC estaria atrás das grades e não na mídia arrotando soberba.
.
Com relação ao preço da Vale, aumentado não por causa da privataria de FHC e sim devido ao aumento do preço do aço no mercado internacional, segue interessente link demonstrando isso em dados numéricos-estatísticos, por sinal FHC evita citar números em sua cínica verborragia político-demagógica.
http://www.indexmundi.com/pt/pre%C3%A7os-de-mercado/?mercadoria=índice-de-preços-de-metais
.
Stop você FHC.
Repito:
a Vale teria seu crescimento multiplicado várias vezes, não por conta da privataria e sim devido ao aumento do preço de seus produtos no mercado internacional.
Incrível como a Globo adora alardear que a Vale teve seu valor aumentado por causa da privataria de FHC, o que não é verdade.
Nada como os números para mostrar a verdade, isso que FHC esconde em sua falta de compostura, FHC pensa que é só abrir o bocão e pronto, que ele abafou, que o mundo parou por causa da sua sabedoria. Mais números para calar a boca de FHC:
http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=enpt&u=http://www.indexmundi.com/commodities/%3Fcommodity%3Diron-ore%26months%3D180&prev=/translate_s%3Fhl%3Dpt-BR%26q%3Dpre%25C3%25A7o%2Bdo%2Bferro%2Bde%2B1997%2Ba%2B2009%26sl%3Dpt%26tl%3Den
.
O rasário de desmandos do fernandismo é interminável.
Ele tentou hipotecar a base de lançamentos de Alcântara/MA em favor dos norte-americanos, um território cujo acesso estaria proibido a brasileiros.
O SIVAM, mais um escândalo, BANESTADO, 6 bi doado para o banco de ACM, cala-te boca*** de vários bi para a Globo no caso da jornalista Miriam Dutra engravidada por FHC.
O País quebrou várias vezes sob FHC.
Noutros países se faz plebiscito para se aprovar reeleição, mesmo assim o Partido da Imprensa tucano-demo reclama.
Por aqui FHC comprou votos para o FHC aprovar sua reeleição e ficou por isso mesmo, o PIG não reclamou.
Por estas e outras façanhas FHC, faltando um ano para terminar seu mandato, estava com a popularidade nas alturas: 15%
*** O PROER da mídia.
.
Como se vê nos gráficos, a valorização da Vale ocorreu por causa do aumento de seus produtos no mercado internacional, o que FHC sabia que iria ocorrer quando privatizou(melhor dizer doou) a empresa em 1997.
Isto não é crime?
Ele não deveria estar atrás das grades?
Nada como os números para mostrar a verdade, isso que FHC esconde em sua falta de compostura.
FHC pensa que está com tudo, que é só abrir o bocão e pronto, que ele abafou, que o mundo parou por causa da sua sabedoria.
Mais isto aqui para refrescar a memória de FHC, o seu lamentável (des)governo, isto que a imprensa tupiniquim tenta nos enfiar novamente goela abaixo
Segue link para mais um desmando do fernandismo, este que anda por aí, todo serelepe, "abafando" de jornal em jornal
.
O dia em que FHC decidiu alugar um pedaço do Brasil
.
Por Luis Carlos Azenha - em seu blog
.
SÃO PAULO - Um dos papéis mais importantes da internet é o de ajudar a disseminar informação. Ainda que muita gente se divirta com os bate-bocas eletrônicos, eu particularmente acho que essa é uma ferramenta essencial para a educação. E isso se deve a um fator muito específico: a internet fez com que o custo de transmissão e armazenamento de informações despencasse.
.
Graças à internet podemos, por exemplo, ter informações completas sobre um dos episódios mais patéticos da História recente do Brasil, que se deu em 18 de abril de 2000: a assinatura de um acordo entre o então ministro da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Sardenberg, e o então embaixador dos Estados Unidos em Brasília, Anthony Harrington.
.
Isso também
Aloysio Biondi fez uma grande pesquisa sobre a privataria de FHC
Para ler clique aqui
Imperdível, não deixe de lá.
Sim, caberá a FHC o jogo sujo, as palavras a qualquer preço para desmoralizar Lula.
É que no momento em que a popularidade de Lula está de vento em popa, é claro que nenhum tucano-demo baterá em Lula.
Muito pelo contrário.
Como FHC não tem nada a perder...

Nenhum comentário:

A História do SPIN