25/11/2009

Ney Matogrosso, Heitor Villa Lobos, Arthur Bispo do Rosário (In Memoriam) e outros artistas homenageados com a Ordem do Mérito Cultural



Décima Quinta Edição

Entrega das insígnias da 'OMC 2009' será nesta quarta-feira, 25 de novembro, no Rio de Janeiro

A Ordem do Mérito Cultural (OMC 2009) terá como tema central de celebração a homenagem a Heitor Villa-Lobos, para assinalar o cinquentenário da morte do compositor, reconhecido internacionalmente como um dos maiores expoentes da música erudita brasileira. A solenidade de condecoração será realizada nesta quarta-feira, 25 de novembro, às 18h, no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro.

Durante o evento, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Cultura, Juca Ferreira, prestarão a homenagem do Governo Federal a 40 personalidades, sendo oito in memoriam, e a nove grupos artísticos, iniciativas e instituições.

A noite da festa da Cultura terá como mestres de cerimônia dois ícones das artes cênicas - a atriz Fernanda Montenegro e o ator Sérgio Mamberti, presidente da Fundação Nacional de Artes - e um roteiro que promete momentos de grande emoção no palco.

A execução do Hino Nacional ficará a cargo da orquestra Sinfônica Heliópolis, sob regência do maestro Roberto Tibiriçá, com interpretação do Coral de Libras do Instituto Adventista de São Paulo.

Também haverá apresentações dos cantores Zeca Pagodinho, Ney Matogrosso e Noca da Portela; das cantoras Angela Maria e Maria Lúcia Godoy; e de integrantes da Bateria da Portela e do Afoxé Filhos de Gandhi. Como orador dos agraciados foi escolhido o autor e diretor teatral Aderbal Freire Filho.

Criada em 1995, pelo Ministério da Cultura, a Ordem do Mérito Cultural é o reconhecimento àqueles que se destacaram por suas contribuições à Cultura brasileira. Confira os homenageados desta 15a edição da OMC, bem como um pouco da obra de cada um dos artistas

.

Nota do Mensário: Villa Lobos, Arthur Bispo do Rosário (In Memorian) e demais artistas são merecedores do prêmio. Quero destacar aqui a premiação ao cantor Ney Matogrosso como um justo reconhecimento ao conjunto da sua obra. A presença do cantor contribuiu e muito para a derrubada de preconceitos, além do que ele, com sua voz e sua atuação cênica, levanta a auto-estima dos brasileiros.

.

Nenhum comentário:

A História do SPIN