02/10/2009

A elite está se roendo. A elite odeia o Brasil

Por Luis Carlos Azenha - em seu blog

Privilégio.
Essa é a palavra que define a elite brasileira.
O camarote da Brahma. O lounge exclusivo do aeroporto. A sala VIP.
A separação entre Casa Grande e Senzala é a matriz da brasilidade.
Para os amigos, tudo. Para os inimigos, toda a força da lei.
A cela especial dos diplomados. Os habeas corpus do banqueiro.
Os negros que enriquecem e se tornam brancos.
Lula embaralhou bastante as cartas. É um sucesso de público.
Daí o estratagema da elite. Lula sim, o PT não. Lula sim, o Itamaraty é um horror -- dominado por chavistas. Lula é um democrata, Morales um demagogo.
É uma forma de negar o protagonismo histórico de Lula e, portanto, da classe na qual ele se originou.
.
Comentário
.
Aqui em goiânia, há uns 7 dias ocorrreu a micareta, carnaval fora de época.
Como sou muito curioso, fui lá para ver e constatei que havia um portão para a entrada dos ricos, os camarotes da Brahama,,,etc
.
Lá no outro canto tinha o portão para a classe média, com abadás.
Lá no outro canto, perto do mato, tinha um portão escondido, este era a porta de entrada da classe pobre, que chamam pejorativamente de "pipoca'.
.
Quem entrava em cada portão não podia se misturar com os dos outros portões.
Quem entrava pelo portão A, da classe rica, tinha tudo à disposição, sofá, Tv, bebidas, comida à vontade.
.
Quem entrava no portão B, a classe médica, digo média, ficava pulando com os abadás.
Quem entrava pelo portão C, a 'pipoca", só tinha direito a olhar, do alto de uma arquibancada que, altas horas da noite desabou. Muita gente ferida mas nem chegou a ser destaque na imprensa. O acidente não foi no camarotes e sim na "pipoca."
.
Preços dos ingressos:
A: 200,00
B: 60,00
C: 20,00
.
Como a pipoca era bastante grande, apesar do valor do ingresso ser menor que os demais, no final das contas, a conta gerada talvez tenha superado à paga pelas demais classes sociais.
Apesar de que o acidente na "pipoca" nem tenha saído no jornal.

Nenhum comentário:

A História do SPIN