14/10/2009

ENEM: Quem mandou mudar o plano logístico?

Por Luiz Carlos Azenha - em seu blog

Alteração do plano logístico deve nortear investigação sobre Enem, diz ministro

SOFIA FERNANDES

colaboração para a Folha Online, em Brasília

A auditoria montada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) para apurar as responsabilidades civis do vazamento do Enem deve se concentrar na alteração do plano logístico do exame e se o poder público foi avisado ou não das mudanças ocorridas, informou nesta quarta-feira o ministro da Educação, Fernando Haddad.

De acordo com Haddad --que participa de audiência na Câmara--, um novo ambiente de manuseio da prova foi criado na gráfica, diferente do previsto no plano logístico originalmente proposto. Não houve vistoria do governo nesse novo ambiente e pessoas foram contratadas de última hora.

Por que essa decisão foi tomada, quem tomou a decisão, por que motivo e por que o poder público não foi alertado serão perguntas que nortearão a apuração do Inep.

Haddad afirmou que os funcionários do Inep negam terem sido avisados de qualquer mudança. "Abriu-se um ambiente de manuseio inseguro. Até o presente momento, todos os funcionários do Inep foram consultados, todos negaram que o Inep foi informado que o plano logístico nos últimos dias foi alterado."

O ministro, que esteve hoje em audiência pública na comissão de Educação da Câmara, voltou a afirmar que os momentos mais delicados da elaboração do exame são o da impressão e manuseio. "Depois que a prova é distribuída, até pode acontecer um problema na ponta, mas dificilmente vai ser um problema que ponha tudo a perder", disse.

A Polícia Federal está fazendo investigação sobre responsabilidade criminal do vazamento da prova e o Inep sobre responsabilidade civil. A Polícia Federal já indiciou cinco pessoas pelo vazamento.

FONTE: http://www.viomundo.com.br/

Comentário

Você matou a charada. Quem mandou mudar o plano? A quem interessava mudar o plano estratégico do ENEM? A mudança de tal plano deu no que deu. Beneficiou quem? Vou dizer só a primeira letra: SERRRRAA O que ocorreu dentro da gráfica Plural/Folha foi a bela desculpa para Serra fazer o que doutra forma não conseguiria: BOICOTAR O ENEM

Portanto não é difícil chegar ao mandante. Ridículo ver em vídeo que a Folha/Gráfica Plural fez vista grossa para o furto das provas do ENEM.Não tentaram impedir em momento nenhum que o escândalo chegasse à imprensa, pelo contrário, deram um forcinha. Estes criminosos me deixam irado, não os coitados que furtaram as provas ou levaram-na para a imprensa, mas a inteligência que foi montada por detrás disso para que isto ocorresse.

Só espero que os responsáveis por este ato abjeto sejam levados aos tribunais e devidamente punidos, bem como devolvam aos cofres públicos aquilo que receberam por um serviço que, além de não prestado, deu sérios prejuizos aos estudantes.

Por Helena Sthephanowitz - no blog os amigos do presidente Lula

“Por que se criou um ambiente inseguro? Essa é a questão que precisa ser devidamente explicada pelo consórcio. Ele tem de esclarecer essa decisão que é o principal elemento para explicar o vazamento”Haddad avalia que a principal questão em torno do vazamento da prova do Enem é o esclarecimento dos motivos que levaram a gráfica a abrir um espaço de manuseio do exame sem a devida segurança aprovada pelo Inep:

“Na minha opinião, o auditor (responsável pela investigação do caso no Inep) deveria ter atenção bastante acentuada nessa questão. Um novo ambiente de manuseio foi aberto. Por que se criou um ambiente inseguro? Essa é a questão que precisa ser devidamente explicada pelo consórcio. Ele tem de esclarecer essa decisão que é o principal elemento para explicar o vazamento.”

A Policia Federal está apurando a parte criminal e já indiciou cinco suspeitos.A Gráfica Plural, do jornal Folha de São Paulo e onde é impresso o jornal, ainda não se manifestou sobre a informação dada pelo ministro a respeito do uso de um galpão para manuseio das provas impressas sem autorização.

Nenhum comentário:

A História do SPIN