11/10/2009

Folha e a escandalização do nada

Por Jorge Furtado - no blog do Luis Nassif

CPI da Telma

Deixa ver se eu entendi: a matéria de capa da edição de domingo da Folha de S. Paulo, tratada como denúncia séria e ares de novo escândalo, acusa o ministro das Minas e Energia de ter uma secretária (Telma) que marca e cancela reuniões “sem avisá-lo previamente”? É isso mesmo? Depois de livrar-se da verdade dos fatos * a Folha de S. Paulo, na sua campanha aberta para devolver o poder ao PSDB paulista, perdeu também a noção do ridículo?
.
Tudo leva a crer que sim. No sábado retrasado, no inútil esforço de remendar a incrível barriga dos 35 milhões de brasileiros que, segundo o jornal, iriam contrair a gripe A, encomendou ao Datafolha uma pesquisa bizarra: “nos últimos meses de inverno, você sentiu algum sintoma de gripe?”. De posse das respostas, o jornal concluiu que pelo menos 20 milhões de brasileiros tiveram a gripe A, ou seja, o erro da Folha teria sido de “apenas” 15 milhões de doentes. Só que, como a letalidade do vírus é de 0,4%, segundo os cálculos da Folha de S. Paulo, 80 mil brasileiros morreram de gripe A, mas apenas 2 mil foram enterrados. Os outros 78 mil, zumbis insepultos, pelo jeito estão trabalhando na redação do jornal.
.
* Os exemplos recentes do desapego da FSP à verdade são muitos, incluem a versão do delegado Edmilson Pereira Bruno sobre as fotos do dinheiro dos aloprados, o grampo sem áudio Gilmar/Veja/Demóstenes, a reunião sem data com Lina Vieira, o Picasso do INSS, a fraude da ficha da Dilma no DOPS, os números da gripe A, o dossiê do “uiscão” e da tapioca, etc, etc…
.
Comentário
O próximo escândalo montado pela Folha será o "vazamento" da agenda de Lula, Dilma, Ciro...
Eta povo que gosta de escrafuchar a agenda alheia.
É como se tais agendas não fossem abertas ao público.
Este assunto deve ter virado manchete porque algum outro escândalo deve ter queimado no forno desta fábrica de factóides.
O pior de tudo é sabermos que o galope deste cavalo desembestado chamado imprensa brasileira será cada vez mais atrevido enquanto Dilma não for derrotada antes da hora, quando o correto seria delegar aos eleitores tal decisão.
O que é errado é a oposição midiática fazer isso que vem fazendo de forma sistemática e reiterada, somente para atender aos desejos de Zé Serra.
Prá isso foram capazes de fazer vista grossa para o furto das provas do ENEM no interior da Gráfica Plural/Folha.
Esperemos o próximo "escândalo'

Nenhum comentário:

A História do SPIN