25/10/2009

Lampião x imprensa

(Charge de Ziraldo)
.
Em 1926, tendo o Padre Cícero como negociador, o governo tentou cooptar Lampião para destruir a Coluna Prestes.
O acordo não vingou.
Houve sim uma troca de tiroteio entre o bando de Lampião e a Coluna Prestes.
No entanto isto ocorreu porque o bandido, ao cruzar com a Coluna Prestes no inteior da caatinga, pensou tratar-se de forças do governo.
Naquele momento de de relativa paz, num sótão, o bandido concede uma coletiva aos jornalistas, dentre eles um médico.

A impressão da imprensa
.
"(...) os outros facínoras observavam-nos, com um misto de simpatia e desconfiança.
Ao lado, como um cão de fila, velava o homem de maior confiança de Lampião, Sabino Gomes, seu lugar-tenente, mal-encarado.
-É verdade, rapazes!
Vocês vão ter os nomes publicados nos jornais em letras redondas...
A esta afirmativa, uns gozaram o efeito dela, porém parece que não gostaram da coisa.
(...)
.
Outro lance da coletiva
.
- Agora, Lampião, pedimos para escrever os nomes dos rapazes de sua maior confiança.
- Pois não. E para não melindrar os demais companheiros, todos me merecem igual confiança, entretanto poderia citar o nome dos companheiros que estão há mais tempo comigo.
E escreveu.
1 - Luiz Pedro
2 - Jurity
3 - Xumbinho
4 - Nuvueiro
5 - Vicente
6 - Jurema
E o estado maior:
1 - Eu, Virgulino Ferreira
2 - Antônio Ferreira
3 - Sabino Gomes.
Passada a lista para nossas mãos fizemos a "chamada" dos cabecilhas fulano, cicrano, etc.
Todos iam explicando a sua origem e os seus feitos.
Quando chegou a vez de "Xumbinho", apresentou-se-nos um rapazola, quase preto, sorridente, de 18 anos de idade.
- É verdade, "Xumbinho"! Você, rapaz tão moço, foi incluído por Lampião na lista dos seus melhores homens...
Queremos que você nos ofereça uma lembrança...
"Xumbinho" gozou o elogio.
Todo humilde, tirou da cartucheira uma bala e nos ofereceu como lembrança... (...)"
Comentário meu
.
Como este encontro seria noticiado hoje?
Qual seria a manchete?
Qual frase da entrevista desta entrevista de Lampião à imprensa seria pinçada para ser manipulada e em seguida virar manchete em todos os jornais, TVs e portais da intenet?
Com certeza haveria manipulação.
Talvez não, por temor das consequências.
Hoje a imprensa é que virou bandida.
Que o diga Luis Nassif, perseguido pela família Civita/Veja/Abril por expressar sua opinião.
Estamos sim, precisando de um novo Lampião.
Quem sabe assim os jornais pensem duas vezes antes de tripudiar?
Se bem que hoje, quem faz as vezes de Lampião é Zé Serra.
É só ver o poder que ele tem sobre a imprensa.

Nenhum comentário:

A História do SPIN