31/10/2009

Micheletti, Foro São Paulo e sacis pereres

Caro Luis Nassif, a respeito deste assunto (Honduras), faço minhas estas palavras:

“(….) A atuação determinada do Brasil junto às organizações internacionais e junto ao governo americano foram determinantes para dar fim à crise em Honduras. Dá engulhos ler, nos jornais, as matérias tecendo loas aos EUA e denegrindo o Brasil. Os EUA é que estavam dúbios. O Brasil sempre foi firme. Se os EUA tivessem sido firmes como o Brasil, a crise teria sido resolvida antes. Quando os EUA resolveram seguir a posição brasileira, e deram um ultimato final à Micheletti, a crise acabou (aparentemente).
Quando noticiou-se que Micheletti havia cedido, a comemoração dos zelayistas na Embaixada do Brasil foi gritar: Viva o Brasil! Viva Lula! Viva Zelaya! (…)”
Aqui o texto na íntegra, onde o escritor Miguel do Rosário discorre sobre o caso

.

Leia mais sobre as peripécias da imprensa tupiniquim.

.
Segundo este ótimo texto publicado no blog do Luis Carlos Azenha, Lula foi muito generoso com a imprensa, pois deveria ter jogado as flores sobre o cadáver.
.
aqui o Gilson Caroni demonstra como a Folha de SP está em plena campanha para eleger Zé Serra.
.
Uma lástima que a imprensa brasileira torça contra o Brasil por conta destas mesquinharias, a volta a qualquer custo de FHC e cia. No momento o Partido da Imprensa aposta no tudo ou nada. Não é à toa que a Gráfica Plural, do grupo Folha, fez vista grossa para o furto das provas do ENEM. Esta gente perdeu o senso do limite. No momento, o Brasil avançando, com a imprensa estrangeira apontando o progresso do Brasil em vários setores, temos os nossos meios de comunicação fazendo um moviemento contrário e apostando no quanto pior melhor. Estas forças do atraso defendem não se sabe o que, pois nem mesmo o capitalismo demonstram defender. Ah sim, defendem o retorno de FHC e cia, este senhor que nos trás tristes lembranças, pois que no poder praticou a pilhagem, transferiu empresas estatais para os seus amigos, mandou a PF recolher-se, corrompeu o Congresso para mudar a CF e ter mais um mandato quando o correto seria um plebiscito, enfim, a lista de desmandos é muito grande, quebrou o país 3 vezes. No entanto é por esta gente que a imprensa torce. Se a imprensa não está preocupada com sua credibilidade? Na cabeça desta gente a eleição de Zé Serra compensará todos os ricos, todas as perdas, o retorno financeiro é certo. Como nos velhos tempos de FHC, quando a Globo recebeu grana farta para não abrir o bico e manter o sigilo, por exemplo, sobre o filho que FHC teve com uma jornalista da emissora, a Miriam Dutra. Esta gente quer enganar a quem? Nada contra FHC ter filhos por aí, o que me irrita é o espírito de seletividade da nossa mídia. Enfim, FHC ter um filho por fora não é grave. Já Renan Calheiros tê-los é gravíssimo. Qual a única diferença entre um e outro? Renan é aliado de Lula e FHC não. Da mesma forma, Micheletti é aliado de FHC e Zelaya é amigo de Lula. É hora de malhar Lula por conta da vitória de Zelaya. Assim decretou o nosso imprensalão. Os cães latem uníssonos. A caravana passa.
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN