02/10/2009

A gravação da tentativa de venda da prova vazada do ENEM



O grupo de pessoas que vazaram a prova do ENEM tentaram vender para a reportagem do R7 (Portal do mesmo grupo da TV Record), um dossiê com as informações sobre como foi o vazamento.Pediram o preço de R$ 500 mil. O R7 não pagou. Os emissários tiveram acesso à prova através de um Agente da Policia Federal.
Segundo a versão relatada na gravação, o agente da PF tinha cargo dentro do Congresso, assessorava um parlamentar, e foi transferido para longe. Que parlamentar será esse, de qual partido? Na gravação o repórter tentou arrancar a informação, mas o intermediário não quis informar.
A prova do ENEM foi impressa em uma gráfica do Grupo Folha de São Paulo.
Entre os objetivos políticos do vazamento estava derrubar o ministro da educação Fernando Haddad, um dos possíveis pré-candidatos ao governo de São Paulo pelo PT.
Comentário
.
Ouvindo a gravação se constata que, ao contrário do que disse a repórter do Estadão, os caras que vazaram a prova do ENEM não são simplórios, dá pra ver no vocabulário, pelo contrario, são bem articulados. Talvez estivessem usando roupas maltrapilhas ou simples somente como disfarce, coisa de espionagem, espião em ação. Quem será mesmo o mandante deste crime político. Com certeza não há interesse financeiro nisso ai, pois senão eles teriam pedido um desconto ao Estadão após a recusa na primeira tentativa ou teriam vendido a prova para alunos. Está bastante claro que a trama não envolve interesse por dinheiro e sim pela derruba do ministro Haddad ou para, como na trama Lina Vieira, na falsa ficha de Dilma e outros, queriam apenas atingir Lula e sua candidata. Que imprensa e elite mais safada esta nossa. Isto é bem ao estilo de Zé Serrra e já vimos este filme antes, que o diga o caso Lunus, a do dossiê "anti-Serra," esquemas sujos que terminaram ajudando o tucano-demo em momentos críticos. Escândalos montados por esta mídia que mais se parece a um cavalo desembestado, sem nenhum limite. Aonde vamos parar com isso? Qual será o "escândalo' que no momento está no forno, prestes a sair da fábrica? Serra tem que ser eleito, custe o que custar.

Nenhum comentário:

A História do SPIN