18/12/2008

Nádia Tim, Márcia Domingues Torres e outras


Publicidade
Publicidade


Clique na imagem para ampliar,como se vê, falei pouquinho na resposta, como deve ser com quem não tenho intimidade, é que fui para a festa sem máquina fotógráfica = vídeo, aliás, não tenho, eu tinha mas furtaram, preciso comprar outra urgente, melhor um celular com GPS, wi-fi, vou ficar sem tempo para escrever aqui em casa, vou ralar 12 horas por dia, como suportar a prisão onde querem me colocar?
Na falta de máquina própria a Doutora = sábia Márcia me emprestou a dela e disse que só não enviou o material porque estava o cabo havia sido emprestado, agora pegou o cabo, acabou a bateria, sou muitíssimo grato pela atenção, ela não pode saber da minha existência, nem pensar, ai daquele que me entregar, ao fazer isso nem sabe o dano que está provocando à minha obra, não por nada, só porque não quero aparecer, viver como Michael Jackson jamais, não há bem maior do que a liberdade, por favor soltem Caroline Pivetta da Mota, ela não fez nada de mais, prendam o Daniel Dantas e soltem-na, vai ver que tá faltando vaga na cadeia para os spin ladrões = mafiosos que estão em todos os lugares matando = roubando = difamando a nossa família spin
Terão a devida resposta, ai daquele que me trouxer a público, ai ai ai
Mostrarão meu rosto civil como se fosse o meu rosto
ai ai ai
Verão o meu rosto e não saberão quem sou
Clique na imagem para ampliar, isso aí é da Nádia Tim, spin jornalista = mãe, humana
É que eu estava no google ver a minha ação contra no vazio da 28a. Bienal do NADA (não gosto de escrever = te em caixa alta = griatando = assusanto, estes sustos que nos apavaoram = transformam SP, a Pivetta é do grupo Sustos
Que susto?
Levei um susto quando ouvi o alarme, com o aviso acima, dando conta de um email da Dra. Márcia Domingues Torres, spin professora digo advogada, humana, ela é da família spin, é importante mas já sofreu muito, o ex-marido dela, durante a separação quase a matou, de raiva = inveja ela teve todos os seus sapatos picotados pelos marido, ele cortou todas as suas roupas, ficou tudo estralhaçado
Cheguei à Nádia Tim através do google buscando pelos nomes "Eles Não Beijam no Molhado" e "Viver é Devagar" do spin escritor Brasigóis Felício, não sei em qual dos livros ele publicou minha ação contra esta Bienal do Vazio de Ivo Besquita e a outra igualmente vazia, o nome dela é Cohen, não sei o nome completo, ela não é da família spin e sim da spam, ela sabia da minha intervenção com os caminhões paus de araras lotados de mendigos ela sabia e, portanto, programou = premeditou = planejou minha prisão, a minha e a da Pivetta, esta ficou e ficou presa, eu conseguiu escapar, éramos 40 = quarentena, (frase deletada).
(Pedaço da frase deletado) eu premetidei = planejei a ação naquele espaço oco = vazio e reservado às madames, todas elas, os poderosos com suas caras tolas deleitando-se com o vazio, este vazio que foi preenchido pela poesia de Caroline Pivetta da Mota
soltem-na
Onde eu estava para não ter consultado, antes = ontem, a coluna = revista da Nádia TIM?
Perdi uma oportunidade sem tamanho, um curso de vídeo em = com máquinas portáteis, celulares, GPS,
ontem vi perto da 12a. Estação, a da Morte, uma multidão de pessoas fotografando minha ação na 28a. Bienal de SP, o pau-de-arara abarrotado de mendigos chegando no espaço vazio da Bienal, todos famintos em direção sopão
Se bem que o NADA DIGO ONIBUS = BUS de ontem estava vazio, claro, o motorista andando feito um trem-bala para cumprir a meta da velocidade exigida pela empresa = metrô = bus, todos os passageiros desceram após a trombada.
( ) um spin à toa ficou de me enviar as fotos = vídeos da morte na 21. digo 12a. estação e até agora nada
A Doutora = sábia Márcia, aquela que teve as próprias roupas picotadas pelo spam = marido me enviará outras fotos, a da festa
Um momento, volto já, muito obrigado
Continue nesta platéia, não saia = fuja
Quero confundir-me = fudir-me com vocês, cada um de vocês, sinceros, sem máculas, sem pecados ocultos, que seja assim, caso contrário serei transformado em santo após a morte na 12a. estação, o que não quero
Quero ser o que sou e spin santo é que não sou nem quero ser, santos são pessoas como Madre Teresa de Calcutá, a princesa Lady Di, eu não
Eu não sou santo, sou todas as coisas ruins que fores capaz de imaginar = olhar = ser, eu sou teu pai = irmão = espelho
Eu som
A morte na 21. Estação
Eu quis dizer 12a. às vezes escrevo de lá prá cá feito japones = orientao = tal = ociden tao
Desculpem-me, tenho que ir, já é tarde
.
Voltei
Vou escrever até às 12:00 horas = minutos = segundos graus
Silêncio
Silêncio
Silêncio
Silêncio
No momento são 11:58, faltam 2 minutos
O que dizer a não ser cantar?
Quem canta seus males espanta, está no vídeo que será enviado pela Doutora = Márcia = sábia, a cantora que animou nossa festa
Ela é cega, apenas fisicamente mas não espiritualmente, ela é da familia spin, adorei a spin cantora
12:00 horas
fim = princípio

Atualizado

Deletei nomes = frases = pedaços de frases que eu havia escrito momentos antes, isto por uma questão de foro íntimo = privado.
Posso = devo retificar-me sempre.
Os cortes ocorreram por se tratar de brincadeiras da minha parte, brincadeiras que, com o tempo = agora, poderiam ser vistos como verdade verdadeira.
Este spin não gosta de mentir nem por brincadeira, nem no Dia da Mentira, bem melhor o Dia da Verdade, sim este dia, hoje é o Dia da Sinceridade, assim como são e podem = dever ser todos os dias = horas = minutos = graus.

Nenhum comentário:

A História do SPIN