23/12/2008

Esta carta que segue abaixo = acima eu havia escrito para o Edson Barrus, há dias não acesso o meu email, não sei se lá tem alguma mensagem dele, ocorre que no momento ando muito atarefado, só vou visitar meu email e orkut depois do meu aniversário 7 de janeiro = marte
No word, que trago para cá agora, eu havia escrito
Cao digo caro edson barrus
Sabes o que me ocorreu agora?
Nesta noite sonhei que eu havia me esquecido de ligar para o meu médico, é que a cirurgia = corte que ele fez em mim em 04.09.2008 até agora não funcionou, de forma que hoje vou, mais uma vez estar lá, a sensação de estar diante de uma pessoa que, não sei ao certo, das suas boas ou más intenções, sim, Fernandinho Beira Mar poderia, se tivesse tido oportunidade, ser um grande médico, estar hoje em liberdade, embora isto não deva ser regra, pois que existem muitos médicos homofóbicos, racistas, pedófilos, quando no começo da década de 80 fui amado por um deles e, por outro, fui tentado, este que me tentou tentou me segurar com uma dentada nas suas costas, eu não o queria como até hoje não quero aquele animal, fiquei um bom tempo com as marcas da dentadura do monstro, mais um,

E falando em mostro, hoje ao açodar fui à geladeira e encontrei um pequeno prato de isopor = papel onde comecei escrever a frase ....ah, esqueci, depois eu lembro,
Só sei que escrevi tanto para o meu gato que fiquei leve, entrei em prantos ao lembrar o qant]]] quanto fui ruim com um velho amigo, um animal de estimação, um gato, spin bípede, animal, ele todas as noites acariciava meus pés = mãos = olhos e me fazia dormir com seu som = canto re = laxante

Pois é, caro spin amigo, sabes com quem encontrei-me agora? Com um spin assassino = homofóbico = deicida = homicida
Antes de falar disso, quero dizer que não sou uma santidade = divindade, nem quero isso, não quero ser transformado em spin deus
Um momento, vou salvar esta carta no programa Word, não estou a fim de escrever diretamente no corpo do email = Orkut = blog
Melhor ficar por aqui, em branco
Não se devo te contar isto agora, vou contar sim, como a história é longa ela será contada em fragmentos, vários postes, grande demais incomoda, por isso fiz um blog para minhas palavras de longa extensão, então, porque não ir prá lá agora? É o que vou fazer, vou prá lá sim, de lá trarei algumas palavras para você, lembranças, imagens, recados, vídeos, tudo tudo tudo totalmente, ah sim, lembrei-me da palavra que eu havia esquecido, é a palavra totalmente, eu havia escrito

Nenhum comentário:

A História do SPIN