17/12/2008

Olá, Paty

Clique na imagem para ampliar
Clique na imagem para ampliar, no momento são 11:24, tenho que sair para trabalhar, meu ganha-pão
Ao abrir o orkut para pegar o perfil para divulgar no blog vi um recado, parece que online, da Paty = Patrícia Mesquista, spin pintora = desenhista , humana
Eu havia enviado um recado para ela, quando você vem, saudades
Ela respondeu, clique na imagem para ampliar
Ela faz parte da minha família, não a biológica mas a spin
Também o Zezinho do Araguaia, deste eu morria de medo, no começo da década de 70 eu ainda criança ouvia todo momento no rádio "cuidado com os terroristas" e, ao conhecer o Zezinho do Araguaia vi que não era nada disso, era sim, preconceito=medo difundido pelos limitares = militares
Triste saber = lembra que naquela época, com medo de gente como o Zezinho do Araguia caguei no baú que minha mãe herdou da minha avó, cheio de pratos de porcelana, é que eu havia comido bastante e, à noite, me atacou uma diarréia e, com medo, de terroristas como Pivetta ( o Ivo Mesquita disse que ela é terrorista) e Zezinho do Araguia, não fui ao quintal e abri a tampa do baú como se fosse vaso sanitário, em seguida tampei = lacrei a tampa da relíquia, na verdade um presente de Luis Carlos Prestes para a minha avó na época da Coluna Prestes
Um momento, é o telefone
Mais um sequestrador
spin sequestrado: oi
spin sequestrador: quero me encontrar com você agora na Praça da Bíblia
***
,
tão estranho
com que roupa eu vou
não posso viver que nem a spin capitura digo capitu
como dizia minha avó "aqueta o rabo minino"
kakakakakakaka
spin sem freio
( )descamba
.
um momento, o telefone me chama
este é ladrão, ele preencheu meu cheque em branco e tentou descontar mas não conseguiu
vi bem antes
mesmo assim procuro entender-vos, comprei até um presente de natal para ele
spin ladrão (despedindo): bjs
vai ver que é Judas Iscariotes, spin ladrão = capitalista, pertencente à raça humana
eu = ego
sim, eles sofrem de obesidade do ego = olho = ser
não gordura física = material
mas espiritual
tudo bem cabe a nós guiar esta gente levar o rebanho pelo pântano atravessar a escuridão somente assim teremos um mundo melhor para todos nós quem de nós nunca cometeu nenhum pecado = atrofia quem de vós =nós é totalmente são = santo? eu mesmo já furtei 50 cruzeiros quando criança meu pai chegou com uma mala cheia de dinheiro e, de tanto olhar aquela riqueza peguei uma nota de 50, isto no começo da década de 70, e escondi no telhado pensando que, diante de tanta grana, ele não iria sentir falta daquela nota e para descobrir o criminoso = doente passou a interregar a todos nós irmãos num total de 11 com mais um adotado 12 levamos todos nós uma surra daquela e até o momento não confessei preciso confessar meu pai está tão velhinho quase 90 anos,

Atualizado

Confessei o pecado = atrofia mas não para ele, apenas para o padre, no confessionário, o dinheiro foi gasto com a compra de rapadura.
Como se vê, furto famélico, ou seja, provocado pela fome, portanto passivo de absolvição, no entanto a penalidade foi aplicada com uma surra daquela, em todo o grupo.

Imperdoável estas doenças = crimes, como por exemplo o furto.
Aqui um documentário = registro de pessoas furtando doações enviadas aos desabrigados de Santa Catarina, situação deprimente = contrangedora
http://br.youtube.com/watch?v=rPyhmsVHH_Q

Quanto a minha atitude provocada por medo dos "terroristas" como o Zezinho do Araguaia, isto foi no final da década de 60, nesta época eu morava na áreal rural, onde = quando aquilo ocorreu.

Este blog tá virando eu eu eu eu eu eu eu
Até quando?
Melhor passar a falar na 3a. pessoa, cansei de mim
Acabei de presenciar um acidente na 12a. Estação
( ) morte
Estou dizendo que perto no ponto de ônibus da Praça do Bandeirantes um ônibus que eu pegar mas que não peguei com medo do motorista que corre demais bateu contra um carro de passeio
O carro menor ficou só o bagaço
Várias pessoas filmaram = fotografaram, um amigo ficou de enviar as imagens para o meu email, prometo divulgar logo que eu as tiver em mãos

Nenhum comentário:

A História do SPIN