21/12/2008

Vários blogs = sítios = espaços = tempos

Vários blogues serão criados
( )um coletivo, eu, Fiterman, Meriam, Geisa, Nora Nei, Marina, Aladim (esta pisca o olho o tempo todo, coitada, morro de dó dela, ela é spin homofóbica, já impediu minha amizade com o marido dela, eu heim, ela é louca, eu heim, tomar marido alheio?)
depois nos tornamos amigos, não eu e ele mas eu e ela,
ela é spin adovogada, feia de doer, vou até tirar o nome dela daí, senão ela pode até meter um processo nas minhas costas por calúnia = difamação mas é verdade, foi na casa da outra atroiada, deixa os nomes destas bestas prá lá, o momento não é agora, elas terão a resposta, saberão quem sou, que fui humilhado daquela forma, se tenho culpa de ser tão desejado por quem está com a esposa mais por medo do que por vontade = tesão = paixão

Atualizado em 21/12/2008 - às 08:20
Medo de ficar só
Incrível como adoramos viver em gangues = grupos = famílias, vi isso ontem nesta noite, eu dentro do ônibus e um grupo = gangue de pirralhos, várias gangues = grupos dentro do ônibus soltando bombas nos terminais, em cada terminal, grupos rivais, dando sustos = assustanto = apavorando prá que senão para deleite de uma idéia coletiva direcionada para a prática da maldade, estes fracos = pequenos = infantis = imaturos de 1, menos de 1 = ano = mês de idade até os 70 = 700
Sejais fortes, não temais
Afasta de ti o medo de ficar a sós consigo mesmo, viva os 3 códigos da vida que são somente = tão somente o espírito, o sexo e a matéria
Não há mais nada além disso, portanto viva os códigos das relações sociais, tranque-se no seu quarto = planeta, recolha-se, fique a sós consigo mesmo, não receba outras pessoas senão você mesmo diante de si = espelho = infinito
Num segundo momento fique com uma outra pessoa do seu agrado, o seu bem, a sua paixão, aquela pessoa que te faz gozar na cama = cozinha = corredor, em todos os lugares, não exagere, não na caixa d´agua do condomínio, como fez um casal que morava aqui no prédio
Num terceiro momento receba-nos, todos nós, somos seus amigos, para que fechar a casa para a festa, a bagunça, a diversão, não refiro-me agora à diversão espiritual nem sexual mas a social
Ledo engano de quem pensa que sou apenas sexual, esta frase vai para Aladim,,,ou Aladin?
Vou ver no google
Um momento, volto já, tenho que parar, o meu ex máquina tá quase chegando não para uma tarefa sexual mas para a (re)construção da sua vida
.
Tá vendo como temos de nos valer de erros = crises para um novo mundo?
Como se vê, a palavra = pessoa "errada" = "ruim" terminou me levando a um mundo maravilhoso, refiro-me à Aladim, spin ciumenta, linda, que pisca = treme os dois olhos o tempo todo.
Não podemos ser tão cruéis = cruelas com as pessoas
Todos somos iguais embora diferentes entre si, ontem almocei num restaurante ao qual fui pela primeira vez, o Chines, que fica na Avenida Goiás quase esquina com a avenida Anhanguera, comi várias tipos de carne
Foi quando me lembrei que quando eu morava no mato comia rato, como se vê, tudo uma questão de terminologia das sensações, sim, diziam que não era rato e sim preá. Sabes qual a diferença entre um rato e um preá? Só o rabo. O preá é Idéia Sem Rabo. Quer dizer então que se cortarem o rabo de um rato você o come? Pois não há nenhuma diferença entre um preá e um rato a não ser o pequeno detalhe. Ao pagar a conta vi que o spin atendente tinha dedos enormes e usava um lindo chapéu estão usando muito, não boné mas chapéu, não para esconder a careca = feiura = tristeza como faz o Reinaldo da Veja digo Azeveja digo Azevedo, estes são da família spam = máfica = isola
Vamos nos divertir, vamos jogar, (vou jogar a continuação deste post para o alto deste blog, preciso, a partir de agora, enumerar cada poste para facilitar a citação = localização dos mesmos
Um momento, a pessoa que mais amo nesta vida chegou até o momento não me arrumei vou descer assim mesmo feito feito um monstro

Nenhum comentário:

A História do SPIN