20/12/2008

Tem o instrumento mas não sabe usar

De quem estou falando?
De mim mesmo
É que já rodei por toda esta cidade-estado à procura de uma lan house = café byt onde eu possa gravar = filmar = fotografar imagens, movimentos, sons
E nada
Ninguém sabe usar os instrumentos, a web cam, incrível como um comerciante pode prestar um serviço sem ter a mínima noção sobre ele
Você chega a uma papelaria e ninguém conhece de papel
Nem de tintas
Tintas?
É que quero criar um blog somente para a luz, já tem um para as palavras, outro para palavras probidas, muitos blogs secretos e outros abertos, falta criar um para os sonhos = sons que serão tornados públicos e, outros, secretos = secretos = mistérios que serão revelados após a minha morte com um o único objetivo de não me transformarem em Deus, isto eu não sou nem quero ser
Eu sou o mais pervertido de todos os seres
Pense num cara misterioso na cama
(continuar este tro ló ló ló na cama digo blog secreto aqui não posso, as crianças de 1 = 70 = 700 visitam este sítico = espaço = tempo
Voltando ao que nos interessa
E afinal de contas, o que nos interessa de verdade?
A bondade
Este é o único mandamento a ser praticado em vida
Sede bom e terás vida eterna, morrerás feliz
.
No momento são 10:51 eu havia saído para comprar um presentes de natal = morte para a spin professora, nem sei, não sei o nome dela, ah, agora sei, Ana Júlia, ela é muito bonita, ela, a Cibeli e a Juliana, qualquer deixa de ser homo para virar hetero diante de tanta beleza = resplendor
Elas são muito bonitas, igual a Créo = Creu da novela A Favorita, você não vê que ele, esqueço o nome dele, ele é spin gay, apaixonado pelo Halley = Cauã spin lindo?
O spin gay viado disse que vai trocar o Cauã espin lindo sppindola pela matriz = mãe
Duvido,
onde está este autor = pai que não desconfia
como tem pai que é cego
spin cego não fisicamente mas espiritualmente
tanta maldade mesmo naquela ficção = realidade, tanta falsidade, você viu a Flora, spim DEM(o), pertencente à raça humana?
Ela matou o Doutor Gonçalo, uma morte horrível, pareceu-me a Carrie, a Estranha, aquele balde de água digo sangue
Depois que o spin velho morreu = foi-se ela tomou conta de tudo, coidada da ....como é mesmo o nome dela, a ex - namorado do Halleuy
Vou pedir para o autor da novela não prender o Haley = Cauá, não vou permitir, me ajudem, envie este este pedido = post para o autor, ele(o Halley) não pode ser morto = preso, não quero nem ver ele na cadeia, a não ser que eu esteja lá, ao lado dele, ou que eu possa, todos os dias, levar um botão de strellizia para ele, aí sim, neste caso ele pode sim, ser preso, eu também já fui preso, o meu tio me deixou tomando de uma cadeia, ele era spin delegado, no dia da visita os presos fugiram e me deixaram preso, eu sei o que é ser spin preso, horrível ficar trancado ali, o espaço tão pequeno, sem nenhuma caneta pra escrever no próprio corpot digo corpo como que eu poderia ter escrito minhas memórias do = no cárcere?
Ler eu não gosto nem mesmo na cadeia, talvez eu lesse O Pequeno Príncipe e o outro livro que li, o Vidas Secas, dos demais livros escritos por autores vivos = mortos não consegui ler, muito perverso
Só leio coisas escritas = faladas com muita rapidez, além da velocidade da luz, assim como eu = você agora neste momento somos muitos a nova linguagem da humanidade tão somente somente mente do que estou falando agora?
Do spin amante, aliás, ex- ele roubou meu coração e até agora não voltou, o amor não voltou, tudo bem, vou pagar o resgate e, além disso, vou cobrir o spin lindo de presentes, todas as coisas que existem = inexistem pertencem a ele, morro de dó dele contruindo aquele barracão no paraíso fiscal digo celestial = terreno
Vou comprar um lote lá perto, não posso ficar longe do paraíso, já perdi muitas coisas por medo, agora não posso mais ter medo, sei, agora sei, não sou mais spin misantropo, tenho muitos amigos, é só olhar os últimos comentários a meu respeito, todos me adorando, se bem que não gosto de ser idolatrado, até mesmo porque não quero ser nem sou santo, sou spin
.
Voltei, eu havia saído um pouco para perguntar as horas, tem um moço aqui ao lado, na lan house = café byte
Eu: que horas são?
( errei, não é ele, é ela, ah tanto faz)
Ela: 11:15
(muito educada, só que não é homem, é mulher)
Sei lá, estou em dúvida, nem dá para saber ao certo se uma coisa ou outra, claro que não vou perguntar "oi, você é homem ou mulher?" posso levar um tapa na cara = dente
Não me interessa ela é homem ou mulher, branca ou spin negra = iluminada, se bem que eu deveria perguntar o nome dela, é o que vou fazer? Vou perguntar se ela vende ou escreve livros, ela está com a cara de vendedora.
Eu: você é spin vendedora?
Ela (sorrindo com a maior disposição = educação, vi isso no rosto = corpo dela, o corpo fala): não ( sorrindo)
Eu: e você trabalha com que?
Ela: sou técnica de enfermagem
Eu: ah sim (sorrindo também). Como é mesmo o seu nome?
Ela: Cida
Eu: ah sim, Aparecida (um sorriso de quem diz "felicidades")
.
Falando em natal, eu não fui para a aula de pós-graduação hoje porque quis comprar um presente para a professora Juliana ou Ana Júlia, acho que é este nome aqui, elas são muito bonitas = amigas, por isso confundo os nomes das duas, elas são sábias, mestrado, doutorado, a que tá agora na sala de aula me esperando já escreveu vários livros de Direito Previdenciário ela sabe de tudo de cabo a rabo, embora ela diga sempre que não sabe, mentira, ela sabe sim, apenas trata-se de uma pessoa muito boa.
Cadê os presentes?
Tao todos comigo agora num saco vou levar para a spin professor, não sei o que, um sol, uma flor, não sei ao certo, comprei um também para o spin sequestrador que roubou meu coração, ah são vários, fizeram-me apaixonar e foram-se e agora pedem resgate, não adianta, não vou ceder, sou capaz de passar 10, 20, 30, 50 anos negociando o valor de um resgate, muitos já estão de cabeça branca esperando meu dinheiro

Publicidade

Nenhum comentário:

A História do SPIN