20/12/2008

O Paraíso

Estou com uns negócios colados no mause, é que às vezes é difícil colar a propaganda, a da Telebrás, e por isso ando com estas palavras grudadas no meus pés = memórias = computadores
Hoje ao amanhecer ouvi um estrando no meu computador, ele está quase pifando, por isso estou escrevendo rápido, além disso daqui a pouco tenho aula na pós
( ) pós graduação em direito de família = trabalhista = din din din = comercial, ontem à noite dormi horrores na aula, também não era para menos, eu estava bastante cansado, carreguei = mais de 600 (seiscentos) processos nas costas prá lá e pra cá, 600 da advocacia pública = privada para a justiça e 600 da justiça prá cá, no total 1200, como sofri, sou spin chapa, e aquele que roubou meu coração também, ele me sequestrou e me pediu um resgaste, não aceitei, as negociações duraram um ano, quando o valor do resgate = amor caiu para 100,00 (cem) reais, pensei em continuar negociando para cair para 50,00(cinquenta) mas, como eu estava com muita saudade de ver pessoalmente = realmente, o negócio ficou por 100, além do mais fiquei com muita dó, ele disse que precisava do dinheiro para terminar a construção, tá construindo um barracão, não posso dizer onde, ah sei sim, no Paraíso, pena que eu não vá morar no Paraíso, meu deus, comprei um lote lá, comprei e não paguei, onde eu estava para ter desistido daquele lote?
"Palavra = arma" (Mariana Marcassa)
Publicidade

Nenhum comentário:

A História do SPIN