08/12/2008

A Idade do Idéia (ou: Idéia Sem Idade)

Caros paulistas e paulistanos, mirem-se no passado para que entendeis o presente, este vosso momento marcado pelo conservadorismo. O cartaz acima é de 1922, quando vós, com vosso antigo direitismo, difamastes pessoas de bem. Pena que no momento seja isso aí mesmo, quando será que vocês ficarão livres desta triste herença digo herança baronato do café e da escravidão, passando pelo movimento inetragalista = nazista,
Eis aqui o SER, o sistema de educação do esquema Dantas/Abril que o governo paulista de José Serra fez questão de comprar, daí o motivo de tanto impenho do imprensalão, em especial do programa CQC que, a título de estar fazendo humor ataca as pessoas de bem, um programa comandado por Marcelo Tas, um serrista de longa data. Como se vê, a campanha pela eleição de Serra já começou. A máfia está bastante empenhada.
Como é o processo eleitoral em TI, ou seja, na tradição?
Um longa história que, no momento, até me dá um certo desânimo falar deste assunto
Senão vejamos
No começo do mundo, aliás, não do mundo, mas da vida neste planeta enquanto condição humana
Isto ocorreu há mais de 700 mil anos, quando ainda éramos humanóides, eu que vivi = experimentei estas cousas sei do que estou falando
Foi assim que começou a nossa consciência = percepção do mundo
Há mais de 666.666 anos eu vivia numa planície verdejante e de frondosas árvores
Não sei ao certo qual o motivo, se por ter comido alguma coisa que trouxe consciência, talvez as resinas daquela árvore
Pode ser que, ao invés de ingestão de resinas, eu tenha despertado da minha consciência por causa do tempo, o amadurecimento até o ponto da deiscência espiritual
Antes tempo eu não tinha consciência de nada, nem mesmo do contorno de uma árvore = quarteirão, no entanto, numa bela manhã, dei-me conta da minha existência, eu não o Idéia
Ele = ela, o Idéia, viu-se no alto de uma árvore, em pé sobre um galho cuja vista dava para o horizonte
Foi naquele exato momento que começou a história, foi ali que o tempo começou a ser contado, de forma que em 2006, na verdade estivemos sob a égide do ano 666.666, há muito tempo, portanto, que o Idéia existe, não é?
Por isso ele sabe destas cousas
Ele não nasceu ontem
Aliás, o Idéia nunca nasceu, não sabe ao certo quando = começou sua existência, afinal de contas estava presente no momento em que pontos sedimentados de uma massa pastosa de cor amarelo - integral começou a movimentar-se em direção ao infinito = vazio, este vazio onde, naquele momento, não existia este planeta = galáxia = átomo = spin
.
Qual era a proposta inicial deste post senão falar das eleições que se avizinham?
Sim, as eleições, onde eu estava mesmo, não sei ao certo se falo na primeira ou na terceira pessoa
Quem é a primeira pessoa para esta mídia vagabunda?
Claro, o governador de SP, a revista Veja e seu esquema Abril-Dantas quer porque quer ver Serra presidente
Assim Civita subirá ao pódium com o seu SER, um antiquado sistema de educação que ele, quer porque quer ver implantado a nível federal, já tendo vendido o esquema para o governo paulista de Serra
Uma máfia só.
Eu sei que este assunto partidário desagrada muitos de vós, isto decorre deste velho sistema, pois que em TI não existem indivíduos partidos, ou seja, partidos religiosos = políticos
Mais uma longa história a ser contada esta dos partidos maoistas = capitalistas = verdes = amarelos = vermelhos
Em Idéia a história é bem diferente deste sistema corrompido que leva ao poder gente sabidamente corrupta
Uma lástima
Bando de mentirosos = farsantes
Este farsante
Cadê o mensageiro digo médico?
Quem quiser acompanhar que acompanhe
Em todo o caso, quando todos vocês se forem, procurarei um spin médico para ser meu interlocutor íntimo = privado, o que não posso é corromper-me
Vim para dizer da tradição TI, esta é a minha missão, melhor dizendo, a missão do Idéia Sem Morte no Coração da América do Sul
Entre o Atlântico e o Pacífico, a este respeito ouça Um Indio, de Caetano Veloso
Aqui o link, com Maria Betânia dando um esfregão num repórter tolo
http://br.youtube.com/watch?v=4NXvXzpyHXg
.
Atualizado em 9/12/2008, às 08:00 horas

Que me desculpem os paulistas, mas é lamentável que vocês, em especial a classe média = medíocre deem guarida ao antro do conservadorismo, no momento, representado por Serra, este embusteiro que deveria prestar contas das suas falcatruas na Máfia das Sanguessugas, um esquema do qual ele faz parte quando Ministro da Saúde.
Oh paulista, bando de cagões = medrosos, parem de cagar nas calças e sonhem, vibrem.
Saiam do pinico.
.
Qual é o seu jeito de mudar o mundo? O antiquado sistema SER da Abril/Daniel Dantas aponta questões pontuais, como por exemplo, separar uma briga na rua, lutar contra a AIDS, etc e tal. Como mudar o mundo atacando questões pontuais? Como curar uma doença atacando-se as causas? Caro amigo, como mudar o mundo senão apontando o teu spin? Então, qual o teu sistema? Um sistema implica numa totalidade, numa cosmovisão completa e não em se pontuar questão A ou B, até mesmo porque são tantos pontos a serem atacados que o mundo jamais será mudado da forma como propõe o sistema SER de educação da Abril/Dantas. Há apenas dois tipos de spin, o poético e o patológico. Querem manter o sistema patológico estes embusteiros que no momento se escoram em Serra, estes que têm no bolso bilhões de reais = dólares roubados dos cofres públicos, estes que tem grana para comprar juizes e até o Supremo Tribunal Federal deste País. Estes que atacam e humilham aqueles que os confrontam ou contradizem. Pois adoro ser atacado = xingado. Pois saibam que o Idéia é tudo aquilo que fores capazes de imaginar que ele é. Ele é tudo de ruim. Prendam-no. Matem-no. Por favor, dê asas à sua imaginação.
.
Aqui notícias do esquemão Civita/Dantas
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2008/12/08/ult5772u2046.jhtm
.
A máfia já avisou que Serra sendo eleito todos os livros e nomes que lhes desagradam serão queimados, como por exemplo Che Guevara. Isso, esta máfia tem força sim, e Serra sendo eleito Civita será o homem mais poderoso deste País. Uma lástima
.
Por favor amigos e amigas paulistas e paulistanas, tomem juizo ou, se preferirem, percam o juizo e parem com este conservadorismo tolo.
Não se esqueçam de que estes(as) tábulas-rasas que hoje mandam em SP vaiaram os artistas de vanguarda na Semana de Arte Moderna de 22.
Como se vê, os inimigos do Idéia estão no poder.
Quem hoje faz parte da história, senão os que foram vaiados por aqueles maurícios de terno e gravata no Teatro Municipal?
Ridículo, hoje, assistindo-os aos vossos dpreciativos urros contra Tarsila do Amaral (que naquele momento encontrava-se em Paris), Mario de Andrade, Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Oswald de Andrade e Brecheret?
.
Pitoresco
http://www.pitoresco.com.br/art_data/semana/index.htm

.
A imprensa de ontem igual a de hoje, controlada como sempre
Interessante a forma como o imprensalão noticiou a Semana de Arte Moderna de 22, o divisor de águas academicismo conservador x avanço na arte, literatura, política, etc
,


A imprensa, controlada,
ignorou o "escândalo"

Entretanto, acredita-se que a Semana de Arte Moderna não tenha tido originalmente o alcance e amplitude que posteriormente foram atribuídos ao evento.

A exposição de arte, por exemplo, parece não ter sido coberta pela imprensa da época. Somente teve nota publicada por participantes da Semana que trabalhavam em jornais como Mário de Andrade, Menotti del Picchia e Graça Aranha (justamente os três conferencistas, cujas idéias causaram grande alarde na imprensa).

Fonte: http://www.enciclopedia.com.br/

Isso
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN