13/12/2008

Nenhum erro é normal, a retificação = conserto tem que haver, senão onde vamos parar?


Por Edson Barrus

oi zé, hà pouco eu li com os nomes e agora nao ta mais...porque voce deletou o nome do gilmar mendes e daniel dantas? do texto do blog?
abc,

Comentário

Naquele momento, ao ler estes nome aí me deu uma gastura no corpo, estas palavras, estes nomes me provocaram um grande mal-estar, meu corpo atirou-se numa grande velocidade e por isso apaguei estes nomes ruins.
Além do mais, naquele momento, não mais agora, um amigo que mora em Brasília ama o gilmar mendes e o daniel dantas, no fundo no fundo não quis mostar-me por demais partidarizado, quis transigir, há quem imagine que apontar as falcatruas de gilmar mendes e daniel dantas é partidarizar = politizar = ideologizar = dividir, o que não é o caso.
Obrigado pela observação, vou reescrever os nomes deletados, até mesmo porque não delato, apenas relato.
Relatar não tem nada a ver com delatar = depreciar.
De fato, eu não delatei, apenas relatei.
Relatar é escrever sob estado de deiscência, enquanto que delatar é depreciar, denegrir, diminuir.
Como posso estar com medo de estar delatando, diminuindo alguém quando esta pessoa já é, por si só diminuida?
Pude constar isso ontem à noite quando cheguei exausto em casa.
Um tribunal absolveu de qual pena = cura = salvação um promotor que assassinou um jovem, o juri era formado por um colegiado de desembargadores, aconteceram coisas terríveis nesta área nesta semana, um policial que atirou num carro em trânsito sem motivo nenhum e matou uma criança também foi absolvido, há outros casos.
Diante deste quadro aparece o Gilmar Mendes defendendo estas coisas, na visão dele, tudo bem, isto é normal, estes errinhos acontecem mas são normais.
.
Vou fazer uma pesquisa sobre alguns casos "normais" do ponto de vista de Gilmar Mendes que, por incrível que pareça, preside o STF e o Conselho Nacional de Justiça, este órgão aqui deveria sim, punir os responsáveis por estas absolvições que condenam este País como um todo. Onde vamos parar?
No alto, a foto do João Roberto, 3 anos de idade, que estava em companhia da mãe Alessandra quando foi assassinado pelo policial limitar o cabo William de Paula, spin homicida.
Cuidado cariocas, o cabo William de Paula, spin deicida = homicida = infanticida, está solto e já voltou a trabalhar após a absolvição.
Saiba mais sobre a absovilção do assassino de João Roberto
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u478369.shtml
.
"Meu filho morreu em vão," diz a mãe de João Roberto
http://www.jusbrasil.com.br/noticias/369843/meu-filho-morreuem-vao-diz-maede-joao-roberto
.
Mais coisas que o Gilmar Mendes, presidente do CNJ, acha normal

STJ libera suspeitos de venda de sentenças no Espírito Santo

http://www.jusbrasil.com.br/noticias/379037/stj-libera-suspeitos-de-venda-de-sentencas-no-espirito-santo

Promotor Thales é absolvido

http://www.jusbrasil.com.br/noticias/274555/promotor-thales-e-absolvido
.

Pichadores da Bienal podem pegar 3 anos de prisão

http://www.jusbrasil.com.br/noticias/154185/pichadores-da-bienal-podem-pegar-3-anos-de-prisao

.
Grande amigo Edson, muito obrigado pela intervenção, fiz a retificação a tempo

Enquanto isso Caroline Piveta continua presa

http://josecarloslima.blogspot.com/2008/12/bienal-nega-ter-pressionado-pela-deteno.html#links

isso
.
A grafia correta é Pivetta, este é sobrenome da garota presa por preencher um espacio vazio na 28a. Bienal de SP
.
Justiça nega habeas corpus à artesã que pichou Bienal do Livro digo de Arte de SP
http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2008/12/12/justica_nega_habeas_corpus_artesa_que_pichou_bienal-586974150.asp

isso mesmo, tudo isso é normal sua santidade digo excelência Gilmar Mendes?
tudo isso é normal?
anormal é você com esta sua cara feia e sem o mínimo de espontaneidade virtual digo gestual
sua incubada, coisa imunda
.

Participe da luta em defesa da libertação de Carroline Pivetta da Mota

"DURA ARS, SED ARS
(A arte é dura, mas é arte)

A ação de 40 jovens pichadores, no último 26 de outubro, na 28ª Bienal de São Paulo, ação que resultou na prisão de Caroline Pivetta da Mota, deve receber a mais irrestrita solidariedade de todos aqueles que são, tão-simplesmente, amigos da liberdade. Neste plano, tudo pode ser resumido nisso: trata-se da liberdade de intervenção artística, que marca há quase um século a arte moderna e de vanguarda. Daí que podemos dizer sem medo: aqueles que hoje aprisionam e processam Caroline e perseguem seus companheiros do Grupo Susto's são inimigos da arte moderna e da liberdade artística. Os organizadores da Bienal, a Polícia e o Ministério público de São Paulo são esses inimigos e devem ser denunciados por todo canto como um só "bloco histórico" da reação anti-artística do velho stableshment cultural.(...)"

Leia mais

http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2008/12/435127.shtml

.
Nota do Ministro da Cultura pela libertação da artista
http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2008/12/11/ministro_da_cultura_divulga_nota_sobre_prisao_de_jovem_por_pichacao_da_bienal-586965876.asp
.
O sobrenome da artista é Piveta e não Pivetta, nao sei, difícil saber, só sei que ela está presa e quer voltar para o aconchego do seu lar, sua mãe, amigos
Bando de loucos inconsequentes, soltem a artista
.

Atualizado em 13/12/2008 - 09:40 horas

Já o jogo jogado por estes aqui é bem pesado, bem ao contrário de Carol,

STF relaxa prisão de 18 investigados por máfia dos jogos; alguns já tinham habeas corpus

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u478843.shtml

O STF alega falta de provas, claro, apesar do caminhão de provas, dê uma olhada neste vídeo feito por policiais federais

http://br.youtube.com/watch?v=S-6zXsJNAhQ&feature=related

O STF liberou, dentre outros, os bicheiros Aniz Abrahão David (o Anísio), Antônio Petrus Kalil (o Turcão), Aílton Guimarães Jorge o Capitão Guimarães, o filho de Turcão Marcelo Kalil Petrus e Júlio Cesar Guimarães Sobreira --sobrinho do Capitão Jorge.
.
Enquanto isso a "perigossísima" Carol continua presa há mais de 50 dias.
Sem direito a habeas corpus

Quanto a prisão dos que jogam um jogo muito forte, os policiais devem estar exaustos e mais do que desanimados por verem seus esforços não darem em nada, uma boa notícia para a elite brasileira.
.
Prisão que vale mesmo só prisão de gente como Carol, sem lenço e sem documento.
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN