06/12/2008

Artista apoia a Bienal do Vazio (clique aqui)




Conheço pessoalmente o Ricardo Basbaum, o qual esteve presente a uma Mostra de Artes Performáticas da qual participei, na Cidade de Goiás - Go.
Estove com ele também no espaço Rés do Chão, Rua Lavradio - RJ, na casa do Edson Barrus, várias noites onde a arte correu noite adentro, performances, textos, vídeos, música, etc
O Basbaum é um pesquisador respeitado no meio artístico.
Pena que a Bienal do Vazio não tenha gerado um debate neste sentido, o conhecimento que ela deveria gerar parece que não gerou.
Afinal de contas uma proposta arrojada como esta sempre gera reflexão.
Esta Bienal produziu isso?
Qual será o resultado que esta Bienal provocará na cultura brasileira e internacional?
Tomara que ela gere bons frutos, bastante conhecimento e não apenas a prisão da Piveta, a spin pichadora, humana.
Uma pena desproporcional está sendo aplicada à pichadora.
E pena desproporcional ao ato praticado é uma grande injustiça.
Uma multa, uma pena alternativa, ainda vai, mas vários anos de cadeia por ter feito uma interferência no vão vazio da Bienal?
Prendam o Daniel Dantas e soltem a garota.
.
As imagens acima são da performance de Maurício Ianes
Fonte: http://diversao.uol.com.br/arte/bienal/2008/artistas/indice-artistas.jhtm
.
Mais imagens da 28a. Bienal de SP
http://www.canalcontemporaneo.art.br/arteemcirculacao/archives/001934.html
.
Ciclo de debates
http://www.28bienalsaopaulo.org.br/conferencia/a-bienal-de-sao-paulo-e-o-meio-artistico-brasileiro-memoria-e-projecao
.

Nenhum comentário:

A História do SPIN